A PORTA ABERTA ESTÁ

A PORTA ABERTA ESTÁ
Culto de Doutrina - terças às 18:30 / Culto de Consagração - quartas às 09:00 / Culto de Libertação - quintas às 15:00 / Evangelização e Culto ao Ar Livre - sábados às 17:00 / Escola Dominical às 09:00 / Culto Público aos domingos às 18:00

Translate

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR / A sabedoria edifica nossa casa!

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR (Textos)
E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
(Prov. 14: 8 a 17).

8 – A sabedoria do prudente é entender o seu caminho, mas a estultícia dos tolos é enganar.
9 – Os loucos zombam do pecado, mas entre os retos há boa vontade.
10 – O coração conhece a sua própria amargura, e o estranho não se entremeterá na sua alegria.
11 – A casa dos ímpios se desfará, mas a tenda dos retos florescerá
12 – Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.
13 – Até no riso terá dor no coração, e o fim da alegria é tristeza.
14 – Dos seus caminhos se fartará o infiel de coração, mas o homem bom se fartará de si mesmo.
15 – O simples dá credito a cada palavra, mas o prudente  atenta para os seus passos.
16 – O sábio teme, e desvia do mal, mas o tolo encoleriza-se, dar-se por seguro.
17 – O que presto se ira fará doidices, e o homem de más imaginações será aborrecido.

(Prov.: 14: 8 a 17).
 
                                    A sabedoria edifica nossa casa! 
         Trazemos hoje para tantos quantos estejam ao alcance de nossa voz, sobre um tema chamado Sabedoria! Dentro das Escrituras Santas encontramos um texto bastante significativo para os dias vividos sobre a face desta terra; vejamos:
     “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.” Esta é uma das grandes realidades, todos nós, seres humanos temos em nós uma falsa realidade em pensar que somos bons, que não fazemos mal a ninguém e etc,  mas na realidade não é bem assim, pelo menos enquanto estivermos na condição de homem natural. Mas o que seria um homem natural? Aquele que foi confeccionado pelas Mãos do Criador no sexto dia da criação,  tendo somente o número 6, por isto é chamado de homem natural. 
        Mas quando, este ser humano recebe em seu coração a Jesus Cristo como Único e Suficiente Salvador, há uma mudança, passa então do número 6 para o 7, pois recebe o Perfeito que o vai agora aperfeiçoar. 7 é a Perfeição de Deus.
         Portanto, pense nisto caro leitor e ouvinte da Palavra de Deus.

terça-feira, 25 de setembro de 2018

LIÇÕES BÍBLICAS / DAVI, CONTINUA VENCENDO! - Lição: 13

LIÇÕES BÍBLICAS
 Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
 Data: - 30 – 09 – 2018.     
Titulo da Lição:            DAVI, CONTINUA VENCENDO!
 Lição: 13
Texto Áureo: “TEM misericórdia de mim, ó Deus, porque o homem procura devorar-me; oprime-me, pelejando todo o dia.” ” (Sl. 56: 1).
                                         
Leitura Bíblica em Classe:       178  – 212 - HC               (Sl. 59: 1 a 17).

1 – LIVRA-ME, meu Deus, dos meus inimigos, defende-me daqueles que se levantam contra mim.
2 – Livra-me dos que praticam a iniquidade, e salva-me dos homens sanguinários.
3 – Pois eis que armam ciladas à minha alma; os fortes se ajuntam contra mim, sem transgressão, minha ou pecado meu, ó Senhor.
4 – Eles correm, e se preparam, sem culpa minha; desperta para me ajudares, e olha.
5 – Tu, pois, ó Senhor, Deus dos exércitos, Deus de Israel, desperta para visitares todas as nações: não tenhas misericórdia de nenhum dos pérfidos que praticam a iniquidade. (Selá).
6 – Voltam à tarde; dão ganidos como cães, rodeando a cidade.
7 – Eis que eles dão gritos com suas bocas, espadas estão nos seus lábios; porque (dizem eles), quem ouve?
8 – Mas tu, Senhor, te rirás deles: zombarás de todos os gentios.
9 – Por causa da sua força eu te aguardarei; pois Deus é a minha alta defesa.
10 – Ó Deus da minha misericórdia me prevenirá; Deus me fará ver o meu desejo sobre os meus inimigos.
11 – Não os mates, para que o meu povo se não esqueça: espalha-os pelo teu poder e abate-os, ó Senhor, nosso escudo.
12 – Pelo pecado da sua boca e pelas palavras dos seus lábios fiquem presos na sua soberba; e pelas maldições e pelas mentiras que proferem.
13 – Consome-os na sua indignação, consome-os, de modo que não existam mais; para que saibam que Deus reina em Jacó até aos fins da terra. (Selá).
14 – E tornem a vir à tarde, e dêem ganidos como cães, rodeando a cidade.
15 – Vagueiem buscando o que comer, e passem a noite sem se fartarem.
16 – Eu porém cantarei a tua força; pela manhã louvarei com alegria a tua misericórdia: porquanto tu foste o meu alto refugio, e proteção no dia da minha angustia.
17 – A ti, ó fortaleza minha, cantarei louvores; porque Deus é a minha defesa, é o Deus da minha misericórdia.
Título da Lição: DAVI, CONTINUA VENCENDO!

Definição: Então, na lição passada vimos que a situação entre Davi e Saul em termos de convivência era a pior possível, pois como nos diz o verso 11 do cap. 18 de I Sam, quando Davi por duas vezes foi livre de ser cravado pela lança de Saul na parede. Davi, ali estava em tempo integral naquela peleja contra o espírito mau que  tomou completamente posse do corpo, da alma e do espírito de Saul. É bom bem atentarmos para esta questão, buscando conhecer de que maneira um ser humano, confeccionado pelas Mãos do Criador, à imagem e semelhança de Deus pode chegar a uma situação tão terrível, a qual Saul chegou, completamente fora de si, já sem nenhuma condição de raciocínio, isto acontece simplesmente quando o ser humano não faz uma entrega total de sua vida ao Deus Criador. Vamos recordar o que nos dia o verso 11 do cap. 18 quando Saul completamente possesso, investiu duas vezes atirando com a lança dizendo: “...Encravarei a Davi na parede. Porém Davi se desviou dele por duas vezes.” Muito bem, sabemos que esta voz é de Lúcefer usando a boca de Saul. Agora, antes de prosseguirmos nesta história, vamos meditar um pouquinho na questão possessão maligna: Algumas pessoa muito mal informadas sobre esta questão, lançam toda culpa de seus feitos sobre o diabo e seus demônios, acontece que, a Bíblia Sagrada nos ensina que os procederes de caráter demoníaco não procedem de Satanás nem dos demônios comandados por Satanás, mas sim de nossa própria natureza humana e pecaminosa. Vejamos: “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro: para que não façais o que quereis. Mas se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: Prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gl. 5: 16 a 21). Aí está a condição do homem natural, totalmente inverso ao espiritual, portanto somos nós quando não convertidos ao Santo Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, e não estamos diariamente saboreando este Fruto Maravilhoso do Santo Espírito, facilmente nos tornaremos um Saul nesta vida, completamente possessos de demônios. Houve um homem na terra chamado Jó, o qual o Senhor muito se orgulhou, e diz o texto que Satanás foi ao Céu desafiar o Criador acerca de Jó... “E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. Então o Senhor disse a Satanás: Donde vens? E Satanás respondeu ao Senhor e disse: De rodear a terra e passear por ela. E disse o Senhor a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero e reto, temente a Deus e desviando-se do mal." (Jó 1: 6 a 8). Aí está a condição em que todos os que professam O Santo Nome do Senhor deveriam estar, desviando-se do mal através da prática, ou seja, do alimentar-se com o Fruto do Espírito. Mas isto na vida da maioria dos que se dizem crentes não está acontecendo. Portanto fica bem claro que Satanás só entra e faz morada como fez no corpo físico, mental e espiritual de Saul quando a Palavra do Senhor não é aplicada no dia a dia. Como vimos no texto, todas as vezes que nos reunimos na Casa do Senhor para Cultuá-lo também há a presença dos espíritos malignos, aliás os demônios estão por toda a parte, são tantos que quase se tornam uni presentes de tantos que são. Sempre na observância de nossos atos, na escuta de nossa fala, pois diz a Bíblia que; a boca fala do que está cheio o coração; “Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundancia no coração, disso fala a boca.” (Mt. 12: 34). Palavras de Jesus! Mas nós devemos comer espiritualmente a Palavra do Senhor e coloca-la em prática, não deixando nenhuma brecha para os demônios. Mas vamos dando continuidade no verso 14 do cap.18 de I Sam. “E Davi se conduzia com prudência em todos os seus caminhos, e o Senhor era com ele.” houve ai uma trégua naquela situação do toque de harpa, o verso 15 diz que o Senhor fez com que Saul visse a prudência de Davi, então passou a ter receio dele. Que maravilha! O Senhor está sempre no controle, não permitindo além do que se possa suportar. Davi passou na prova e ficou livre, não da perseguição de Saul, mas agora de uma outra maneira, acabou o compromisso de tocar harpa para que o demônio se retirasse. Davi agora contava com o amor do povo vejamos: “Vendo então Saul que tão prudentemente se conduzia, tinha receio dele. porém todo o Israel e Judá amava a Davi, porquanto saía e entrava diante deles.” (I Sam. 15, 16). Isto não quer dizer que, Saul tenha desistido de matar a Davi, mas agora ele vai continuar tentando pela astúcia, fingindo estar tudo bem, propondo até casamento de uma de suas filhas com Davi: “Pelo que Saul disse a Davi: Eis que Merabe, minha filha mais velha, te darei por mulher; sê-me somente filho valoroso, e guerreia as guerras do Senhor (porque Saul dizia consigo: Não seja contra ele a minha mão, mas sim a dos filisteus). (I Sam. 18: 17). Acontece que Davi sutilmente disse: “Mas Davi disse a Saul: Quem sou eu, e qual é a minha vida e a família de meu pai em Israel, para vir ser genro do rei?” (I Sam. 18: 18). E assim passados os dias, Merabe foi dada por mulher a outro moço a Adriel. Mas Mical, a outra filha de Saul amava a Davi de verdade, quando Saul soube disto não perdeu tempo em começar a tramar a morte de Davi através desta união, vejamos: “Mas Mical, a outra filha de Saul amava  a Davi: o que, sendo anunciado a Saul, pareceu isto bom aos seus olhos. E Saul disse: Eu lha darei, para que lhe sirva de laço, e para que a mão dos filisteus venha a ser contra ele. pelo que Saul disse a Davi: com a outra serás hoje meu genro.” (I Sam. 18: 20, 21). Podemos fazer uma ressalva aqui na questão; possesso ou não? Não, nestas tramas vemos claramente quem era Saul, cheio do fruto da carne. e com isto ele, como está escrito; Saul ultrapassou os feitos dos malignos. (Jr. 5: 28).  Continuaremos...

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR / Confiança em Deus e anelo pela sua presença!

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR (Textos)
E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
(Sl. 27: 1 a 5).
                             
1 – O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O Senhor é a força da minha vida; de quem me recearei?
2 – Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, investiram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram.
3 – Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria: ainda: ainda que a guerra se levantasse contra mim, nele confiaria.
4 – Uma cousa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e aprender no seu templo.
5 – Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão: no oculto do seu tabernáculo  me esconderá: por-me-á sobre uma rocha.
 
 Confiança em Deus e anelo pela sua presença!

       Nesta noite estamos trazendo para você ouvinte da Palavra de Deus, um dos mais lindos Salmos de Davi, o qual nos traz à consciência o grande Amor de Deus e a sua Justiça para conosco, ou seja, para os que reconhecem o grande Amor Divino.
       Desde que o homem pecou lá no Jardim do Éden, foi-nos feita uma Promessa, a de que o Senhor Criador dos Céus e da terra enviaria seu Filho Amado; Jesus Cristo para que derramando seu Sangue morresse numa cruz. 
       E assim aconteceu, toda a humanidade tem conhecimento deste fato, Ele, Jesus fez cumprir a Promessa que nos traz a paz. O profeta Isaias disse acerca do nascimento do Menino Jesus:  “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz.” 
       
Esta Promessa se cumpriu e a grandíssima maioria, ainda não chegou ao pleno conhecimento deste tão grande Amor, aliás, foi exatamente o povo quem gritou pedindo que Pilatos o condenasse Jesus a morte de cruz, e soltasse o bandido Barrabás. Hoje estamos contemplando o resultado: toda a humanidade está entregue ao bandido Barrabas. Mas, todo aquele que hoje receber Jesus como seu Salvador, ficará liberto de Barrabas. PENSE NISTO!

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

LIÇÕES BÍBLICAS / DAVI, SEMPRE VENCEDOR! - Lição: 12

LIÇÕES BÍBLICAS
 Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
 Data: - 23 – 09 – 2018.     
 Titulo da Lição:            DAVI, SEMPRE VENCEDOR!
 Lição: 12
 Texto Áureo: “Clamarei ao Deus altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa” (Sl. 57: 2).                                         
Leitura Bíblica em Classe:         372 – 400 - HC               (Sl. 86: 1 a 17).

1 – INCLINA Senhor, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito.
2 – Guarda a minha alma, pois sou santo, ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia.
3 – Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia.
4 – Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor,  levanto a minha alma.
5 – Pois tu, Senhor, és bom e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para com todos os que te invocam.
6 – Dá ouvidos Senhor, à minha oração, e atende a voz das minhas súplicas.
7 – No dia da minha angústia clamarei a ti, porquanto me respondes.
8 – Entre os deuses não há semelhante a ti, Senhor, nem há obras como as tuas.
9 – Todas as nações que fizeste virão e se prostrarão perante a tua face, Senhor, e glorificarão o teu nome.
10 – Porque tu és grande e operas maravilhas; só tu és Deus.
11 – Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e andarei na tua verdade; une o meu coração ao temor do teu nome.
12 – Louvar-te-ei, Senhor Deus meu, com todo o meu coração, e glorificarei o teu nome para sempre.
13 – Pois grande é a tua misericórdia para comigo; e livraste a minha alma do mais profundo da sepultura.
14 – Ó Deus, os soberbos se levantaram contra mim, e as assembleias dos tiranos procuraram a minha morte; e não te puseram perante os seus olhos.
15 – Mas tu, Senhor; és um Deus cheio de compaixão, e piedoso, sofredor, e grande em benignidade e em verdade.
16 – Volta-te para mim, e tem misericórdia de mim; dá a tua fortaleza ao teu servo, e salva o filho da tua serva.
17 – Mostra-me um sinal para bem, para que o vejam aqueles que me aborrecem, e se confundam, quando tu, Senhor, me ajudares e consolares.

Título da Lição: DAVI, SEMPRE VENCEDOR!

Definição: Vamos assim dando prosseguimento a linda história de um jovem chamado Davi que, desde a mais tenra idade foi ungido pelo Senhor Deus de Israel. Após a grandíssima vitória sobre o gigante Golias... “Assim Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou sem que Davi tivesse uma espada na mão. Pelo que correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha; e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça: vendo então os filisteus, que o seu campeão era morto, fugiram.” (I Sam. 50, 51). Assim, Israel se liberta dos filisteus, em meio a toda esta guerra. Vamos aqui parar um pouquinho e meditar; a questão em que diz que Davi se pôs em pé sobre o gigante, isto é muito significativo pois nos faz parar um pouco e meditar na questão de estar de pé sobre o inimigo, isto é Poder de Deus na vida de Davi, também este mesmo Poder acontece na vida de todos quantos estivem na obediência da Palavra do Senhor. vejamos o que nos diz o Senhor no livro Deuteronômio cap. 28: 13: “E o Senhor te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, quando obedeceres aos mandamentos do Senhor teu Deus, que hoje te ordeno para os guardar e fazer.” É por aí!  Ao contrário de Saul que por não obedecer, fica completamente desorientado pelo diabo. Saul completamente fora de si por conta do espírito mau, possesso, vemos no verso 55 que ele pergunta a Abner de quem era filho aquele mancebo? Não conhecendo Davi. E assim Davi trás em suas mãos a cabeça do gigante, Saul completamente possesso continua sem conhecer a Davi. No capítulo 18, dá-se inicio a amizade entre Jônatas filho de Saul com Davi, isto faz parte das providencias Divinas na vida dos que andam em seriedade diante do Senhor Todo Poderoso, Ele nunca nos deixa só, pois dali para frente seria o inicio da grande perseguição de Saul a Davi. Saul investe contra Davi durante sua perseguição pelo menos doze vezes para matá-lo. Mas voltando um pouco no cap. 18 de I Sam, vejamos: “E SUCEDEU que, acabando ele de falar com Saul, a alma de Jônatas se ligou com a alma de Davi: e Jônatas o amou, como à sua própria alma.” (I Sam. 18: 1). Até aqui, Saul apesar de estar desorientado pelo diabo, nos momentos de lucidez ainda não havia se declarado inimigo de Davi, isto até o momento em que ouve um certo cântico. Então dos versos 2 a 5 Saul desejou que Davi estivesse com ele juntamente ao seu filho Jônatas, porém vejamos o que nos diz o verso 6 do cap. 18: “Sucedeu porém que, vindo eles, quando Davi voltava de ferir os filisteus, as mulheres de todas as cidades de Israel saíram ao encontro do rei Saul, cantando, e em danças, com adufes, com alegria, e com instrumentos de música.” Até aí tudo bem, mas acontece que estas mulheres cantavam enaltecendo a Davi, vejamos: “E as mulheres tangendo, se respondiam umas às outras, e diziam: Saul feriu os seus milhares, porém Davi os seus dez milhares.” Pronto deste momento em diante, Saul se revoltou de tal maneira que; dali para frente a guerra foi travada no coração de Saul, tudo isto porque? A sede de poder, a ganância, e etc. Saul não admitia Davi como rei de Israel, a tal sede de poder, a inveja, a politicagem onde podemos contemplar nos dias atuais, nada mudou, infelizmente existe uma tal, bancada evangélica em nosso pais, onde crentes inescrupulosos fazem parte, contrariando totalmente os Escritos Sagrados, onde está escrito com muita clareza quando o Senhor diz: “Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.” (II Tim. 2: 4). Penso que este texto deixa bem clara a condição dos que se dizendo evangélicos se candidatam à famigerada política. Nós estamos  a várias semanas estudando sobre a questão de toda desgraça no meio do povo que com tanto amor foi tirado do Egito. O Senhor ali, amou aquele povo de tal maneira que não mediu nenhum esforço para os tirar daquela escravidão no Egito. E o Senhor sonhou não medir nenhum esforço para cuidar daquele povo que ele tanto amou, a intenção do Senhor era imediatamente após  a travessia do Mar Vermelho os conduzir diretamente a Canaã, porém na primeira provinha que o Senhor os fez passar, a nota para eles foi ZERO! Vejamos: “Então chegaram a Mara; mas não puderam beber as águas de Mara, porque eram amargas: por isso chamou-se o seu nome Mara. E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber? E ele clamou ao Senhor, e o Senhor mostrou-lhe um lenho que lançou nas águas, e as águas se tornaram doces: ali lhes deu estatutos e uma ordenação, e ali os provou. E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor que te sara. (Ex. 15: 25, 26). aí está, esta foi a primeira prova que aquele povo foi submetido e infelizmente não passou na prova. A maldita murmuração sempre presente na vida dos crentes que não aplica a Palavra do Senhor em seus corações. Dificilmente se ouve uma palavra de oração para agradecer as Graças recebidas do Senhor, estão sempre em luta espiritual, hoje mais do que nunca, pois os Cultos de Doutrina nos templos já há muito deixaram de existir, é só oba, oba, o mundo dentro da Casa de Deus, comercio a todo vapor, até salão de beleza já colocaram dentro dos salões que eles chamam de templo, é uma verdadeira devassa. mas voltando Saul, quando se revoltou totalmente contra Davi por conta do cântico das mulheres, diz o verso 9 do cap. 18 que; desde aquele dia em diante, Saul tinha Davi em suspeita. Dali para frente houve continua luta para Davi com sua harpa a exorcizar a Saul, vejamos: “E aconteceu ao outro dia que o mau espírito da parte de Deus se apoderou de Saul, e profetizava no meio da casa: e Davi tangia a harpa com a sua mão, como de dia em dia: Saul porém, tinha na mão uma lança. E Saul atirou com a lança, dizendo: Encravarei a Davi na parede. Porém Davi se desviou dele por duas vezes.” (I Sam. 18: 10, 11). Que situação! Mas o que estava com Saul temia a Davi, ou seja o diabo, pois Davi era ungido pelo Senhor. portanto estejamos nós na Unção do Senhor e seremos vitoriosos SEMPRE! Continua...

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR / Salmo 32: 1 a 11

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR (Textos)
                       E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR: (Sl. 32: 1 a 11).                           

1 – BEM-AVENTURADO aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
2 – Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.
3 – Enquanto eu me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido todo o dia.
4 – Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.
5 – Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri; dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado. (Selá.)
6 – Pelo que todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar: até no transbordar de muitas águas estas a ele não chegarão.
7 – Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angustia: tu me cinges de alegres cantos de livramento. (Selá).
8 – Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho em que deves seguir; guia-te-ei com os meus olhos.
9 – Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não tem entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio, para que se não atirem a ti.
10 – O ímpio tem muitas dores, mas àquele que confia no Senhor a misericórdia o cercará.
11 – Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós ó justos; e cantai alegremente todos vós que sois retos de coração.
                                                                          
(Salmo: 32: 1 a 11)
                                    
               Nesta noite trazemos para você uma das mais lindas mensagens contidas nas Escrituras Santas, um Salmo que desde o primeiro versículo garante Bem-aventurança  àquele que reconhece que é um pecador e deseja ser perdoado, pois,  a coisa mais difícil para o ser humano é reconhecer que é um pecador.
      Todos nós temos uma tendência em pensar que somos bonzinhos, que não fazemos mal a ninguém, e etc. na verdade, muitas vezes realmente não fazemos mal ao próximo, mas a nós mesmos, quando praticamos, ou falamos, ou até mesmo pensamos de maneira contrária a vontade do Deus Criador.
            Mas qual seria a vontade do Senhor Deus de toda a terra para conosco? Que nós tão somente adquiríssemos um Livro chamado Bíblia Sagrada, e passássemos a cada dia meditar um pouquinho  nos seus Escritos, pois somente neste Livro Santo encontramos respostas para toda e qualquer dúvida em todos os sentidos de nossa vida.  
       Vamos começar pelos Salmos?  Assim você vai começar a entender melhor, se você começar a fazer assim pelas manhãs, antes de começar o seu trabalho, verás que seus dias serão ser mais agradáveis.
         PENSE NISTO! E depois me conte.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

LIÇÕES / DAVI REI DE ISRAEL! - Lição: 11

LIÇÕES BÍBLICAS
 Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 09 – 09 – 2018.     
Titulo da Lição:            DAVI  REI  DE  ISRAEL!
  Lição: 11
Texto Áureo: “PREPARADO está o meu coração” (Sl. 108: 1).
                                         
Leitura Bíblica em Classe:         388 – 148 - HC               (Ex. 15: 1 a 17a).

1 – ENTÃO cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao Senhor; e falaram, dizendo: Cantarei ao Senhor, porque sumamente se exaltou: lançou no mar o cavalo e o cavaleiro.
2 – O Senhor é a minha força, e o meu cântico; ele me foi por salvação; este é o meu Deus, portanto farei uma habitação; ele é o Deus de meu pai, por isso o exaltarei.
3 – O Senhor é varão de guerra: o Senhor é o seu nome.
4 – Lançou no mar os carros de Faraó e o seu exército: e os seus escolhidos príncipes afogaram-se no Mar Vermelho.
5 – Os abismos cobriram: desceram às profundezas como pedra.
6 – A tua destra, ó Senhor, se tem glorificado em potência: a tua destra, ó Senhor tem despedaçado o inimigo.
7 – E com a grandeza da tua excelência derribaste aos que se levantaram contra ti; enviaste o teu furor, que os consumiu como restolho.
8 – E com o sopro dos teus narizes amontoaram-se as águas, as correntes pararam como montão: os abismos coalharam-se no coração do mar.
9 – O inimigo dizia: Perseguirei, alcançarei, repartirei os despojos: fartar-se-á  a minha alma deles, arrancarei a minha espada, a minha mão os destruirá.
10 – Sopraste com o teu vento, o mar os cobriu: afundaram-se como chumbo em veementes águas.
11 – Ó Senhor, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu glorificado em santidade, terrível em louvores, obrando maravilhas?
12 – Estendeste a tua mão direita: a terra os tragou.
13 – Tu, com a tua beneficência, guiaste a este povo, que salvaste: com a tua força o levaste à habitação da tua santidade.
14 – Os povos o ouvirão, eles estremecerão: apoderar-se-á uma dor dos habitantes da Filístia.
15 – Então os príncipes de Edom se pasmarão, dos poderosos dos moabitas apoderar-se-á um tremor, derreter-se-ão todos os habitantes de Canaã.
16 – Espanto e pavor cairá sobre eles: pela grandeza do teu braço emudecerão como pedra; até que o teu povo haja passado, ó Senhor, até que passe este povo que adquiriste.
17 – Tu os introduzirás, e os plantarás no monte da tua herança, no lugar que tu, ó Senhor, aparelhaste para a tua habitação, no santuário, ó Senhor.


Título da Lição: DAVI REI  DE ISRAEL!

Definição: Vamos dando continuidade a história de dois reis ambos ungidos pelo mesmo profeta, porém com uma grande diferença; um foi escolhido pelo povo, outro por Deus. Davi sendo ungido pelo Senhor teria que passar por um teste, ou seja, pela prova submetida pelo Senhor, e coisa muito importante é ser provado e passar pela prova cantando, no caso de Davi ele muitas vezes passava pelas duras provas tocando sua harpa ungida pelo Senhor. Mas dando prosseguimento, vemos no cap. 16: a partir do verso 14 o tormento na vida de Saul, atormentado por um espírito maligno, aliás, é bom não esquecer que os demônios são espíritos sem corpo, hávidos por um corpo, e o Senhor permite que se incorporem, isto acontece muito com os que estão apartados do Senhor. Mas estando Saul nesta situação de assombrado, e consequentemente atormentado pelo espírito mau, foi orientado pelos seus criados que disseram a ele: “Então os criados de Saul lhe disseram: eis que agora um espírito mau da parte do Senhor te assombra: Diga pois, nosso senhor a seus servos, que estão em tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa, e será que, quando o espírito mau da parte do Senhor vier sobre ti, então ele tocará com a sua mão, e te acharás melhor.” (I Sam. 16: 15, 16). Então Saul mandou que fossem bem depressa buscar um homem que tocasse bem e o trouxessem. Neste mesmo instante mo meio daqueles homens, um deles disse a Saul que conhecia um dos filhos de Jessé, o belemita que tocava muito bem a harpa, Saul manda mensageiros a Jessé dizendo: “Envia-me Davi, teu filho, o que está com as ovelhas. Então tomou Jessé um jumento carregado de pão, e um odre de vinho, e um cabrito, e envio-os a Saul pela mão de Davi, seu filho. Assim Davi veio a Saul, e esteve com ele, e o amou muito, e foi seu pajem de armas.” (I Sam. 16: 19 a 21). Daqui podemos ver que Davi realmente foi escolhido por Deus para ser rei de Israel, porém teria que passar por uma prova na qual Saul foi reprovado; a prova de amar e respeitar os ungidos do Senhor. Saul quebrou este principio, pois nunca respeitou a ninguém. E segue Davi na terrível missão de exorcisar a Saul nas suas possessões demoníacas através do toque de harpa. Nesse ínterim arma-se mais uma vez uma guerra, lá vem os filisteus pelejar contra Israel, os três filhos bonitões de Jessé seguiram a Saul na guerra, e Davi estava tendo uma vida muito atribulada, pois, tinha que estar sempre a postos quando o espírito mau se apossava de Saul, para tocar a harpa, e também cuidar das ovelhas de seu pai, vejamos a luta de Davi: “E Davi era o menor, e os três maiores seguiram a Saul. Davi porém, ia e voltava de Saul, para apascentar as ovelhas de seu pai em Belém.” (I Sam. 17: 14, 15). Aqui podemos entender que havia uma carga muito grande sobre Davi, e os filisteus chegando em bandos pela manhã e a tarde prontos para guerrear. Saiu do arraial dos filisteus um guerreiro por nome Golias, gigante e chegou desafiando vejam: “Disse mais o filisteu: Hoje desafio às companhias de Israel, dizendo: Daí-me um homem, para que ambos pelejemos.” (I Sam. 17: 10). Dali com este desafio o povo ficou em alvoroço, todos temendo muito, pois quem iria lutar com aquele gigante? E Golias dizia, que, se ele vencesse a luta os hebreus estariam perdidos, pois seriam seus escravos para sempre. Mas voltando um pouco na lida do pequeno Davi, que mais parecia ser escravo de seu pai do que filho, Jessé lhe sobrecarregava de tarefas, sendo Davi o caçula cuidando do bem estar dos irmãos bonitões, vejamos: “E disse Jessé a Davi, seu filho: Toma, peço-te para teus irmãos um efa deste grão tostado e estes dez pães e corre a levá-los ao arraial, a teus irmãos. Porém estes dez queijos de leite leva ao chefe de mil; e visitarás a teus irmãos, a ver se lhes vai bem; e tomarás  o seu penhor.” (I Sam. 17: 17, 18). E assim Davi fez conforme seu pai ordenara, levantando-se de madrugada, colocando suas ovelhas em ordem  e correndo chegou ao lugar dos carros de batalha, e já o arraial saia em batalha, Davi deixou a encomenda de seu paia  nas mãos do guarda da bagagem, e correu à batalha; e chegando-se perguntou a seus irmãos se estavam bem. E diz o texto que estando Davi ainda falando com seus irmãos, eis que vinha subindo do exército dos filisteus o tal gigante Golias. Diz o texto que os homens vendo-o fugiam de medo, o povo alvoroçado. E Golias afrontando a Israel, vejamos a fala de Davi acerca das afrontas de Golias: “Então falou Davi aos homens que estavam com ele, dizendo: Que farão àquele homem que ferir a este filisteu, e tirar a afronta de sobre Israel? quem é pois este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo? (I Sam. 17: 26). Havia um rumor no meio do povo que; “E diziam os homens de Israel: Vistes aquele homem que subiu? Pois subiu para afrontar a Israel: há de ser pois que ao homem que o ferir, o rei o enriquecerá de grandes riquezas, e lhe dará a sua filha, e fará franca a casa de seu pai em Israel.” (I Sam. 17: 25). Mas isto mais pareceu ser um boato do povo, vemos na fala do povo que ainda consideravam Saul como rei. Mas voltemos a meditar na espiritualidade do jovem Davi, cheio do Espírito Santo do Senhor, em momento algum ele se interessou pela suposta oferta vinda da boca do povo, mas uma coisa nos chama muito a atenção, foi a reação de um de seus irmãos; vejamos:“E, ouvindo Eliabe seu irmão mais velho falar àqueles homens, acendeu-se a ira de Eliabe contra Davi, e disse: Por que desceste aqui? E a quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção, e a maldade do teu coração, que desceste para ver a peleja.” (ISam. 17: 28). Davi se espantou com aquele reação cruel de seu irmão, afinal Davi chegou até ali a mando de seu pai para levar comida para ele e os demais irmãos. Dali anunciaram a Saul as palavras de Davi, Saul então manda busca-lo e lhe diz: “Porém Saul disse a Davi: Contra este filisteu não poderás ir para pelejar com ele: pois tu ainda és moço, e ele homem de guerra desde a sua mocidade.”. Dali Davi estava decidido ir a peleja. Grandes foram os desafios na vida deste jovem, feliz aquele a quem Deus escolhe, Davi tinha plena convicção que não é por força nem violência, mas pelo Santo Espírito do Senhor, unindo os nove quesitos do Espírito Santo: Em Deus faremos proezas! (Sl. 108: 13). Cont.