Translate

sábado, 25 de maio de 2019

LIÇÕES BÍBLICAS / EZEQUIEL O ATALAIA - Lição: 8

LIÇÕES BÍBLICAS
Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
Data: - 26 – 05 – 2019.     
Titulo da Lição:  EZEQUIEL O ATALAIA
Lição: 8
Texto Áureo: “Todos os seus atalaias são cegos, nada sabem; todos são cães mudos,” (Is. 56: 10a.)
                                       
Leitura Bíblica em Classe:      334 – 430  HC                        (Sl. 119: 1 a 21 )

1 – BEM-AVENTURADOS os que trilham caminhos retos, e andam na lei do Senhor.
2 – Bem-aventurados os que guardam os seus testemunhos, e o buscam de todo o coração.
3 – E não praticam iniquidade, mas anda em seus caminhos.
4 – Tu ordenaste os teus mandamentos, para que diligentemente os observássemos.
5 – Oxalá os meus caminhos fossem dirigidos de maneira a poder eu observar os teus estatutos.
6 – Então não ficaria confundido, atentando eu para todos os teus mandamentos.
7 – Louvar-te-ei com retidão de coração, quando tiver aprendido os teus justos Juízos.
8 – Observarei os teus estatutos: não me desampares totalmente.
9 – Como purificará o mancebo o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra.
10 – De todo o meu coração te busquei: não me deixes desviar dos teus mandamentos.
11 – Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.
12 – Bendito és tu, ó Senhor; ensina-me os teus estatutos.
13 – Com os meus lábios declarei todos os juízos da tua boca.
14 – Folgo mais com o caminho dos teus testemunhos, do que com todas as riquezas.
15 – Em teus preceitos meditarei, e olharei para os teus caminhos.
16 – Recrear-me-ei nos teus estatutos: não me esquecerei da tua palavra.
17 – Faze bem ao teu servo para que viva e observe a tua palavra.
18 – Desvenda os meus olhos, para que veja as maravilhas da tua lei.
19 – Sou peregrino na terra: não escondas de mim, os teus mandamentos.
20 – A minha alma está quebrantada de desejar os teus  juízos em todo o tempo.
21 – Tu repreendeste asperamente os soberbos, amaldiçoados, que se desviaram dos teus mandamentos.

Título da Lição: EZEQUIEL O ATALAIA

Definição:  É dever nosso, nós que fazemos uso da Palavra do Senhor, ser um atalaia, ou seja; avisar, alertar ao povo quanto aos pecados que se andam cometendo em toda face da terra, por conta do não cumprimento das Sagradas Escrituras. Estamos já no capitulo 33 do Livro do Profeta Ezequiel, onde nos deparamos com a ordenança do Senhor para com Ezequiel dizendo: “A ti pois, o filho do homem, te constitui por atalaia sobre a casa de Israel; tu pois ouvirás a palavra da minha boca, e lha anunciarás da minha parte. Se eu disser ao ímpio: ó ímpio, certamente morrerás; e tu não falares, para desviar o ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniquidade, mas o seu sangue eu o demandarei da tua mão.” (Ez. 33: 8). Aí está a grande responsabilidade dos salvos em Jesus Cristo, pois o Senhor Jesus quando por aqui andou percorrendo por todas as cidades e aldeias, vendo a multidão, teve grande compaixão dela, porque andavam desgarrados e errantes, como ovelhas que não tem pastor. Esta fala, encontramos no Evangelho segundo Mateus cap. 9: 35, 36. Então no cap. 10 de Mateus vemos Jesus antes de passar pelo sacrifício da cruz, comissionando seus 12 discípulos, vejamos: “E CHAMANDO os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal.” (Mt. 10: 1). Aí está a grande missão, Jesus os enviou com estes Sinais, pois, aquele povo estava completamente fora do caminho santo, desgarrados, ou seja desviados, Jesus os chamou de perdidos da casa de Israel, por consequência estavam enfermos e possuídos por toda sorte de demônios. Trazendo para nossos dias, estamos vivenciando a mesma situação no meio dos crentes, ou seja; o chamado povo de Deus aqui nessa terra chamada Brasil e por todo o mundo. Mas qual seria a razão desta situação tão deprimente que estamos vivenciando em nossa caminhada com Cristo?  É muito simples, a razão é uma só: Não há mais ensinamentos Bíblicos na terra, já escreveram outra bíblia, atualizaram, modificando, adulterando, e assim o mundanismo com todos os seus costumes abomináveis, práticas mundanas entraram pelas portas dos templos, não há mais vocação sacerdotal, por conseguinte não há chamada Divina. Existe um versículo Bíblico muito interessante que diz: “Ó SENHOR, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei, a ti, e louvarei o teu nome, porque fizeste maravilhas: os teus conselhos antigos são verdade e firmeza.” (Is. 25: 1). Aí está, abominaram os conselhos antigos do Senhor, e um dos conselhos mais importantes que o Senhor nos deixou foi acerca da Sã Doutrina, vejamos: “Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina, mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando ás fábulas.” (II Tm. 4: 2 a 4). Então vemos que estes versículos estão atualíssimos!   
É justamente o que estamos presenciando nos últimos dias. Mas voltando ao Livro do profeta Ezequiel no cap. 33, vemos a arrogância daquele povo ali no cativeiro, houve um momento em que o Senhor falou a Ezequiel sobre o que aquele povo obstinado estava pretendendo fazer; vejamos: “Filho do homem, os moradores destes lugares desertos da terra de Israel, falam dizendo: Abraão era um só, e possuiu esta terra; mas nós somos muitos; esta terra nos foi dada em possessão. Dizei-lhes portanto: Assim diz o Senhor Jeová: com sangue comeis, e levantai os vossos olhos para os vossos ídolos, e derramais sangue e possuireis esta terra? (Ez. 33: 24, 25), ali o Senhor vai discorrendo  para aquele povo todos os seus pecados cometidos, e eram muitos e abomináveis, eram vários crimes; adultérios, roubos e etc. e o pior; querendo se comparar a Abraão. Então o Senhor ordenou a Ezequiel que lhes dissesse; “Assim lhes dirás: Assim disse o Senhor Jeová: Vivo eu, que os que estiverem em lugares desertos, cairão a espada, e o que estiver sobre a face do campo o entregarei à fera, para que o coma, e os que estiveram em lugares fortes e em cavernas morrerão de pestilência. E tornarei a terra em assolação e espanto, por todas as abominações que cometeram.” (Ez. 33:  28, 29). Eis ai a situação calamitosa de um povo que tinha tudo para ser feliz, seria tão somente obedecer o mandato do Senhor. Trazendo mais uma vez para os nossos dias; todo aquele que faz menção do nome do Senhor, dizendo-se evangélico, tem sobre si grande responsabilidade sobre as nações, pois como está escrito no Evangelho de Mateus cap. 5: 13 a 16: “Vós sois o sal da terra e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para mais nada presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo: não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; nem se acende a candeia  e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.” Eis a nossa grande responsabilidade. Infelizmente as abominações tem entrado nos templos. Outro fato que nos chama muito a atenção neste capitulo 33 verso 31 diz que o povo vinha até ao profeta para ouvir as suas palavras, ouviam mas não praticavam os ensinamentos do profeta, o Senhor disse: “E eles vem a ti, como o povo costuma vir; e se assentam diante de ti como meu povo, e ouvem as tuas palavras, mas não as põem por obra: pois lisonjeiam com a sua boca, mas o seu coração segue a sua avareza. E eis que tu és para eles como uma canção de amores, canção de quem tem voz suave, e que bem tange; porque ouvem as tuas palavras, mas não as põem por obra. (Ez. 33: 31, 32). Exatamente o que acontece nestes dias atuais, porque tantos crentes doentes e perturbados? Recordemos agora uma promessa feita ao sairmos do Egito: “E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus no Egito; porque eu sou o Senhor que te sara,” Eis a razão de tantas desgraças no mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário