A PORTA ABERTA ESTÁ

A PORTA ABERTA ESTÁ
Culto de Doutrina - terças às 18:30 / Culto de Consagração - quartas às 09:00 / Culto de Libertação - quintas às 15:00 / Evangelização e Culto ao Ar Livre - sábados às 17:00 / Escola Dominical às 09:00 / Culto Público aos domingos às 18:00

Translate

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

O que fizeram das Sagradas Escrituras?

Essa pergunta é referida aos que andam por aí se dizendo crentes em Jesus, pois crentes na verdade todo o MUNDO é, depende no que se crê. Mas voltando aos que se dizem crentes em Jesus, parte da resposta à pergunta acima está no Livro de Apocalipse cap. 13:1a10, é exatamente como está escrito neste texto, no versículo 1 diz que uma besta subiu do mar com sete cabeças e dez chifres e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre a sua cabeça um nome de BLASFÊMIA. Nos versículos 6 e 7 diz que esta besta abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, blasfemando do seu Nome e foi-lhe permitido fazer guerra contra os santos e vencê-los. Vemos neste texto claramente o cumprimento das revelações dadas a João, revelações para os tempos do fim, ou seja, nestes tempos em que estamos vivendo. A palavra blasfêmia hoje foi substituída por outra palavra: “liberalidade”. Os Mandamentos da Lei de Deus que eram ensinados nos Templos e requeridos o seu cumprimento por homens verdadeiramente chamados por Deus para guiar o rebanho do Senhor aqui na terra foram quebrados e lançados fora. Hoje os valores do Antigo Testamento são chamados de velho testamento, ficaram para trás, na concepção dos falsos ensinadores os tempos mudaram, mas o que eles não sabem é que Deus não mudou nem jamais mudará. Ele vela pela sua Palavra para que seja cumprida. (Jr.1:12). Hoje são tantas denominações, seitas e cabanas com títulos evangélicos, ou seja, uma REBELIÃO GENERALIZADA. Por que estou falando desta maneira? Porque esta é a triste realidade vista por toda a parte. Denominações dantes respeitadas por respeitarem os Mandamentos da Lei de Deus hoje se tornaram verdadeiros escândalos por conta da chamada liberalidade, por toda parte se ouve; “estou numa igreja liberal”! O que é isso? O que está acontecendo? As respostas estão no livro que foi fechado e lançado fora; a BÍBLIA! Com a rebelião generalizada posso citar uma das Denominações mais respeitadas do século vinte que foi a Igreja Assembléia de Deus. Hoje nem sobra daqueles saudosos ensinamentos, daqueles líderes responsáveis pelo rebanho, das Doutrinas ministradas que faziam dos crentes em Jesus pessoas separadas do pecado, santificação havia na vida do salvo, pois através dos ensinamentos BÍBLICOS procedia à Sabedoria e da Sabedoria vinha o Temor a Deus. As pessoas chegavam ao Evangelho com seus muros caídos, sem limites, mas à medida que iam aprendendo as verdades BÍBLICAS iam sendo restaurados os seus muros, os seus limites e assim ia havendo mudanças em suas vidas, transformação desde o interior até ao exterior sem represálias, pois o próprio Espírito Santo ia realizando no interior da pessoa um trabalho de conversão. Hoje nem mais se sabe o que virou a Assembléia de Deus! Agora se ouve por toda parte que aquela Igreja se tornou liberal. Que será isso? Diz a Palavra de Deus que houve um tempo em que o Senhor olhou a terra e não viu um justo sequer. Então Ele mandou seu Filho para ensinar tudo quanto o povo necessitava aprender, numa linguagem bem clara ensinando que toda a Escritura deve ser cumprida, aliás, Ele disse que veio para cumprir toda a Escritura e foi com grande sacrifício levando a cruz até ao calvário pagando o grande preço da Redenção. É bom ter sempre em mente que todo o sacrifício de Jesus é coisa muito séria, o Senhor não se deixa escarnecer como muitos estão pensando e fazendo e escandalizando, ridicularizando o nome do Senhor num proceder vergonhoso. Em 1 Pd. 1:13a16 está escrito a verdadeira condição em que o seguidor do Evangelho deve estar: SANTO! Ser santo é ser separado das concupsciências mundanas.
É preciso aprender, mas como aprenderão se não tem quem ensine? E muito menos quem queira aprender? PENSE NISTO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário