Páginas

Pesquisar este blog

E o semeador saiu a semear (áudios)

Vídeos

domingo, 18 de junho de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / O ANJO DO SENHOR - Lição: 12

                                                    LIÇÕES BÍBLICAS
Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
Data: - 18 – 06 – 2017.     
Titulo da Lição:                 O ANJO DO SENHOR              
Lição: 12
Texto Áureo: “ ” (Gl.5: 16).    
                                                 65 – 16 - HC – .
Leitura Bíblica em Classe:                                      (Ap. 10: 1 a 11. 11: 1 a 6).
1 – E VI outro anjo forte, que descia do céu, vestido de uma nuvem; e por cima da sua cabeça estava o arco celeste, e o seu rosto era como o sol, e os seus pés como colunas de fogo:
2 – E tinha na sua mão um livrinho aberto, e pôs o seu pé direito sobre o mar, e o esquerdo sobre a terra;
3 – E clamou com grande voz, como quando brama o leão: e havendo clamado, os sete trovões fizeram soar as suas vozes.
4 – E, sendo ouvidas dos sete trovões as suas vozes, eu ia escrevê-las, e ouvi uma voz do céu, que me dizia: Sela o que os sete trovões falaram, e não o escrevas.
5 – E o anjo que vi estar sobre o mar e sobre a terra levantou a sua mão ao céu,
6 – E jurou por aquele que vive para todo o sempre, o qual criou o céu e o que nele há, e a terra e o que nela há, e o mar e o que nele há, que não haveria mais demora;
7 – Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos.
8 – E a voz que eu do céu tinha ouvido tornou a falar comigo, e disse: Vai e toma o livrinho aberto da mão do anjo que está em pé sobre o mar e sobre a terra.
9 – E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o, e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na sua boca será doce como mel.
10 – E tomei o livrinho da mão do anjo, e comi-o; e na minha boca era doce como  mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo.
11 – E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas e reis.
1 – E FOI-ME dada uma cana semelhante a uma vara: e chegou o anjo, e disse: Levanta-te, e mede o templo de Deus, e o altar, e os que nele adoram.
2 – E deixa o átrio que está fora do templo, e não o meças; porque foi dado às nações, e pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses.
3 – E darei poder ás minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.
4 – Estas são as duas oliveiras e os dois castiçais que estão diante do Deus da terra.
5 – E, se alguém lhes quiser fazer mal, fogo sairá da sua boca, e devorará os seus inimigos; e, se alguém lhes quiser fazer mal, importa que assim seja morto.

6 – Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem.

Título da Lição: O ANJO DO SENHOR 
Definição: Na lição passada encerramos o estudo sobre os Anjos, os Mensageiros do Senhor. Nesta manhã estaremos através de nossa Leitura Bíblica em Classe aprendendo um pouco mais sobre o Anjo do Senhor, (Jesus Cristo) este é Especialíssimo! Mas antes, vamos abrindo o Livro da Revelação (Apocalipse), para podermos bem atentar para uma séria recomendação da parte do Anjo do Senhor: “REVELAÇÃO de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo; O qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, e de tudo que tem visto. Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.” (Ap. 1: 1 a 3). É muito importante para nós esta abertura deste Livro chamado; Livro da Revelação. O Apóstolo João foi lançado na Ilha de Patmos pelos soldados romanos após tê-lo mergulhado num tonel de azeite fervente, deixaram-no ali para morrer, mas o Senhor Todo Poderoso o arrebatou em espírito para mostrar-lhe todas as coisas que em breve irão acontecer. No verso -2- Jesus fala a respeito de João de uma maneira especial, dando Testemunho de João, sim, rapidamente Ele diz que João testificava da Palavra de Deus Pai, e também do Filho. Isto deixa claro a respeito do trabalho de Evangelização feita pelo Apóstolo, e foi justamente por causa do trabalho de testemunhar, apregoar a Pessoa do Senhor Jesus, que João recebeu este privilégio de ser arrebatado em espírito para não somente contemplar as Maravilhas Celestiais, mas participar delas. Este também foi o meio de aliviar as dores daquela queimadura generalizada no seu corpo físico. Mas, voltemos a questão do verso 3, quando o Senhor diz que devemos ouvir e guardar, o que será o significado da palavra guardar? Às vezes se guardam tantas coisas, até muito bem guardadas, que com o tempo a gente esquece onde guardou, ou ainda pior, nem se lembra mais do que se tem guardado. Mas na questão as Palavras Escritas neste Livro Santo, não somente o Livro de Apocalipse, mas toda a Escritura, é para se ouvir e praticar o que se aprendeu através deste Livro, pois é o meio mais acertado que se tem, para garantir a salvação e a entrada nos Céus. De outra maneira, vamos ficar é por aqui mesmo na terra de Meseque em meio às tendas de Quedar. Mas vamos começar a dissertar o capítulo 10 e 11 de Apocalipse: diz que João viu outro anjo forte, que descia do céu, e estava vestido por uma nuvem, e trazia em sua cabeça o arco celeste, tinha em sua mão um livrinho, e também muito importante era a altura deste Anjo, pois diz que o seu pé direito estava sobre o mar, e o esquerdo sobre aterra. Todas estas características nos mostra que não pode ser outro senão Jesus Cristo! Desde o capítulo 5 que nos fala sobre o livro selado com sete selos e que ninguém foi achado digno de abrir o livro, nem de lê-lo Vamos ver o que João relata no cap. 5: “E VI na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele. E disse-me um dos anciãos: Não chores: eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos.” (Ap. 5: 1 a 5). Na abertura do sétimo selo que aconteceu no capitulo 8 verso 1, diz que houve silencio no céu por quase meia hora. Mas voltando ao capitulo 10; chegamos ao entendimento de que, este livrinho na Mão de Jesus é a Escritura da terra, e o sinal evidente disto é que ao colocar seu pé direito sobre o mar e o esquerdo sobre a terra, Ele mostra ser o Dono legítimo de toda a terra, ou seja o Senhor Deus Pai naquele momento em que Ele, Jesus tira o sétimo selo, recebe do Pai a Posse da terra e toda a sua plenitude, por isso houve silencio no céu por quase meia hora, pois foi um momento especial, Cerimonial, e houve clamor com grande voz (verso 3 LBC). Que Maravilha! E os sete trovões fizeram soar as suas vozes, estes trovões são os juízos de Deus. Jesus ali estava pronto para exercer Justiça na terra. Diz no verso 4 que João ia escrever o que ele havia ouvido dos trovões, mas como vemos, ele foi impedido, e ninguém sabe o que os trovões falaram. No verso 8, João recebe a ordem de comer o livrinho bem como também o profeta Ezequiel lá no cativeiro dos setenta anos, havia grande necessidade de Ezequiel comer a Palavra do Senhor ali, pois a situação daquele povo já sabemos, e Ezequiel foi um dos atalaias, aquele que fala destemidamente, mas para isto é necessário comer da Palavra para ter o que responder ao que correndo passa. Então o Senhor disse a Ezequiel: “E disse-me: Filho do homem, dá de comer ao teu ventre, e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou. Então o comi, e era na minha boca doce como o mel". (Ez. 2: 3). Mas voltando um pouco na Posse da Escritura da terra concedida pelo Pai ao seu Filho Jesus, me vem à memória o que está escrito no Livro de Provérbios “Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros, eu fui gerada. Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem sequer o principio do pó do mundo. Quando ele preparava os céus, aí estava eu; quando compassava ao redor a face do abismo, quando firmava as nuvens de cima, quando fortificava as fontes do abismo; Quando punha o mar o seu termo, para que as águas não transpassassem o seu mundo; quando compunha os fundamentos da terra; então eu estava com ele e era seu aluno: e era cada dia as suas delícias, folgando perante ele em todo o tempo.” (Pv. 8: 25 a 30). Neste texto podemos ver com toda clareza a pessoa do menino Jesus, e ainda mais, os pormenores contemplado pelo Apóstolo João quando Jesus em forma de Anjo punha um pé no mar e outro sobre a terra, e ele vinha vestido de uma nuvem, na sua cabeça estava o arco do concerto, estes pormenores são demonstrações de seu total poder sobre os céus e terra, este texto também fala que Ele era aluno, aprendiz, em toda a criação lá esteve Jesus. Este Único Filho de Deus, sempre presente, na transgressão do homem lá no Jardim, o Senhor pode contar com este Filho Amado, certamente Ele se ofereceu para morrer em prol da salvação da maior obra prima do Senhor Deus Pai, pois ele sabia do apresso que o Pai tinha pela sua maior feitura, o homem, que aliás, Ele Jesus também foi participante desta feitura: “Façamos o homem a nossa imagem e semelhança” qual a importância que estamos dando a tanto amor? Continuaremos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário