A PORTA ABERTA ESTÁ

A PORTA ABERTA ESTÁ
Culto de Doutrina - terças às 18:30 / Culto de Consagração - quartas às 09:00 / Culto de Libertação - quintas às 15:00 / Evangelização e Culto ao Ar Livre - sábados às 17:00 / Escola Dominical às 09:00 / Culto Público aos domingos às 18:00

Translate

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / É CHEGADO O TEMPO DO FIM! - Lição: 9

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 08 –.12 – 2019.
Titulo da Lição: É CHEGADO O TEMPO DO FIM!
Lição: 9
Texto Áureo: “Pela manhã semeia a tua semente, e a tarde não retires a tua mão,  (Ecl. 11: 6).

Leitura Bíblica em classe:        394 – 134  –  HC                      (Dn. 12: 1 a 13)
1 – E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angustia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.
2 – E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.
3 – Os entendidos pois resplandecerão, como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas sempre e eternamente.
4 – E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo: muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.
5 – E eu, Daniel, olhei, e eis que estavam outros dois, um desta banda, à beira do rio, e o outro da outra banda, à beira do rio.
6 – E ele disse ao homem vestido de linho que estava sobre as águas do rio: Que tempo haverá até ao fim das maravilhas?
7 – E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre às águas do rio, quando  levantou a sua mão direita, e a sua mão esquerda ao céu, e jurou por aquele que vive eternamente que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo, e quando tiverem acabado de destruir o poder do povo santo, todas estas cousas serão cumpridas.
8 – Eu pois ouvi, mas não entendi; por isso eu disse: Senhor meu, qual serão o fim destas cousas?
9 – E ele disse: Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim.
10 – Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão.
11 – E desde o tempo em que o continuo sacrifício for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias.
12 – Bem-aventurado o que espera e chega até mil trezentos e trinta e cinco dias.
13 – Tu, porém, vai até ao fim; porque repousarás, e estarás na tua sorte, no fim dos dias.

 Titulo da Lição: É CHEGADO O TEMPO DO FIM!

Definição: Dando continuidade ao estudo do capitulo 14 de Apocalipse, a partir dos versos 6 temos três mensagens solenes da parte de Senhor para os que habitam na terra, estas mensagens são relatadas pelo Apóstolo João, pois ele viu três anjos voando pelo meio do céu. Como tomamos ciência na lição passada, o primeiro anjo saiu trazendo em suas mãos o Evangelho Eterno, isto significa que este Evangelho não muda, não poderia nunca ter sido adulterado, pois Deus é imutável. Adão e sua família lá no Paraíso recebiam este mesmo Evangelho na virada das tardes. Mas voltando ao tempo do fim que já é chegado, ouçamos o que Jesus disse aos seus discípulos quando por aqui andou: “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até o fim será salvo. e este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim.” (Mt. 24: 12 a 14). Isto significa que em toda a terra, nos lugares mais distantes  tomarão conhecimento da Palavra de Deus, pois Ele não é injusto. A palavra anjo significa mensageiro, estes três anjos também representam o povo que tem feito voto de espalhar a mensagem do Evangelho, afinal, Jesus deixou esta incumbência aos seus discípulos, e a todos quantos foram alcançados pelo Evangelho anunciado pelos seus discípulos de cidade em cidade. E a ordem é; até aos confins da terra. Passemos agora ao segundo anjo; “E outro anjo seguiu dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição.” (Ap. 14: 8). Para melhor entender a história, ou a origem desta cidade chamada Babilônia, pois estamos vendo pela primeira vez citada por João em Apocalipse. Esta cidade foi fundada por um homem chamado Ninrode, isto está escrito em Gênesis capitulo 11, vem daquela construção da torre de Babel; e a Trindade Santa disse: “Eia desçamos, e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro.  Assim o Senhor os espalhou dali sobre a face de toda a terra; e cessaram de edificar a cidade. Por isso se chamou o seu nome Babel,” (Gn. 11: 7 a 9). Dali,  procederam-se as misturas mil, de Babel se estendeu seu nome para Babilônia. Dentre as misturas, vem a religião irmanada as políticas abomináveis. Mas o segundo anjo saiu proclamando caiu, caiu Babilônia, isto vem representando todos os movimentos religiosos que se desviaram da verdade e a cada minuto, as denominações evangélicas dia e noite desafiando ao Senhor, os falsos pastores já nem sabem mais o que fazer para denegrir o Santo Evangelho trazido pelo primeiro anjo, os crentes não passam de crentes caídos na Babilônia,  pois, não querem nada com o verdadeiro cristianismo, estamos presenciando crentes apostatados na fé, por não darem credito aos Escritos Sagrados. Por esta razão formou-se uma verdadeira Babilônia no meio dos crentes. As práticas mundanas atuando dentro dos Templos.  Mas prossigamos em saber qual foi o anuncio feito pelo terceiro anjo?  “Seguiu-se o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na sua testa, ou na sua mão, também o tal beberá  do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. Aqui está a paciência dos santos: Aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus.” (Ap. 14: 9 a 12). Sentimos nesta mensagem que; os três anjos que João viu, voando pelo meio do céu representam os que ainda  saem mundo a fora pregando, anunciando as Boas Novas de salvação, pois, todos nós entendemos muito bem que a palavra anjo significa mensageiro. Ele, o Senhor Jesus tem confiado esta brilhante tarefa de anunciar, apregoar, gritar em praça pública que sua vinda está mais próxima do que se possa imaginar, pois os sinais estão aí. Cada dia está havendo a multiplicação do pecado na face de toda a terra, a todo momento se agrava a situação da inversão de valores, principalmente dos valores morais, pode-se contar nos dedos as famílias constituídas por Deus na face da terra, não há mais formação de famílias nos parâmetros Divinos, não há Temor ao Sagrado, a menina antes de completar 15 anos já perdeu a virgindade no  inferno chamado funk. Os meninos menores de idade de arma na mão e a droga na ideia, e os meios de comunicação dando todo aval, se viram contra as autoridades policiais, defendendo toda sorte de imoralidades, o mundo virou numa grande Babilônia!!! Mas onde está o povo de Deus?  Na Babilônia também, pois o mundo entrou nos “templos” a mulherada que se diz crente em Jesus vestidas de homem, adornadas tal qual Jezabel, o comercio dentro dos templos, os envelopes da prosperidade voando nas mãos dos cães gulosos, que são os pastores da atualidade  e assim vai. Mas o segundo anjo saiu gritando: Caiu, caiu Babilônia! Portanto meditemos bem nesta mensagem dos anjos, pois esta mensagem é para os poucos que ainda estão dando Glorias a Jesus, com suas vidas ou seja, de corpo, alma e espírito guardando o Temor ao Senhor, sair e realizar o que aqueles três anjos nos ensina nesta lição, pois somos mensageiros e queremos e precisamos sair, ir por toda a parte pregar bem alto que Jesus vem, embora não saibamos nem o dia nem a hora, mas temos certeza que Ele vem nas nuvens do Céu como está predito; aquela mesma nuvem que o ocultou quando ali no monte das Oliveiras seus discípulos o viram subir. “E estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois varões vestidos de branco, os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentro vós foi recebido no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” (At. 1: 9 a 11). Assim como os discípulos, estamos aguardando este evento trabalhando na seara, apregoando nas praças públicas e onde o Senhor nos enviar, pois pelos acontecimentos citados acima, verdadeiramente o pecado vem se multiplicado a cada momento, diz as Escrituras que o pecado cheira mal às narinas do Senhor. Assim grande ensinamento nos tem dado o capitulo 14 de Apocalipse. Amem!

sexta-feira, 29 de novembro de 2019

MANJEDOURA QUERIDA / Maria da Gloria


MANJEDOURA QUERIDA

Manjedoura em vastos pastos
Lugar simples e acolhedor
Ao receber meu Salvador
Fez com que toda a natureza
Se enchesse da mais rara beleza!
O Rei dos reis ali nasceu
Para salvar você e eu
Entre os animais
Onde ninguém jamais
Poderia imaginar.
Sem luxo, sem riqueza,
Livre para libertar
Os cativos do pecado
Nasce o Bem amado.
Que exemplo maravilhoso!
Que paz. Que Luz
Irradia o Bom Jesus!
Àqueles que preocupados ficam
Em aparências, luxo riqueza,
Quando na verdade toda a beleza
Está no mais simples e aconchegante
Na Manjedoura o pequeno infante
Trás aos homens de boa vontade
A paz tão almejada.
Assim nos alegramos em mais um ano que se finda
Em nossa pequena Manjedoura
Onde aguardamos ainda
A volta do Salvador
Que com tanto amor
Tem nos conservado.
São 30 anos que se vão
Aqui nesse chão.
Sem luxo, sem riqueza,
Porém sentimos no Espírito toda a beleza
Que nos é concedida.
Minha Manjedoura querida!

terça-feira, 26 de novembro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / O CORDEIRO E SEUS REMIDOS! - Lição: 8

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 01 –.12 – 2019.
Titulo da Lição: O CORDEIRO E SEUS REMIDOS!
Lição: 8
Texto Áureo: “Eu porém ungi o meu Rei sobre o meu santo monte de Sião  (Sl. 2: 6).

Leitura Bíblica em classe:        20 – 74 –  HC                      (Hb. 12: 12 a 25)

12 – Portanto tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados,
13 – E fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja se não desvie inteiramente, antes sejas sarado.
14 – Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor:
15 – Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem.
16 – E ninguém seja fornicário, ou profano, como Esaú, que por um manjar vendeu o seu direito de primogenitura.
17 – Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a benção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou.
18 - Porque não chegastes ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e as trevas, e à tempestade.
19 – E ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais;
20 – Porque não podiam suportar o que se lhes mandava: se até um animal tocar o monte, será apedrejado.
21 – E tão terrível era a visão que Moisés disse: Estou todo assombrado, e tremendo.
22 – Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos;
23 – À universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;
24 – E a Jesus, o Mediador duma Nova Aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel.
25 – Vede que não rejeiteis ao que fala; porque se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus.

 Titulo da Lição:  O CORDEIRO E SEUS REMIDOS!

Definição: Prossigamos nosso estudo no Livro da Revelação, com um único objetivo; colocar em prática tudo que temos aprendido, pois se trata do futuro da Igreja amada de Jesus. Chegando ao capitulo 14 de Apocalipse, após as lições anteriores que tem nos deixado um grande aprendizado sobre o número da besta. E esta besta representa todos os que rejeitam a Palavra de Deus, os que se desviam do caminho Santo dando as costas para o Senhor, na verdade estão se preparando para a grande tribulação. Estamos vivendo os finais dos tempos, é notório a  multiplicação dos pecados em toda face da terra, muitos dizem que sempre foi assim, mas nós que passamos a meditar nas Sagradas Letras, vamos encontrando dentro da única Verdade que temos nas mãos, ou seja, os Escritos Sagrados, a confirmação sobre a multiplicação do pecado na face de toda a terra. A Bíblia afirma que surgiria o anticristo, o que é o anticristo? Vejamos o que o apóstolo João declara em sua primeira carta: “Filhinhos, é já a última hora: e como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se tem feito anticristos: por onde conhecemos que é já a última hora. Saíram de nós, mas não eram de nós; porque, se fossem de nós, ficariam conosco: mas isto é para que se manifestasse que não são todos de nós.” (1 João 2: 18, 19). Portanto o anticristo é o opositor, e o opositor, é o diabo, e este tal só não exerce seu poder naqueles que verdadeiramente receberam a Jesus como Salvador, a estes o diabo vai tentar, mas não vai vencer, porque o que foi lavado e remido pelo Sangue do Cordeiro será sempre VENCEDOR! Mas voltemos ao capítulo 14 de Apocalipse: “E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte de Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escritos o nome dele e o de seu Pai. E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas.” (Ap. 14: 1, 2). Mais uma vez a voz do trovão é a voz do Todo Poderoso, vejamos o que está escrito num dos livros do profeta Samuel: “Os que contendem com o Senhor serão quebrantados; desde os céus trovejará sobre eles: o Senhor julgará as extremidades da terra: e dará força ao seu rei, e exaltará o poder do seu ungido.” (I Sm. 2: 10). No Apocalipse, vozes e trovões saem do trono de Deus. Mas prossigamos na meditação deste capitulo 14 de Apocalipse que nos relata o que em breve acontecerá. Este capítulo 14 do versículo 1 a 5 nos mostra a alegria do Senhor pelos cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra, estes são, o remanescente dos judeus. Na verdade Jesus veio para o que era seu, mas os seus não receberam, houve então aquela ordem maravilhosa que tantas vezes temos aprendido: “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra.” (At. 1: 8). Nós os gentios fomos alcançados. Na verdade a Promessa não era para nós, mas através da Nova Aliança que  foi decretada lá no Jardim quando o homem pecou por não querer obedecer aos Mandamentos do Senhor. O pecado vem de longe, veio daquele belo casal, que ouviam a Palavra do Senhor todas as viradas da tarde, era o Culto Vespertino, neste Culto eram ministradas a Palavra de Deus, pelo próprio Criador, nem assim aquela primeira família guardou a Doutrina do Senhor, e a consequência foi desastrosa, pois sem a aplicação da Palavra Santa no seio da família acontece o que aconteceu lá na casa de Adão e Eva, a desavença entre os irmãos, Caim matou seu irmão Abel, com requintes de crueldade, premeditadamente, e este pecado original está bem vivo no meio de muitas famílias que se diz crente, pai e mães facciosos, aplicando as facções dentro de casa, ou seja; cada um que se vire da melhor maneira possível, por exemplo; na hora das refeições cada um vai nas panelas e faz o seu prato, não há aquele procedimento que o Senhor deixou escrito em sua Palavra; vejamos: “BEM-AVENTURADO aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos: feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa.” (Sl. 128: 1 a 3). Como está na tua casa? Está brilhando como a Luz? Se na tua casa tem o Fio de escarlate, lá tem Jesus. Mas prossigamos no capitulo 14; quando nos diz acerca dos três anjos que proclamaram os juízos de Deus: “E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para o proclamar  aos que habitam sobre a terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo. Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe gloria; porque vinda é a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.” (Ap. 14: 6, 7). Esta fala é do primeiro anjo, vemos que ele de primeira trás o Evangelho Eterno, atentemos para o cuidado em guardar e praticar este Evangelho, é ordem do Senhor Todo Poderoso, acabamos de ler a respeito de como devemos ordenar bem a nossa casa, principalmente as mulheres agraciadas pelo Senhor com todos os dons de ordem domesticas, cuidadosas com o seu lar, em Provérbios cap. 31 ali está a descrição perfeita da mulher virtuosa, dona de casa, esposa, mãe, e até os seus predicados artesanais, se for preciso trabalhar na roça, na plantação, ela faz também, mas vamos prosseguir agora com o segundo anjo: “E outro anjo seguiu dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua prostituição.” (Ap. 14: 8). Então vemos que, o primeiro anjo trazendo o Evangelho eterno, mas o povo continuou a pecar, não deram ouvidos á Palavra de Deus, a consequência logo vem, todos caíram no pecado, isto é bem atual, não há mais pastores na face da terra, estamos presenciando com tristeza o estado do povo que se dizendo crentes, transgredindo diariamente os Escritos Sagrados, os que se apresentam como pastores, só pregam prosperidades, estes tais são os cães gulosos, não podem fartar. São pastores que nada sabem ... 

terça-feira, 19 de novembro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / 666 O NUMERO DE UM HOMEM! - Lição: 7

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 24 –.11 – 2019.
Titulo da Lição: 666 O NUMERO DE UM HOMEM!
Lição: 7
Texto Áureo: “O meu reino não é deste mundo   (Jo. 18: 36).

Leitura Bíblica em classe:        144 – 306 –  HC                      (Deut. 6: 1 a 16)

1 – ESTES, pois, são os mandamentos, os estatutos e os Juizos que mandou o Senhor vosso Deus para se vos ensinar, para que o fizésseis na terra a que passais a possuir;
2 – Para que temas ao Senhor teu Deus, e guarde todos os seus estatutos e mandamentos, que eu te ordeno, tu, a teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida, e que teus dias sejam prolongados.
3 – Ouve pois, ó Israel, e atenta que os guardes, para que bem te suceda, e muito te multipliques, como te disse o Senhor Deus de teus pais, na terra que mana leite e mel.
4 – Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.
5 – Amarás pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder.
6 – E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
7 – E as intimarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.
8 – Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por testeiras entre os teus olhos.
9 – E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.
10 – Havendo-te pois o Senhor teu Deus introduzido na terra que jurou a teus pais, Abraão, Isque e Jacó, te daria, grandes e boas cidades que tu não edificaste.
11 – E casas cheias de todo o bem, que tu não encheste, e poços cavados que tu não cavaste, vinhas e olivais, que tu não plantaste, e comereis, e te fartareis,
12 – Guarda-te, e que não te esqueças do Senhor, que te tirou da terra do Egito da casa da servidão.
13 – Ao Senhor teu Deus temerás, e a ele servirás, e pelo teu nome jurarás.
14 – Não seguireis outros deuses, os deuses dos povos que houver à roda de vós.
15 – Porque o Senhor vosso Deus é um Deus zeloso no meio de ti, para que a ira do Senhor teu Deus se não acenda contra ti, e te destrua de sobre a face da terra.
16 – Não tentareis o Senhor vosso Deus, como o tentaste em Massá.


Titulo da Lição:  666 O NÚMERO DE UM HOMEM!

Definição: Dando prosseguimento ao nosso estudo, ainda no capitulo 13 de Apocalipse, versículos 15 a 17: “E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta. E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas; Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o numero do seu nome.” Antes de passarmos a lição, vamos esclarecer algumas questões importantes para nosso aprendizado; na lição anterior aprendemos que mar em Apocalipse simboliza; povos, multidões, línguas e nações, hoje vamos aprender que todos os animais ou seja, as bestas feras vistas por João significam reis e reinos, e poderios. Mas nesta lição temos pela frente um assunto que para muitos tem se tornado enigmático; estamos falando sobre a besta que tem um numero a ser calculado. Vejamos: “Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o numero da besta; porque é o úmero de um homem, e o seu numero é seiscentos e sessenta e seis.” (Ap. 13: 18). Somos; corpo, alma e espírito, três em um, portanto, criados ou melhor, confeccionados pelas mãos do Criador no sexto dia da criação de todas as coisas, o Criador ao criar Céus e terra viu que tudo era bom, mas ao confeccionar o homem com suas próprias mãos, Ele amou este homem e deu-lhe todo o poder na terra, mas este homem pecou e foi expulso do Paraíso. Mas voltemos a meditar ao que para muitos tornou-se um enigma, mas para nós que fazemos menção do Nome do Senhor sabemos muito bem que no mundo das trevas, há também uma trindade satânica embora já esteja julgada, e a sua carreira é de total perdição, vejamos o que nos diz as Sagradas Letras: “Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, se eu for, enviar-vos~ei. E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo. Do pecado, porque não crêem em mim; Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais; E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.” (Jo. 16: 7 a 11). Aí está a confirmação nas Palavras ditas por Jesus Cristo nosso amado Salvador. O diabo quando quis se igualar a Deus foi precipitado das alturas, como bem já conhecemos a história. Mas voltando a trindade satânica, ela se resume em ser príncipe das potestades do ar, sem pouso, sem nenhuma morada, vive sobrevoando os montes onde os crentes que nos engana vão “orar”. São os chamados sátiros; “Mas as feras  do deserto repousarão ali, e as suas casas se encherão de horríveis animais; e ali habitarão as avestruzes, e os sátiros pularão ali.” (Is. 13: 21). Aí está a confirmação, a Palavra do Senhor é inerrante. Mas voltando a trindade satânica, ela se resume em; a besta, o dragão e o falso profeta.  É  muito perigoso o que andam fazendo com as Santas Escrituras, alterando, ou melhor adulterando os Escritos Sagrados, em tudo isto se vê a atuação da besta que subiu da terra. Portanto, não devemos ter nenhuma dúvida acerca do numero da besta que é 666, são três seis, pois como falamos no inicio, somos corpo, alma e espírito, o numero 6 é abaixo do 7, pois o numero 7 é o numero de Deus Pai, criador dos céus e da terra e tudo quanto nela existe, Vem Jesus trazendo o numero 8, pois saiu vencedor para vencer! Não podemos nos esquecer da luta travada das trevas, da trindade satânica por ocasião do nascimento de Jesus, ali incluindo os objetivos satânicos, pois o príncipe das trevas sabia muito bem que Maria seria a precursora da IGREJA amada de Jesus. Para que hoje pudéssemos sair em campo pregando este Evangelho do Reino com alegria, com saúde, com paz no coração. Portanto, três vezes 6 é o numero da besta, mas nós que fazemos menção do Senhor possamos ser três vezes 777 a Perfeição do Senhor, dando a Ele cada dia alegrias e não desgosto. Certa vez no final de um discurso exortativo, muitos que estavam presentes foram dando as costas e saindo, só ficaram os doze, vejamos: “Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim. Este é o pão que desceu do céu: não é o caso de vossos pais, que comeram o maná e morreram: quem comer este pão  viverá para sempre. Ele disse estas coisas na sinagoga, ensinando em Cafarnaum. Muitos pois dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir? Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele. Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos? Respondeu-lhe pois Simão Pedro: Senhor, para quem iremos nós? Tu tens as palavras da vida eterna.” (Jo. 6: 57 a 68). Hoje, nestes dias atuais, quantos tem-se levantado e virando as costas para o Senhor, deixando a sua Congregação, isto também está escrito, interessante que; tudo isto foi predito pelo Senhor, são sinais da besta, ou seja o ante cristo, que trás o numero 666, é o numero de homem, quando se diz homem; são homens e mulheres, praticando toda sorte de rebeliões dentro dos Templos de Jesus. O perigo é que os tais que assim procedem, estão se aprontando para a grande tribulação que acontecerá logo após o arrebatamento da Igreja. Mais uma vez vamos recordar o que tantas vezes temos aprendido nesta Congregação; o Salmo primeiro, praticamente é o resumo de toda a Bíblia Sagrada: Fiquemos apenas com o seu inicio: “BEM-AVENTURADO o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. antes tem o seu prazer na lei do Senhor; e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará. Não são assim o ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha. Pelo que os ímpios não subsistirão no Juízo” (Sl. 1: 1 a 5).  Continua...

terça-feira, 12 de novembro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / É CHEGADO O TEMPO! - Lição: 6

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 17 –.11 – 2019.
Titulo da Lição: É CHEGADO O TEMPO! 
Lição: 6
Texto Áureo: “Vem o fim, o fim vem sobre os quatro cantos da terra  (Ez.7: 2).

Leitura Bíblica em classe:        334 – 48 –  HC                      (Dn. 12: 1 a 13)

1 – E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.
2 – E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.
3 – Os entendidos pois resplandecerão, como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas sempre e eternamente.
4 – E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo: muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.
5 – E eu, Daniel, olhei, e eis que estavam outros dois, um desta banda, à beira do rio, e o outro da outra banda, à beira do rio.
6 – E ele disse ao homem vestido de linho que estava sobre as águas do rio: Que tempo haverá até ao fim das maravilhas?
7 – E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio, quando levantou a sua mão direita, e a sua mão esquerda ao céu, e jurou por aquele que vive eternamente que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo, e quando tiverem acabado de destruir o poder do povo santo, todas estas cousas serão cumpridas.
8 – Eu pois, ouvi, mas não entendi; por isso eu disse: Senhor meu, qual serão o fim destas cousas?
9 – E ele disse: Vai Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim.
10 – Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão.
11 – E desde o tempo em que o continuo sacrifício for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias.
12 – Bem-aventurado o que espera e chega até mil trezentos e trinta e cinco dias.
13 – Tu, porém, vai até ao fim; porque repousarás, e estarás na tua sorte, no fim dos dias.


Titulo da Lição:  É CHEGADO O TEMPO!

Definição: Recapitulando o versículo 17 do capitulo 12, só para confirmar a astúcia do dragão que representa Satanás, diz o verso que o dragão irou-se contra a mulher, ou seja; Maria mãe de Jesus, (hoje ele se ira contra a Igreja de Jesus). Vejamos: “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e tem o testemunho de Jesus Cristo.” (Ap. 12: 17). Dali foi fazer guerra ao resto da sua semente, ou seja; aos que guardam os mandamentos de Deus, e têm o testemunho de Jesus Cristo, ou seja: os que são verdadeiramente Igreja de Jesus! Mas passemos agora para o capitulo 13 de Apocalipse. A besta que subiu do mar: João viu, quando a primeira besta surgiu do mar, quando encontramos a palavra mar nestas demandas de Satanás, temos aprendido que; a palavra mar simboliza; povos, multidões, línguas e nações. Portanto, esta besta se levantou escatologicamente entre o povo de Deus, os crentes, os sinais já estão em nosso meio, não há mais pastores na face da terra, há sim uma enxurrada de mercenários, abrindo salões desordenadamente por toda parte, num comércio total, e o que é pior, levando multidões, um verdadeiro mar de pessoas que, por sua vez nada querem com as Sagradas Escrituras, a fazerem pactos com um único objetivo; ficarem RICOS. O mais triste de tudo isto é que, a nossa saudosa Assembleia de Deus entrou nesta enxurrada, portanto, seja besta, seja dragão é tudo uma coisa só; Satanás e seus demônios tentando aos que não querem se submeter á Palavra de Deus, este povo que anda pra cima e pra baixo, subindo e descendo montes como cabritos, nunca poderão chegar a ser ovelhas de Jesus. Vejamos o que nos diz este capitulo 13 de Apocalipse: “E EU pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia.” (Apocalipse: 13: 1). Fica muito claro que a função destas bestas surgidas tanto da terra como do mar  representam os poderes em toda a terra, desde a antiguidade. No livro do profeta Daniel capitulo 7 aparecem quatro animais que subiam do mar, dos quais o quarto animal permanecerá até o final. Seriam estes tais os seguintes poderes: 1º - da Babilônia; 2º - da Pérsia; 3º - da Alexandria; e o 4º - de Roma. A besta de Apocalipse possui as aparências das quatro bestas do livro de Daniel. Sabemos que, chifres em Apocalipse representam símbolos de poder na terra. Muito se tem para falar sobre esta besta que subiu do mar, o importante é sabermos que pelo que temos visto e ouvido através dos noticiários em todo o mundo, que o cerco cada dia se fecha, caiu totalmente o pudor, a decência, a moral e os bons costumes, o mal dominou por completo, a inversão total dos valores campeando em todo o mundo. João viu também subir da terra, esta segunda besta que vem para incitar a primeira besta; vejamos: “E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada.”  (Ap. 13: 11, 12). Estamos nesta lição,  aprendendo sobre os enigmas contidos na Santa Palavra do Senhor, quando está escrito que, os chifres são símbolos do poder terreno, sete cabeças, isto faz alusão  aos sete montes sobre os quais a Cidade de Roma foi construída, já temos muitas vezes aprendido que o número Sete nas Sagradas Escrituras representa a perfeição, a Primeira Pessoa Deus Pai, vem Jesus trazendo em si o numero Oito, pois Ele é a Segunda Pessoa da Trindade Santa. A questão do “poderio.” Voltando ao domínio de Satanás sobre os povos, as cidades da época, com o passar dos tempos muitas terras foram sendo descobertas, desbravadas incluindo nossa terra chamada Brasil, as hostes espirituais da maldade foram  tomando posse do que não lhes pertence, portanto vamos meditar um pouco na besta que subiu da terra e suas características: “E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro; e falava como o dragão. E exerce todo o poder da primeira besta na sua presença, e faz que a terra e os que nela habitam adorem a primeira besta, cuja chaga mortal fora curada. E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens.” (Ap. 13: 11 a 13). Eis aí as características; Satanás quer de toda maneira parecer Deus, pior ainda; quer parecer o Cordeiro, pois, não podemos esquecer a luta que se travou por ocasião do nascimento de Cristo. Mas vencendo vem Jesus!!! Esta besta que subiu da terra, por falar em subir, caracteriza o inferno que está em baixo da terra, Verdadeiramente a Palavra do Senhor é inerrante! É necessário que estejamos cada dia comendo desta Palavra para não cair nas malhas de Satanás. Vamos continuar a meditação: Esta besta que subiu da terra faz com que os homens adorem a primeira besta, pois a primeira, a que subiu do mar só tem olhos para os bens materiais, esta besta tem possuído os homens e também as mulheres que se intitulam pastoras a induzirem o povo olhar somente para os bens materiais, o negócio é ficar rico. E já  temos em nosso meio, ou seja na terra, denominações que fazem pactos com a besta que subiu do mar, logo após o pacto com menos de dois meses já estão ficando ricos, se tornando empresários, se verdade ou mentira, pelo menos estão apregoando uma falsa doutrina, ou seja, a doutrina da prosperidade. É como um passo de mágica, a indução da besta e fazê-los empresários, ninguém fala sobre a riqueza da Salvação da alma, isto não, ninguém prega o arrebatamento da Igreja que, a cada dia se aproxima, a Bíblia Sagrada fechada. Sem se falar das alterações que os Escritos Sagrados já tem sofrido. Verdadeiramente esta besta que subiu do mar confunde os homens com sua aparência, esta besta usa elementos que parecem ser de cunho religioso para fazer política e ter a aparência religiosa, portanto estas bestas quer seja da terra ou do mar é de caráter  religioso, espiritual, um verdadeiro engano em toda terra.

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / A SÉTIMA TROMBETA! - Lição: 5


LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 10 –.11 – 2019.
Titulo da Lição: A SÉTIMA TROMBETA! 
Lição: 5
Texto Áureo: “Sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor   (I Corint. 15: 58).

Leitura Bíblica em classe:        75 – 488 –  HC                      (I Cor. 15: 45 a 58)

45 – Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente: o último Adão em espírito vivificante.
46 – Mas não é primeiro o espiritual, senão o animal; depois o espiritual.
47 – O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor é do céu.
48 – Qual o terreno, tais são também os terrenos; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
49 – E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
50 – E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção.
51 – Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade nem todos dormiremos,  mas todos seremos transformados.
52 – Num momento, num abri e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
53 – Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
54 – E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.
55 – Onde está, ó morte o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
56 – Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
57 – Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
58 – Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.


Titulo da Lição:  A SÉTIMA TROMBETA!

Definição: Passemos agora a meditação e consequentemente procurando cumprir os Mandamentos do Senhor, pois a Palavra do Senhor é uma só, repleta de ensinamentos os quais nos preparam para ter o encontro com o Senhor nos ares, conforme está escrito. Damos inicio a esta lição recebendo ensinamentos preciosos! Por exemplo: O livro de Apocalipse foi escrito pelo Apóstolo amado do Senhor, na mesma época da fundação da Igreja do Senhor, e do Novo Testamento. Sabemos que Apocalipse significa: O Livro da Revelação das coisas que em breve hão de acontecer. Passemos então a meditar sobre a sétima trombeta, recordando que no livro de Corinto o Apostolo Paulo inspirado pelo Santo Espírito disse: “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” (I Cor. 15: 52). Podemos ainda ver em Ap. 11: 15: “E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.” Nesta parte encerramos o capitulo 11, passando assim para o capitulo 12 que vem nos trazendo grandes profundidades nesta questão da mulher e o dragão. Quem será esta mulher? Há muitas versões sobre esta questão, os Cãnones católicos afirmam que esta mulher é Maria, a mãe do Redentor, é indiscutível que Maria Santíssima está não só incluída, mas representando a Igreja de Jesus, pois, cumpriu com toda humildade e dedicação a sua chamada Especial; Ser a mãe do Salvador! E bem sabemos que o plano Divino teve inicio lá no Éden vejamos: “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente: esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” (Gn. 3: 15). Então vemos aqui a primeira profecia acerca da IGREJA lá no Jardim do Éden, logo após aquele casal ter transgredido a ordem do Senhor. Mas dando continuidade a questão do que está escrito em Apocalipse, cap. 12, tem como título: A mulher e o dragão, este tal dragão é Satanás. Voltando a Maria mãe de Jesus, ela está incluída entre as salvas em Jesus Cristo, e não podemos esquecer que ela; não somente faz parte da Igreja, ela representa a Igreja de Jesus!  Vejamos nos dois primeiros versos do cap. 12: “E VIU-SE um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua de baixo de seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça. E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar a luz.” (Ap. 12: 1, 2). É certo que Satanás fez de tudo para infernizar o nascimento do Salvador, conhecemos muito bem a história de seu nascimento, Satanás incitando Herodes e etc. Mas o importante neste capitulo 12, é que podemos muito bem associar a Pessoa de Maria mãe do Salvador sendo não somente a mãe, mas a Representante da Igreja de Jesus, ou seja, os salvos em Jesus Cristo, quer seja homens, mulheres, jovens e crianças convictos seguindo e cumprindo as Sagradas Escrituras. Vamos citar mais um exemplo sobre Maria a mãe do Salvador: “E AO terceiro dia, fizeram-se umas bodas em Caná da Galiléia: e estava ali a mãe de Jesus. E foi também convidado Jesus e seus discípulos para as bodas. E, faltando o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não tem vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher; que tenho eu contigo? ainda não é chegada a minha hora. Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser.” (Jo. 2: 1 a 5). Eis aí a irmã Maria evangelizando, aconselhando aqueles serventes, pois de que maneira aqueles empregados ali poderiam obedecer a ordem de um simples convidado? Portanto, o capitulo 12 de Apocalipse, nos revela a situação de todo aquele que recebe a Jesus como Único e suficiente Salvador, e segue todos os seus Mandamentos torna-se Igreja amada de Jesus. Tudo isto teve inicio lá no Éden, após a queda do homem. Eis a razão de tanta perseguição de Satanás contra a Igreja amada de Jesus. Prossigamos no capitulo 12 e veremos quão grande a fúria do Diabo na ocasião do nascimento de Jesus: “e o dragão parou diante da mulher que havia de dar a luz, para que dando ela a luz, lhe tragasse o filho. E deu a luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono. E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.” (Ap. 12: 4 a 6). Esta é a situação atual dos que hoje são Igreja de Jesus, vivemos acuados, reprimidos, pois toda sorte de imundícia está em nossas portas, é por esta razão que dentro de nossas casas de morada não podemos coabitar com o pecado, basta o que está lá fora para atormentar a Igreja de Jesus que somos nós. Recordemos o que nos diz o Salmo 1: “BEM-AVENTURADO o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos  pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor; e na sua lei medita de dia e de noite.” (Sl. 1: 1, 2). Vejamos agora que interessante é o término, ou seja; o fechamento deste capitulo 12 de Apocalipse: “E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus, e tem o testemunho de Jesus Cristo.” (Ap. 12: 17). Então vemos aqui com toda clareza a descrição e a proporção da ira de Satanás contra a Igreja de Jesus que ainda está nesta terra, ele está fazendo guerra dia e noite, incansavelmente, e a sua preferência são os que ainda procuram guardar os Santo Mandamentos do Senhor, os crentes vira-latas ele já perverteu, mas ele agora quer derrubar os que ainda estão procurando seguir os passos de Jesus. A estes ele lança de tudo um pouco, ele não é onisciente, mas é observador, não nos perde de vista buscando uma fraqueza nossa, é preciso se entregar a Jesus com Fé e coragem, se não seremos presa fácil do diabo, ele é especialista em colocar embaraços, em fim; Todos os frutos da carne estão com ele. Devemos portanto;  tomar posse e nos alimentar dia e noite do Fruto do Espírito Santo. Continuaremos. 

terça-feira, 29 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / AS DUAS TESTEMUNHAS! - Lição: 4

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 03 –.11 – 2019.
Titulo da Lição:  AS DUAS TESTEMUNHAS! 
Lição: 4
Texto Áureo: “Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?.  (I Co. 3: 16).

Leitura Bíblica em classe:        146 – 147 –   HC                         (Sl. 104: 1 a 19)

1 – BENDIZE, ó minha alma ao Senhor: Senhor Deus meu, tu és magnificentíssimo, está vestido de gloria e de majestade.
2 – Ele cobre-se de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina.
3 – Põe nas águas os vigamentos das suas câmaras, faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento.
4 – Faz dos ventos os seus mensageiros, dos seus ministros um fogo abrasador.
5 – Lançou os fundamentos da terra, para que não vacile em tempo algum.
6 – Tu a cobres com o abismo, como com um vestido: as águas estavam sobre os montes;
7 – À tua repreensão fugiram, à voz do teu trovão se apressam.
8 – Sobem os montes, descem aos vales, até ao lugar que para elas fundaste.
9 – Limites lhes traçaste, que não ultrapassarão, para que não tornem mais a cobrir a terra.
10 – Tu, que nos vales fazes rebentar nascentes, que correm entre os montes.
11 – Dão de beber a todos os animais do campo; os jumentos monteses matam com ela a sua sede.
12 – Junto delas habitam as aves do céu, cantando entre os ramos.
13 – Ele rega os montes desde as suas câmaras: a terra farta-se do fruto das suas obras.
14 – Fa crescer a erva para os animais, e a verdura para o serviço do homem, para que tire da terra o alimento.
15 – E o vinho que alegra o coração do homem, e faz reluzir o seu rosto como azeite, e o pão que fortalece o seu coração.
16 – Satisfazem-se as árvores do Senhor; os cedros do Líbano que ele plantou.
17 – Onde as aves se aninham: quanto a cegonha, a sua casa é nas faias.
18 – Os altos montes são um refugio para as cabras monteses, e as rochas para os coelhos.
19 – Designou a lua para as estações: o sol conhece o seu ocaso.

Titulo da Lição:  AS DUAS TESTEMUNHAS!

Definição:  Antes de passarmos para o capitulo 11 de Apocalipse façamos uma rápida observação nos dois últimos versículos do cap. 10: Após João ter tomado e comido o livrinho  da mão do anjo, o Senhor diz a João: “E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis. E FOI-ME dada uma cana semelhante a uma vara: e chegou o anjo, e disse: Levanta-te, e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele adoram.” Vamos aqui discernir esta fala do Senhor, pois em 1 Coríntios 3: 16, 17 vemos o seguinte: “Não sabeis vós que sois templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.” Que esta questão fique bem clara em nós, pois na verdade, o templo que havia em Jerusalém foi derrubado, bem sabemos a história, Jesus quando por aqui andou falou aos seus discípulos, vejamos: “E QUANDO Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhes mostrar a estrutura do templo. Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada.” (Mt. 24: 1, 2). O que está escrito, está escrito, portanto, o santuário de Deus, descrito em Apocalipse capitulo 11, é construído dentro de nós e de todos  que tem recebido a Jesus como único e suficiente Salvador.  Então no capitulo 11 a partir do verso 3 já começamos a ver a referencia às duas testemunhas. Há muita especulação sobre estas testemunhas, mas para nós que fazemos menção do Nome do Senhor podemos bem discernir estas duas testemunhas pelos seus Atos e Fatos vividos na terra. Vejamos o que nos um diz os versos 3 e 4 do cap. 11: “E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco. Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.” Para melhor entender quem são, observemos os seus feitos  enquanto estavam na terra: “Estes tem poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e tem poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.” Estas características nos lembram de quem? Elias e Moisés. Ambos andavam vestidos com vestes rústicas, pois no deserto é a veste mais apropriada para o clima, ambos foram arrebatados aos céus, não passaram pela morte física, temos ainda mais um sinal Maravilhoso escrito no Evangelho de Mateus, vejamos o que está escrito acerca do monte da transfiguração: “SEIS dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte. E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e os seus vestidos se tornaram brancos como a luz. E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.” (Mt. 17: 1 a 3). Não sabemos o que eles falaram com Jesus, mas voltando ao Livro de Apocalipse, vamos dando sequencia a este estudo tão importante. Importante  também é a maneira de  como o Senhor se refere a eles; vejamos o verso 4 do capitulo 11: “Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.” Há coisas que as vezes nos questionamos, porque Jesus não levou os doze que andavam com Ele ao monte da transfiguração? Não eram todos discípulos? Vamos dar prosseguimento a neste estudo e  veremos a seguir  que; quando estas duas testemunhas acabarem de testemunhar, a besta que sobe do abismo lhes fará guerra, e os vencerá e os matará. Mas no verso 8 vejamos: “E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado. E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos sejam postos em sepulcros. Este episódio é por demais Maravilhoso, pois como Cristo passou pela morte, mas ao terceiro dia Ressuscitou. Ali nos diz o verso 10 que o povo se alegrará, sim pois estamos estudando as coisas que ainda irão acontecer, e esta certeza muito nos alegra, pois, se fomos justificados por Cristo através dos seus Escritos, estávamos mortos em nossos pecados e delitos, como não crer nestas Profecias? Vejamos o versículo 11 do cap. 11: “E depois daqueles três dias e meio o espírito de vida, vindo de Deus, entrou neles; e puseram-se sobre os seus pés, e caiu grande temor sobre os que o viram. E ouviram uma grande voz do céu que lhes dizia: Subi cá. E subiram ao céu em uma nuvem:  e os seus inimigos os viram.”  Dali houve um grande terremoto e diz que caiu a décima parte da cidade. E houve uma parte do povo que ficou atemorizado e deram gloria ao Deus do céu. Isto nos faz pensar em salvação para esta pequena parte que naquele momento reconheceu e glorificou a Deus. Vamos agora meditar um pouco na questão do verso 8 do capitulo 11: É citado neste versículo duas cidades; Sodoma e Egito sendo que;  Egito é um país, mas o que importa é o que o Senhor quer passar para nós, são os pecados que marcaram não somente estes dois lugares, quer seja cidades ou países, que se espalhou  no mundo inteiro chegando até nós. Egito com seus crimes hediondos, Sodoma com suas prostituições sem medida, sem censura, sem vergonha, em fim; uma devassa! Mas como está escrito: Jesus vem! e virá numa hora em que ninguém espera, será como está escrito: “Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.” (Mt. 24: 27). Portanto, estejamos preparados, principalmente alegres, pois a alegria do Senhor para conosco é e será para sempre a nossa força. Sem esta alegria não seremos dignos de coisa alguma da parte do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Vejamos agora o soar da sétima trombeta: “E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo sempre.” (Ap. 11: 15). Continuaremos... 

terça-feira, 22 de outubro de 2019

LIÇÕES BÍBLICA / OS TRÊS ANJOS FORTES! - Lição: 3

LIÇÕES BÍBLICA

Classe: “Ovelhas do Bom Pastor.”
Data: 27 – 10 – 2019.
Titulo da Lição: OS TRÊS ANJOS FORTES!
Lição: 3
Texto Áureo: “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra.  (Ap. 22: 12).

Leitura Bíblica em classe:        416 – 442 –   HC                        (Sl. 79: 1 a 13)

1 – Ó DEUS, as nações entraram na tua herança; contaminaram o teu santo templo; reduziram Jerusalém a montões de pedras.
2 – Deram os cadáveres de teus servos por comida às aves dos céus, e a carne de teus santos às alimárias da terra.
3 – Derramaram o sangue deles como água ao redor de Jerusalém, e não houve quem os sepultasse.
4 – Estamos feitos o opróbrio dos nossos vizinhos, o escárnio e a zombaria dos que estão à roda de nós.
5 – Até quando Senhor? Indignar-te-ás para sempre? Arderá o teu zelo como fogo?
6 – Derrama o teu furor sobre nações que te não conhecem, e sobre os reinos que não invocam o teu nome.
7 – Porque devoraram a Jacó, e assolaram as suas moradas.
8 – Não te lembres das nossas iniquidades passadas: apressa-te e antecipem-se-nos as tuas misericórdias, pois estamos muito abatidos.
9 – Ajuda-nos; ó Deus da nossa salvação, pela gloria do teu nome: e livra-nos, e perdoa os nossos pecados por amor do teu nome.
10 – Porque diriam os gentios: Onde está o seu Deus? Torne-se manifesta entre as nações, a nossa vista, a vingança do sangue derramado dos teus servos.
11 – Chegue à tua presença o gemido dos presos; segundo a grandeza do teu braço, preserva aqueles que estão sentenciados a morte.
12 – E aos nossos vizinhos, deita-lhes no regaço, setuplicadamente, a sua injuria com que te injuriaram, Senhor.
13 – Assim nós, teu povo e ovelhas de teu pasto, te louvaremos eternamente de geração em geração cantaremos os teus louvores. 



Titulo da Lição: OS TRÊS ANJOS FORTES!

Definição:  Prosseguindo neste estudo profundo do Livro do Apocalipse, veremos nesta lição o momento em que mais uma vez contemplamos a interrupção, ou um intervalo nas séries de Sete. Desta vez há uma interrupção entre a sexta e a sétima trombeta. Passemos para o capítulo 10 de Apocalipse: “E VI outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo: E tinha na sua mão um livrinho aberto, e pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra; E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.” (Ap. 10: 1, 3). Três anjos fortes aparecem neste Livro em estudo, no capitulo 5 vemos a primeira citação ao anjo forte: “E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos?” (Ap. 5: 2). Esta expressão é bem característica de nosso amado Jesus, fala com autoridade, pois, já foi coroado como Rei dos reis e Senhor dos senhores! João viu. Outra característica que não deixa dúvidas é a questão da Nuvem, há uma Nuvem que o acompanha desde a sua Ressurreição, “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra. E quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado ás alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.” (At. 1: 8, 9). Para confirmar; Jesus quando por aqui andou, num de seus sermões falou acerca de sua vinda aos seus discípulos, dizendo como seria, vejamos: “Ora, naqueles dias, depois daquela aflição, o sol se escurecerá, e a lua não dará a sua luz. E as estrelas cairão do céu, e as forças que estão nos céus serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem nas nuvens, com grande poder e glória. E ele enviará os seus anjos, e ajuntará os seus escolhidos, desde os quatro ventos, da extremidade da terra.” (Mr. 13: 24 a 27). Estas foram as Palavras ditas pelo próprio Senhor Jesus, muito bem explicadas, aliás; desde a primeira vez que nuvens surgem na Bíblia, há uma forte união entre elas e a Gloria e o Poder de Deus, as nuvens são mencionadas na Bíblia centenas de vezes no Antigo Testamento. Vejamos quando isto passou a acontecer: “O meu arco tenho posto na nuvem, este será por sinal do concerto entre mim e a terra. (Gn. 9: 13), neste verso o Senhor se refere a terra, mas no verso 16 Ele já se refere ao homem, vejamos: “E estará o arco nas nuvens, e eu o verei, para me lembrar do concerto eterno entre Deus e toda alma vivente de toda carne, que está   sobre a terra.” Este que fala nestes versículos é claro que é JESUS! Portanto há uma forte ligação entre elas e o Criador. ficaríamos a lição inteira falando sobre as nuvens. Prossigamos no cap. 10: 2: “E tinha na sua mão um livrinho aberto, e pôs o seu pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra;” Eis aí o terceiro anjo forte, vejamos o que nos diz o verso 3: “E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.” Nem podemos imaginar o poder deste anjo, demonstrando neste ato de colocar um pé no meio do mar e outro no meio da terra, demonstra o domínio que tem sobre toda a terra. E tinha um livrinho em sua mão, e bradou com grande voz, rugindo como um leão, nesse momento os sete trovões fizeram soar as suas vozes; vejamos: “E, sendo ouvidas as suas vozes, eu ia escrevê-las, e ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões falaram, e não o escrevas.” (Ap. 10: 4). Prosseguiremos agora com mais uma série de sete, os sete trovões; interessante que nós que fazemos menção da Palavra do Senhor, temos até certas experiências com trovões, mensagens podem ser transmitidas pelo som do trovão, a natureza é viva, pois quem a criou vive para todo sempre! Nas Sagradas Escrituras por diversas vezes trovões acompanharam os castigos enviados por Deus: Vejamos “Então disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão para o céu, e haverá saraiva em toda a terra do Egito, sobre os homens e sobre o gado, e sobre toda a erva do campo na terra do Egito. E Moisés estendeu a sua vara para o céu, e o Senhor deu trovões e saraiva, e fogo corria pela terra do Egito.” (Ex. 9: 22, 23). Um segundo exemplo: “E sucedeu que, estando Samuel sacrificando o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel: e trovejou o Senhor aquele dia com grande trovoada sobre os filisteus, e os aterrou de tal modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel.” (I Sam. 7: 10). Prossigamos no cap. 10 verso 4  diz que, João ia escrever o que os sete trovões falaram, mas o Senhor não permitiu que ele escrevesse, podemos muito bem entender a razão do Senhor não permitir que João escrevesse o que os trovões falaram, pois  não teríamos capacidade de compreender todos os pensamentos sublimes do Criador, vejamos o que o Senhor diz no livro do  profeta Isaias “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos  os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Is. 55: 8, 9). Certa vez Moisés disse ao povo que o Senhor revela o que precisamos saber para o servi-lo melhor; Vejamos: “As cousas encobertas são para o Senhor nosso Deus, ora as reveladas são para nós e para nossos filhos para sempre, para cumprirmos todas as palavras desta lei.” (Deut. 29: 29). Mas voltando ao cap. 10, o anjo que estava com um pé no mar e outro na terra, jurou por aquele que vive para sempre que nós bem sabemos, que é o Deus Pai, que não haveria mais demora, para a sua vinda, portanto, o anjo forte com um pé no mar e outro na terra é JESUS CRISTO! No verso 8 João ouviu a voz do Criador dizendo: “Vai e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra.” (Ap. 10: 8). E assim nos certificamos que este Anjo Forte é Jesus Cristo, nosso amado Salvador. E João tomou o livrinho e comeu.