A PORTA ABERTA ESTÁ

A PORTA ABERTA ESTÁ
Culto de Doutrina - terças às 18:30 / Culto de Consagração - quartas às 09:00 / Culto de Libertação - quintas às 15:00 / Evangelização e Culto ao Ar Livre - sábados às 17:00 / Escola Dominical às 09:00 / Culto Público aos domingos às 18:00

Translate

terça-feira, 29 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / AS DUAS TESTEMUNHAS! - Lição: 4

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 03 –.11 – 2019.
Titulo da Lição:  AS DUAS TESTEMUNHAS! 
Lição: 4
Texto Áureo: “Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?.  (I Co. 3: 16).

Leitura Bíblica em classe:        146 – 147 –   HC                         (Sl. 104: 1 a 19)

1 – BENDIZE, ó minha alma ao Senhor: Senhor Deus meu, tu és magnificentíssimo, está vestido de gloria e de majestade.
2 – Ele cobre-se de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina.
3 – Põe nas águas os vigamentos das suas câmaras, faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.
4 – Faz dos ventos os seus mensageiros, dos seus ministros um fogo abrasador.
5 – Lançou os fundamentos da terra, para que não vacile em tempo algum.
6 – Tu a cobres com o abismo, como com um vestido: as águas estavam sobre os montes;
7 – À tua repreensão fugiram, à voz do teu trovão se apressam.
8 – Sobem os montes, descem aos vales, até ao lugar que para elas fundaste.
9 – Limites lhes traçaste, que não ultrapassarão, para que não tornem mais a cobrir a terra.
10 – Tu, que nos vales fazes rebentar nascentes, que correm entre os montes.
11 – Dão de beber a todos os animais do campo; os jumentos monteses matam com ela a sua sede.
12 – Junto delas habitam as aves do céu, cantando entre os ramos.
13 – Ele rega os montes desde as suas câmaras: a terra farta-se do fruto das suas obras.
14 – Fa crescer a erva para os animais, e a verdura para o serviço do homem, para que tire da terra o alimento.
15 – E o vinho que alegra o coração do homem, e faz reluzir o seu rosto como azeite, e o pão que fortalece o seu coração.
16 – Satisfazem-se as árvores do Senhor; os cedros do Líbano que ele plantou.
17 – Onde as aves se aninham: quanto a cegonha, a sua casa é nas faias.
18 – Os altos montes são um refugio para as cabras monteses, e as rochas para os coelhos.
19 – Designou a lua para as estações: o sol conhece o seu ocaso.

Titulo da Lição:  AS DUAS TESTEMUNHAS!

Definição:  Antes de passarmos para o capitulo 11 de Apocalipse façamos uma rápida observação nos dois últimos versículos do cap. 10: Após João ter tomado e comido o livrinho  da mão do anjo, o Senhor diz a João: “E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis. E FOI-ME dada uma cana semelhante a uma vara: e chegou o anjo, e disse: Levanta-te, e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele adoram.” Vamos aqui discernir esta fala do Senhor, pois em 1 Coríntios 3: 16, 17 vemos o seguinte: “Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.” Que esta questão fique bem clara em nós, pois na verdade, o templo que havia em Jerusalém foi derrubado, bem sabemos a história, Jesus quando por aqui andou falou aos seus discípulos, vejamos: “E QUANDO Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhes mostrar a estrutura do templo. Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.” (Mt. 24: 1, 2). O que está escrito, está escrito, portanto, o santuário de Deus, descrito em Apocalipse capitulo 11, é construído dentro de nós e de todos  que tem recebido a Jesus como único e suficiente Salvador.  Então no capitulo 11 a partir do verso 3 já começamos a ver a referencia às duas testemunhas. Há muita especulação sobre estas testemunhas, mas para nós que fazemos menção do Nome do Senhor podemos bem discernir estas duas testemunhas pelos seus Atos e Fatos vividos na terra. Vejamos o que nos um diz os versos 3 e 4 do cap. 11: “E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.” Para melhor entender quem são, observemos os seus feitos  enquanto estavam na terra: “Estes tem poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e tem poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.” Estas características nos lembram de quem? Elias e Moisés. Ambos andavam vestidos com vestes rústicas, pois no deserto é a veste mais apropriada para o clima, ambos foram arrebatados aos céus, não passaram pela morte física, temos ainda mais um sinal Maravilhoso escrito no Evangelho de Mateus, vejamos o que está escrito acerca do monte da transfiguração: “SEIS dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte. E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e os seus vestidos se tornaram brancos como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.” (Mt. 17: 1 a 3). Não sabemos o que eles falaram com Jesus, mas voltando ao Livro de Apocalipse, vamos dando sequencia a este estudo tão importante. Importante  também é a maneira de  como o Senhor se refere a eles; vejamos o verso 4 do capitulo 11: “Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.” Há coisas que as vezes nos questionamos, porque Jesus não levou os doze que andavam com Ele ao monte da transfiguração? Não eram todos discípulos? Vamos dar prosseguimento a neste estudo e  veremos a seguir  que; quando estas duas testemunhas acabarem de testemunhar, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá e os matará. Mas no verso 8 vejamos: “E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado. E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos sejam postos em sepulcros. Este episódio é por demais Maravilhoso, pois como Cristo passou pela morte, mas ao terceiro dia Ressuscitou. Ali nos diz o verso 10 que o povo se alegrará, sim pois estamos estudando as coisas que ainda irão acontecer, e esta certeza muito nos alegra, pois, se fomos justificados por Cristo através dos seus Escritos, estávamos mortos em nossos pecados e delitos, como não crer nestas Profecias? Vejamos o versículo 11 do cap. 11: “E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre os seus pés, e caiu grande temor sobre os que o viram. E ouviram uma grande voz do céu que lhes dizia: Subi cá. E subiram ao céu em uma nuvem:  e os seus inimigos os viram.”  Dali houve um grande terremoto e diz que caiu a décima parte da cidade. E houve uma parte do povo que ficou atemorizado e deram gloria ao Deus do céu. Isto nos faz pensar em salvação para esta pequena parte que naquele momento reconheceu e glorificou a Deus. Vamos agora meditar um pouco na questão do verso 8 do capitulo 11: É citado neste versículo duas cidades; Sodoma e Egito sendo que;  Egito é um país, mas o que importa é o que o Senhor quer passar para nós, são os pecados que marcaram não somente estes dois lugares, quer seja cidades ou países, que se espalhou  no mundo inteiro chegando até nós. Egito com seus crimes hediondos, Sodoma com suas prostituições sem medida, sem censura, sem vergonha, em fim; uma devassa! Mas como está escrito: Jesus vem! e virá numa hora em que ninguém espera, será como está escrito: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.” (Mt. 24: 27). Portanto, estejamos preparados, principalmente alegres, pois a alegria do Senhor para conosco é e será para sempre a nossa força. Sem esta alegria não seremos dignos de coisa alguma da parte do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Vejamos agora o soar da sétima trombeta: “E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo sempre.” (Ap. 11: 15). Continuaremos... 

terça-feira, 22 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / OS TRÊS ANJOS FORTES! - Lição: 3

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 27 – 10 – 2019.
Titulo da Lição: OS TRÊS ANJOS FORTES!
Lição: 3
Texto Áureo: “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra.  (Ap. 22: 12).

Leitura Bíblica em classe:        416 – 442 –   HC                        (Sl. 79: 1 a 13)

1 – Ó DEUS, as nações entraram na tua herança; contaminaram o teu santo templo; reduziram Jerusalém a montões de pedras.
2 – Deram os cadáveres de teus servos por comida às aves dos céus, e a carne de teus santos às alimárias da terra.
3 – Derramaram o sangue deles como água ao redor de Jerusalém, e não houve quem os sepultasse.
4 – Estamos feitos o opróbrio dos nossos vizinhos, o escárnio e a zombaria dos que estão à roda de nós.
5 – Até quando Senhor? Indignar-te-ás para sempre? Arderá o teu zelo como fogo?
6 – Derrama o teu furor sobre nações que te não conhecem, e sobre os reinos que não invocam o teu nome.
7 – Porque devoraram a Jacó, e assolaram as suas moradas.
8 – Não te lembres das nossas iniquidades passadas: apressa-te e antecipem-se-nos as tuas misericórdias, pois estamos muito abatidos.
9 – Ajuda-nos; ó Deus da nossa salvação, pela gloria do teu nome: e livra-nos, e perdoa os nossos pecados por amor do teu nome.
10 – Porque diriam os gentios: Onde está o seu Deus? Torne-se manifesta entre as nações, a nossa vista, a vingança do sangue derramado dos teus servos.
11 – Chegue à tua presença o gemido dos presos; segundo a grandeza do teu braço, preserva aqueles que estão sentenciados a morte.
12 – E aos nossos vizinhos, deita-lhes no regaço, setuplicadamente, a sua injuria com que te injuriaram, Senhor.
13 – Assim nós, teu povo e ovelhas de teu pasto, te louvaremos eternamente de geração em geração cantaremos os teus louvores. 



Titulo da Lição: OS TRÊS ANJOS FORTES!

Definição:  Prosseguindo neste estudo profundo do Livro do Apocalipse, veremos nesta lição o momento em que mais uma vez contemplamos a interrupção, ou um intervalo nas séries de Sete. Desta vez há uma interrupção entre a sexta e a sétima trombeta. Passemos para o capítulo 10 de Apocalipse: “E VI outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo: E tinha na sua mão um livrinho aberto, e pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra; E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.” (Ap. 10: 1, 3). Três anjos fortes aparecem neste Livro em estudo, no capitulo 5 vemos a primeira citação ao anjo forte: “E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?” (Ap. 5: 2). Esta expressão é bem característica de nosso amado Jesus, fala com autoridade, pois, já foi coroado como Rei dos reis e Senhor dos senhores! João viu. Outra característica que não deixa dúvidas é a questão da Nuvem, há uma Nuvem que o acompanha desde a sua Ressurreição, “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra. E quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado ás alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.” (At. 1: 8, 9). Para confirmar; Jesus quando por aqui andou, num de seus sermões falou acerca de sua vinda aos seus discípulos, dizendo como seria, vejamos: “Ora, naqueles dias, depois daquela aflição, o sol se escurecerá, e a lua não dará a sua luz. E as estrelas cairão do céu, e as forças que estão nos céus serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória. E ele enviará os seus anjos, e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra.” (Mr. 13: 24 a 27). Estas foram as Palavras ditas pelo próprio Senhor Jesus, muito bem explicadas, aliás; desde a primeira vez que nuvens surgem na Bíblia, há uma forte união entre elas e a Gloria e o Poder de Deus, as nuvens são mencionadas na Bíblia centenas de vezes no Antigo Testamento. Vejamos quando isto passou a acontecer: “O meu arco tenho posto na nuvem, este será por sinal do concerto entre mim e a terra. (Gn. 9: 13), neste verso o Senhor se refere a terra, mas no verso 16 Ele já se refere ao homem, vejamos: “E estará o arco nas nuvens, e eu o verei, para me lembrar do concerto eterno entre Deus e toda alma vivente de toda carne, que está   sobre a terra.” Este que fala nestes versículos é claro que é JESUS! Portanto há uma forte ligação entre elas e o Criador. ficaríamos a lição inteira falando sobre as nuvens. Prossigamos no cap. 10: 2: “E tinha na sua mão um livrinho aberto, e pôs o seu pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra;” Eis aí o terceiro anjo forte, vejamos o que nos diz o verso 3: “E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.” Nem podemos imaginar o poder deste anjo, demonstrando neste ato de colocar um pé no meio do mar e outro no meio da terra, demonstra o domínio que tem sobre toda a terra. E tinha um livrinho em sua mão, e bradou com grande voz, rugindo como um leão, nesse momento os sete trovões fizeram soar as suas vozes; vejamos: “E, sendo ouvidas as suas vozes, eu ia escrevê-las, e ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões falaram, e não o escrevas.” (Ap. 10: 4). Prosseguiremos agora com mais uma série de sete, os sete trovões; interessante que nós que fazemos menção da Palavra do Senhor, temos até certas experiências com trovões, mensagens podem ser transmitidas pelo som do trovão, a natureza é viva, pois quem a criou vive para todo sempre! Nas Sagradas Escrituras por diversas vezes trovões acompanharam os castigos enviados por Deus: Vejamos “Então disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão para o céu, e haverá saraiva em toda a terra do Egito, sobre os homens e sobre o gado, e sobre toda a erva do campo na terra do Egito. E Moisés estendeu a sua vara para o céu, e o Senhor deu trovões e saraiva, e fogo corria pela terra do Egito.” (Ex. 9: 22, 23). Um segundo exemplo: “E sucedeu que, estando Samuel sacrificando o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel: e trovejou o Senhor aquele dia com grande trovoada sobre os filisteus, e os aterrou de tal modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel.” (I Sam. 7: 10). Prossigamos no cap. 10 verso 4  diz que, João ia escrever o que os sete trovões falaram, mas o Senhor não permitiu que ele escrevesse, podemos muito bem entender a razão do Senhor não permitir que João escrevesse o que os trovões falaram, pois  não teríamos capacidade de compreender todos os pensamentos sublimes do Criador, vejamos o que o Senhor diz no livro do  profeta Isaias “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos  os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Is. 55: 8, 9). Certa vez Moisés disse ao povo que o Senhor revela o que precisamos saber para o servi-lo melhor; Vejamos: “As cousas encobertas são para o Senhor nosso Deus, ora as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre, para cumprirmos todas as palavras desta lei.” (Deut. 29: 29). Mas voltando ao cap. 10, o anjo que estava com um pé no mar e outro na terra, jurou por aquele que vive para sempre que nós bem sabemos, que é o Deus Pai, que não haveria mais demora, para a sua vinda, portanto, o anjo forte com um pé no mar e outro na terra é JESUS CRISTO! No verso 8 João ouviu a voz do Criador dizendo: “Vai e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra.” (Ap. 10: 8). E assim nos certificamos que este Anjo Forte é Jesus Cristo, nosso amado Salvador. E João tomou o livrinho e comeu.

terça-feira, 15 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / ESTEJAMOS FIRMES NA FÉ! - Lição: 2

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 20 – 10 – 2019.
Titulo da Lição: ESTEJAMOS FIRMES NA FÉ!
Lição: 2
Texto Áureo: “Aos justos nasce luz nas trevas   (Sl. 112: 4 ).

Leitura Bíblica em classe:        247 – 379 –   HC                        (Sl.68: 1 a 16)
1 – LEVANTE-SE Deus, e sejam dissipados os seus inimigos; fugirão de diante dele os que o aborrecem.
2 – Como se impele o fumo, assim tu os impeles; como a cera se derrete diante do fogo, assim pereçam os ímpios diante de Deus.
3 – Mas alegrem-se os justos, e se regozijam na presença de Deus, e folguem de alegria.
4 – Cantai a Deus, cantai louvores ao seu nome; louvai aquele que vai sobre os céus, pois o seu nome é JÁ; e exultai diante dele.
5 – Pai de órfão e Juiz de viúvas é Deus no seu lugar santo.
6 – Deus faz que o solitário viva em família: liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitarão em terra seca.
7 – Ó Deus! quando saías adiante do seu povo; quando caminhavas pelo deserto, (Selá)
8 – A terra abalava-se, e os céus distilavam perante a face de Deus; o próprio Sinai tremeu na presença de Deus, do Deus de Israel.
9 – Tu, ó Deus, mandaste a chuva em abundância, confortaste a tua herança, quando estava cansada.
10 – Nela habitava o teu rebanho; tu, ó Deus, provaste o pobre da tua bondade.
11 – O Senhor deu a palavra; grande era o exército dos que anunciavam as boas novas.
12 – Reis dos Exércitos fugiram á pressa; e aquela que ficava em casa repartia os despojos.
13 – Ainda que vos deiteis em redis, sereis como as asas de uma pomba, cobertas de prata, com as suas penas de ouro amarelo.
14 – Quando o Onipotente ali espalhou os reis, foi como quando cai a neve em Zalmon.
15 – O monte de deus é como o monte de Basã, um monte elevado como o monte de Basã.
16 – Por que saltais, ó montes elevados? este é o monte que Deus desejou para sua habitação, e o Senhor habitará nele eternamente.



Titulo da Lição: ESTEJAMOS FIRMES NA FÉ!

Definição:  Neste dia do Senhor estaremos dando continuidade a este estudo do Livro do Apocalipse, no toque da sexta trombeta houve uma ordem, vejamos: “E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus. A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens.” (Ap. 9: 13 a 15). Meditemos agora nesta questão; aliás, já temos aprendido sobre a terça parte dos anjos que se rebelaram no Céu,  liderados por Lúcefer, houve aqueles que se arrependeram e quiseram voltar, mas o Senhor os reservou para o Juízo Final. Agora devemos prestar bem atenção nos escritos Sagrados para que não haja nenhuma dúvida. Vejamos o que está escrito na Epístola do Apóstolo Pedro: “Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou ás cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;” (2 Pd. 2: 4). Estes anjos são os mesmos que se rebelaram contra Deus lá nos Altos Céus dando apoio a Lúcefer, ao caírem todos expulsos pelo Senhor, uma boa parte se arrependeu e quis voltar, o Senhor não permitiu o retorno deles aos Céus, dentre esses tais o Senhor separou quatro deles, pois que; não havia nenhuma possibilidade de estarem em outro lugar a não ser presos no inferno, por essa razão serão soltos assim que a Igreja de Jesus subir.  ou seja, os que estiverem salvos na vinda de Jesus assim que a Igreja de Jesus for arrebatada seguir-se-á a grande tribulação, então virá a ordem do Senhor para que sejam soltos estes quatro anjos. Para maior confirmação ainda podemos ver também o que nos diz a Epistola do Apóstolo Judas: “E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão, e em prisões eternas até ao Juízo daquele grande dia;” (Jd: 1: 6). Portanto vamos entender com clareza;  E tem mais, o versículo seguinte também se refere a outra situação muito séria, e delicada, o Senhor também vai citando o pecado de Sodoma e Gomorra, vejamos: “Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo do inferno.” (Jd. cap. 1: 6, 7). Portanto é muito triste dizer, mas é a realidade descrita nas Sagradas Escrituras; para este tipo de pecado não haverá perdão. Vemos que o final do verso 7 diz com toda clareza sobre este pecado abominável. Ainda no verso 8 da carta do Apóstolo Judas há uma observação bem interessante sobre os sodomitas e suas práticas: “E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades.” Sabemos que a palavra vituperar, significa o mesmo que afrontar, e ainda pior que afrontar, é escarnecer, e fazer apologia nos seriados em horários que possam pegar crianças e adolescentes bem acordados. Mas os tais comunicadores não creem nos Escritos Sagrados mas, como está escrito chegará o dia em que todos os joelhos se dobrarão e toda língua  confessará  que Jesus é o Senhor; “Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para gloria de Deus Pai.” (Fl. 2: 9 a 11). Esse dia vai chegar, no Juízo final todos estarão de pé diante do Trono do Juíz que virá com Poder e grande gloria o Rei Jesus, para julgar os vivos e os morto, ninguém escapará deste julgamento. Mas vamos dando prosseguimento aos anjos que se rebelaram contra o Senhor dando apoio a Satanás se tornaram espíritos malignos que atuarão ferozmente na grande tribulação, pois com a ausência do Espírito Santo da terra, já se pode imaginar o tormento que será para os crentes que ficarem, se com o Espírito Santo aqui conosco já está difícil se apartar do mal que tão de perto nos rodeia, imagine na ausência do Senhor em Espírito e em Verdade? Como já vimos no versículo 6 do capitulo 9 o que acontecerá quando se instalar a grande tribulação na terra; “E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles.” Portanto é bom que os que se dizem crentes  em Jesus Cristo pare de seguir os mercenários com capa de pastor, se enriquecendo as custas dos crentes que eles mesmos chamam de trouxas, esses tais cães gulosos se enriquecem as custas dos crentes que não examinam as Sagradas Escrituras, e vão enriquecendo esses tais lobos, e pior cães gulosos, esta foi a comparação que o próprio Senhor fez; vejamos: “E estes cães são gulosos, não se podem fartar; e eles são pastores que nada compreendem: todos eles se tornam para o seu caminho, cada um para a sua ganância, cada um por sua parte.” (Is. 56: 11). Esta é a situação atual do povo de Deus na face de toda a terra, a Bíblia Sagrada  fechada nas mãos dos crentes, aliás ela já não está tão sagrada assim, pois já fizeram muitas alterações nos seus escritos, modernizaram, tiraram as sagradas Tradições. Estamos estudando o Último Livro de nossa Bíblia Sagrada, o Livro das Revelações finais. Voltando ao capitulo 9, na sexta trombeta vemos a aflição do povo, pois aí instalou-se a grande tribulação, o mais triste é que lendo os versos do capitulo 9 sentimos a dureza dos corações, em nenhum momento houve arrependimento em nenhuma criatura, em meio a todas as pragas mortíferas, surgiram também animais horrendos, vejamos: “Porque o poder dos cavalos está a sua boca e nas suas caudas. porquanto as suas caudas são semelhantes a serpentes, e tem cabeças, e com elas danificam. E os outros homens que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos.” (Ap. 9: 19, 20). Aí está a situação dos que ficarem para a grande tribulação, são os desalmados, os que praticam a iniquidade, pois o iníquo é incorporado pelo Diabo.

sábado, 12 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / TRAGADA SERÁ A MORTE NA VITÓRIA! - Lição: 1

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 13 – 10 – 2019.
Titulo da Lição: TRAGADA SERÁ A MORTE NA VITÓRIA!
Lição: 1
Texto Áureo: “Acautelai-vos que ninguém vos engane  (Mt. 7: 15 ).

Leitura Bíblica em classe:        256 – 509 –   HC                        (II Cor. 4: 1 a 14)

1 – PELO que, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos;
2 – Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astucia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade.
3 – Mas, se ainda nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto.
4 – Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da gloria de Cristo, que é a imagem de Deus.
5 – Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus.
6 – Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da gloria de Deus, na face de Jesus Cristo.
7 – Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
8 – Em tudo somos atribulados, mas não angustiados: perplexos, mas não desanimados;
9 – Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruidos;
10 – Trazendo sempre por toda parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também em nossos corpos.
11 – E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também em nossa carne mortal.
12 – De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.
13 – E temos portanto o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei: nós cremos também, pó isso também falamos.
14 – Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco.

Titulo da Lição: TRAGADA SERÁ A MORTE NA VITORIA!


Definição: Dando prosseguimento ao capitulo 9 de Apocalipse vimos que; ao ser tocada a quinta trombeta, o Apóstolo João viu uma estrela caindo do céu á terra e; vejamos: “E O QUINTO anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. E abriu o poço do abismo, e subiu fumo do poço, como o fumo de uma grande fornalha, e com o fumo do poço escureceu-se o sol e o ar.” (Ap. 9: 1, 2). Como podemos ver e sentir, esta estrela trás trevas, e não luz, ao abrir o poço do abismo sobe fumaça, portanto as trevas são ausência de luz, pois como está escrito; “E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhuma.” (I Jo. 1: 5). Mas como está escrito; há desde o principio aquele personagem que desceu do Jardim do Éden quando a primeira família da terra foi expulsa, e até hoje trabalha incessantemente opondo-se a tudo quanto se diz Divino, e o seu principal trabalho tem sido ocultar a Luz de Jesus. Quando paramos para meditar na tão grande Ciência Divina em preparar no Éden um lugar tão aprazível, e ali formar uma família e, estar com aquela família todas as viradas das tardes no Culto doméstico, e ali passando para eles todas as ciências dos Céus e da terra,  mesmo assim houve a traição terrível. Portanto, vemos que desde o principio após o pecado original, ou seja, o descumprimento da ordem Divina nunca mais houve paz no mundo. No capitulo 6 de Gênesis instalou-se a corrupção geral do gênero humano. Na multiplicação dos seres humanos começou haver a mistura, coisa que o Senhor Todo Poderoso sempre abominou.  E ali o Senhor determinou uma diminuição nos anos de vida, vejamos: “Então disse o Senhor: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne: porém os seus dias serão cento e vinte anos.” (Gn. 6: 3). Dali em diante o pecado só foi aumentando até que, o Senhor anuncia o dilúvio a Noé. “Então disse Deus a Noé: O fim de toda carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violênca; e eis que os desfarei com a terra. Faze para ti uma arca de madeira de Gofer: farás compartimentos, e a betumarás por dentro e por fora com betume.”  (Gn. 6: 13, 14). Aí está um pequeno relato do que ocorreu no passado, muitos nos dias atuais usam esta história como se fosse uma historinha da carochinha, tema de aniversário de crianças, não se atentam pela seriedade dos planos Divinos. Estamos nesta lição voltando ao passado da história da humanidade para que sirva de alerta, até e mesmo para os que se dizem crentes em Jesus mas andam por aí transgredindo a Palavra do Senhor. Vemos que naquela arca feita pelo patriarca Noé, só se salvaram 8 pessoas, ou seja; Noé e sua família, nunca esquecer que o número 8 é o numero de Jesus. E agora na vinda do Senhor, quantos subirão? O dilúvio veio por conta da grande violência na terra e agora, como estamos em termos de violência? UMA DEVASSA!!! E no meio dos crentes não está muito diferente, os noticiários que o diga. Não há mais Temor ao Senhor. Mas, assim como foi nos dias de Noé será agora nos dias de Nosso Senhor Jesus Cristo, voltemos a quinta trombeta; pelo que está escrito desta vez que será a derradeira, a destruição não será com água, mas sim com fogo e outras coisas mais, pois, como está escrito no verso 4 do capitulo 9 de Apocalipse: “E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem à arvore alguma, mas somente aos homens que não tem nas suas testas o sinal de Deus.” Então com toda clareza podemos saber que nesse tempo a Igreja de Jesus já estará no Céu, e ali se instalou imediatamente a chamada; grande tribulação! Vejamos outro fato triste predito nestes versículos: “E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles” (Ap. 9: 6). Não temos condições de sequer imaginar o tormento desta vasta humanidade que ficará para a grande tribulação, sabemos que a morte é um demônio, e é bem característico dos demônios tentar os seres humanos, as criaturas feituras das Mãos do Senhor, mas quando os tais caem na derrota, eles os demônios, batem em retirada, pois são covardes e não amam a ninguém. Está escrito que a morte é um demônio, vejamos: “Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se reveste da imortalidade. E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.” Portanto,  o Apóstolo Paulo prossegue nos ensinando e nos admoestando em relação ao nosso proceder diante do Senhor Todo Poderoso: “Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” ( I Co. 15: 53, 54 e 58). Infelizmente será grande o numero dos que ficarão para a grande tribulação, como dissemos acima, assim também foi nos dias de Noé, durante mais ou menos 120 anos Noé anunciou o dilúvio e o povo fazendo zombaria, e num momento, veio e todos pereceram. Da mesma maneira estamos indo pelas praças, pelas ruas, pelos metrôs anunciando que Jesus vem breve, e o povo escarnecendo muitas vezes lançando os folhetos pelo chão, e etc. Mas nós que fazemos menção do Santo Nome de Jesus vamos continuar crendo nas Divinas Promessas. Ainda no capitulo 9 de Apocalipse vemos grande tormenta nos que ficarem para a grande tribulação, como está escrito acima; buscarão a morte e a morte fugirá deles. E em meio a grande tormenta vem o sexto anjo e toca a sexta trombeta, vejamos: “E tocou o sexto anjo a sua sexta trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus. A qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos que estão presos junto ao grande rio Eufrates.” (Ap. 9: 13, 14). E, dali foi grande a tormenta com a soltura destes anjos, pois estavam preparados para a hora e dia, e mês, e ano para matarem. Continua...

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / AS TROMBETAS JÁ ESTÃO TOCANDO! - Lição: 13

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 06 – 10 – 2019.
Titulo da Lição: AS TROMBETAS JÁ ESTÃO TOCANDO!
Lição: 13
Texto Áureo: O mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.”  (I Jo. 2: 17).
Leitura Bíblica em classe:        323 – 509 –   HC                          (2 Pd. 3: 1 a 13)

1 – AMADOS, escrevo-vos agora esta segunda carta em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero;
2 – Para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do mandamento do Senhor e Salvador, mediante os vossos apóstolos.
3 – Sabendo primeiro isto; que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências,
4 – E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porquê desde que os pais dormiram todas as coisas permanecem como desde o principio da criação.
5 – Eles voluntariamente ignoram isto: que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.
6 – Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto pelas águas do dilúvio.
7 – Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.
8 – Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.
9 – O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.
10 – Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite: no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra e as obras que nela há, se queimarão.
11 – Havendo pois de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade.
12 – Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo se fundirão?
13 – Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. 



Titulo da Lição: AS TROMBETAS JÁ ESTÃO TOCANDO!

Definição: Através da abertura do sétimo selo é introduzida uma série de julgamentos, no versículo 2 do Capitulo 8 João passa a relatar: “E vi os sete anjos que estavam diante de Deus, e foram- lhes dadas  sete trombetas.” Vamos ver o significado das trombetas: no Antigo Testamento, o uso da trombeta era para anunciar  guerra, também as festas, e para se fazer julgamentos, em fim; o som da trombeta é um símbolo de poder e autoridade. O Apóstolo João continua em espírito nos Céus, testemunhando o Cordeiro de Deus abrir o 7º selo do Livro, isto quer dizer que; os Juízos de Deus caiam sobre a terra. Para os incrédulos isto tudo que estamos estudando no Livro de Apocalipse, pode parecer loucura, ou coisa sem nexo, mas os que verdadeiramente se convertem ao Santo Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e meditam nas Sagradas Escrituras já podem sentir que está bem perto a Redenção. Os Juízos de Deus já estão caindo sobre a terra, o Arrebatamento da Igreja pode ocorrer a qualquer momento, por falar em Igreja; é bom ficar bem clara a questão Igreja: não se refere a igreja templo, ou salão onde se reúnem pessoas para adorar a Deus, mas sim a pessoas, todo aquele que se converte ao Santo Evangelho, e procura cumprir os Mandamentos da Lei de Deus, é IGREJA! Nós não vamos à Igreja, nós somos a Igreja de Jesus. É preciso que os pastores ensinem aos membros da Casa do Senhor esta questão, está escrito na Bíblia Sagrada que: Só entrará nos Céus um povo sábio e entendido nas Sagradas Escrituras. Voltando ao capitulo 8 de Apocalipse, vemos nos versículos 6 a 8 o que diz: “E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las. E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva e fogo misturado com sangue, e foram lançados na terra, que foi queimada na sua terça parte; queimou-se a terça parte das árvores, e toda a erva verde foi queimada. E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar.” (Ap. 8: 6 a 8). Já estão havendo muitos destes sinais na face de toda a terra, quem lê, entende. Mas voltando ao 7° Selo, vem as Sete Trombetas, segue-se da ira de Deus, nesse tempo a Igreja, ou seja; os salvos do pecado já terão sido arrebatados, e este arrebatamento está para acontecer a qualquer momento, como está escrito: “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” (I Cor. 15: 51, 52). Aí está, com toda clareza que; haverá sim o arrebatamento dos salvos em Jesus Cristo e seguir-se-á. E este arrebatamento será de repente, e pelos acontecimentos estejamos alertados. Mas prossigamos no estudo sobre as trombetas; a 4ª trombeta causa escuridão, um terço dos corpos celestes, cumprindo assim o que Cristo apresentou no Evangelho do Apóstolo Lucas cap. 21: 25 a 28: Vejamos; “E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angustia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas; homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo. Porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora quando estas coisas começarem a acontecer, olhai  para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima.” Vejamos que interessante; sabemos que o Senhor Deus criou os corpos celestes no quarto dia da criação, e os apagará no soar da quarta trombeta. E as consequências que virão através, disto? É certo que o terror invadirá toda a terra, só em pensar que nós estamos em baixo e as potências celestiais estão em cima, mas infelizmente não haverá arrependimento na humanidade, pois os corações já estão empedernidos pelo pecado que avança dia após dia. para que fique bem explicita a Mensagem sobre as trombetas vejamos o que nos diz o versículo 12 do capítulo 8 de Apocalipse: “E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite. E olhei, e ouvi um anjo voar pelo meio do céu, dizendo com grande voz:  Ai! Ai! dos que habitam sobre a terra! por causa das outras vozes das trombetas dos três anjos que hão de ainda tocar.” (Ap. 8: 12, 13). Falemos um pouco deste anjo que voando pelo meio do céu fez aquela exclamação: Ai. ai dos que habitam sobre a terra, podemos imaginar  a situação; já é sem sombra de dúvidas o principio de dores como bem nos relatou Jesus quando por aqui andou. Vejamos: “E, estando Jesus no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e rumores de guerras; olhai não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.” (Mt. 24: 3 ao 6). Tudo isto que Jesus disse ali aos seus discípulos já estamos presenciando, e pior ainda é o que está acontecendo dentro dos salões que certos homens dizendo-se pastores praticam. Já não se prega mais a Sã Doutrina nos templos, há uma mistura generalizada, o comércio a todo vapor dentro dos templos.  Estes são os sinais dos tempos, são princípios de dores como está escrito. Portanto a proclamação do anjo do versículo 13 do capitulo 8, serve de alerta ao mundo pois, os três julgamentos seguintes ou seja, as três trombetas mostram ainda coisas piores, mas, mesmo assim observamos por toda a parte que a incredulidade no coração do ser humano cada dia aumenta. “E O QUINTO anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo.” (Ap. 9: 1). Cremos que, antes  da 7ª-  trombeta a Igreja subirá.