PARTICIPE DO NOSSO BLOG

DÊ A SUA OPINIÃO
O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DO NOSSO BLOG?
ENVIE FOTOS, VÍDEOS, ARTIGOS...

CLIQUE AQUI E ENVIE A SUA MENSAGEM
projetovindemeninos@gmail.com





domingo, 31 de dezembro de 2017

Culto do Dia 31 de dezembro / 2017

A PORTA ABERTA ESTÁ
Tivemos no dia 31 de dezembro o último culto de 2017. 
A seguir a oração inicial, a congregação cantou vários hinos da Harpa Cristã.
A leitura oficial foi feita pelo Diácono João de Aquino.
Além da leitura do relatório anual, tivemos também a entrega dos cartões aos novos membros: irmãs Maria José, Sueli, Arlete e a irmã Vilma.
Os trabalhos da comissão de visita foram reativados em março, e de lá, prá cá, o resultado tem sido positivo. Fazem parte da comissão as irmãs Maria José e Vilma que a partir de agora contarão com o apoio da irmã Arlete que foi integrada a esta comissão. Detalhe: no momento de sua posse e da entrega dos cartões, toda a congregação cantou o hino 433 (HC) - Sois bem vindos.
Não poderia faltar a tradicional troca de mensagens e confraternização antes da pregação, foi um dos momentos mais emocionantes do culto.










LIÇÕES BÍBLICAS / O SEMPRE PRESENTE! - Lição: 13

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 31 – 12 – 2017.     
  Titulo da Lição:                  O SEMPRE PRESENTE!   
  Lição: 13
Texto Áureo: “E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras..” (Mt. 27: 51.).
Leitura Bíblica em Classe:       – 72 - HC                (Êx. 25: 10 a 22. 26: 31 a 33)

10 – Também farão uma arca de madeira de cetim: o seu comprimento será de dois côvados e meio, e a sua largura dum côvado e meio, e dum côvado e meio a sua altura.
11 – E cobri-la-ás de ouro puro, por dentro e por fora a cobrirás: e farás sobre ela uma coroa de ouro ao redor.
12 – E fundirás para ela quatro argolas de ouro, e as porás nos quatro cantos dela: duas argolas dum lado dela, e duas argolas noutro lado dela.
13 – E farás varas de madeira de cetim, e as cobrirá com ouro,
14 – E meterás as varas nas argolas, aos lados da arca, para se levar com elas a arca.
15 – As varas estarão nas argolas da arca, não se tirarão dela.
16 – Depois porás na arca o testemunho, que eu te darei.
17 – Também farás um propiciatório, de ouro puro: o seu comprimento será de dois côvados  e meio, e a sua largura dum côvado e meio.
18 – Farás também dois querubins de ouro: de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório.
19 – Farás um querubim na extremidade duma parte, e o outro querubim na extremidade da outra parte: de uma só peça com o propiciatório fareis os querubins nas duas extremidades dele.
20 – Os querubins estenderão as suas asas por cima, cobrindo com as suas asas o propiciatório; as faces deles uma defronte da outra: as faces dos querubins estarão voltadas para o propiciatório.
21 – E porás o propiciatório em cima da arca, depois que houveres posto na arca o testemunho que eu te darei.
22 – E ali virei a ti, e falarei contigo de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins (que estão sobre a arca do testemunho), tudo o que eu te ordenar para os filhos de Israel.
31 – Depois farás um véu de azul, e púrpura, e carmesim de linho fino torcido; com querubins de obra prima se fará.
32 – E o porá sobre quatro colunas de madeira de cetim, cobertas de ouro, sobre quatro bases de prata.
33 – Pendurarás o véu debaixo dos colchetes, e meterás a arca do testemunho ali dentro do véu: e este véu vos fará separação do santuário no lugar santíssimo.

Título da Lição: O SEMPRE PRESENTE!

Definição: Encerrando este estudo sobre O TABERNÁCULO no deserto, estamos nos preparando para investigar a última Sala do Tabernáculo. em cada uma de nossas lições temos descoberto retratos do Senhor Jesus. Mas antes de podermos entrar na segunda Sala, vamos ver esta porta de cortinas que separa o Santo Lugar do Lugar Santíssimo. Esta Sala, ou seja, esta porta de cortinas é chamada de Véu, um véu é usado para esconder ou cobrir alguma coisa. O véu da porta do Lugar Santíssimo estava lá para esconder a presença de Deus. Nesta época Deus não estava presente em forma humana, porém sua presença era mostrada através de uma nuvem resplandecente, e era por causa de sua presença que esta parte do Tabernáculo era chamada: Lugar Santíssimo. No Véu azul havia querubins bordados nele = Entrada Celestial. Vamos levantar o Véu e entrar no Lugar Santíssimo, onde Ele Jesus está sempre presente. Esta Sala (4, 50 m. por 5 mt.) É menor. Nesta sala havia apenas um utensílio: a Arca, a parte de baixo desta peça é uma caixa de madeira ou baú de 1, 20 mt de comprimento por 90 centimetros de largura e altura. A caixa é coberta de ouro por dentro e por fora. Ela chama-se arca. Geralmente as caixas são feitas para guardar alguma coisa, e a Arca também foi feita para isso. Três coisas posteriormente foram guardadas nesta Arca; as Tabuas de pedra com os Dez Mandamentos, um Pote com o Maná e a Vara de Arão que floresceu. Dois querubins foram forjados da chapa de ouro maciço um de cada lado, e tinham suas asas estendidas e olhavam para o Propiciatório = Propiciar, tornar favorável ou ter misericórdia e conceder bondade ou perdão que não merecemos. E por falar em Misericórdia, é bom estarmos sempre atentos quanto á questão do uso da palavra Misericórdia, pois não temos autonomia para estar lançando esta palavra sobre as pessoas, somente o Senhor pode usar de misericórdia para com alguém. Devemos sim, todos os dias usufluir da Misericórdia que recebemos do Senhor Jesus quando o recebemos como Salvador, pois esta Misericórdia serve de revestimento em nossa alma. Mas voltando ao nosso estudo. Uma vez por ano o Sumo Sacerdote Arão entrava nesta Sala e aspergia sobre o propiciatório entre os querubins. O Lugar Santíssimo = O Sempre Presente = Jesus Cristo Sempre Presente no interior de nossa alma: “Eis que estou á porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.” (Ap. 3: 20). Vejamos agora o valor, a importância deste Véu feito com tanto esmero, para fazer separação entre as coisas que não condizem com uma vida de misturas, transgressões, rebeliões, desrespeitos dentro e fora dos Templos onde nos Altares está o: Sempre Presente, Jesus Cristo! A função do Véu: a) – Escondia a presença do Senhor. Isto nos chama muito a atenção sobre a questão de estar a todo momento expondo o Santo Nome do Senhor Jesus em vão, os dizeres abomináveis que os crentes inventam e saem espalhando. Por exemplo: Só Jesus na causa, esta é uma das gírias mais recentes deste povinho medíocre chamado de Crente, clamar o Sangue de Jesus é outra coisa abominável diante do Senhor, pois a função do Sangue de Jesus não é outra senão lavar o pecador de todos os pecados no ato da conversão: “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus nos purifica de todo o pecado.” (I Jo. 1: 7). Esta é a verdadeira função do Sangue de Jesus, mas é bom saber que; este ato ocorre apenas uma vez, ou seja; no momento exato em que o pecador recebe a Jesus como Salvador. Mas, como os que são apenas crentes, estão sempre assombrados, por esta razão vivem pedindo um dos maiores absurdos que se possa pedir; “Jesus me cobre com seu sangue”, isto é ABOMINÁVEL  diante de Deus, pois são sinais evidentes de que esses tais que assim procedem nunca abriram as Sagradas Escrituras para ler e aprender as Maravilhas que o Senhor deixou em seus escritos Sagrados. É bom ter muito cuidado, pois está escrito no último capitulo do livro de Daniel: “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão uns para a vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. os entendidos pois resplandecerão, como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas sempre e eternamente.” (Dn. 12: 2, 3). Aí está, portanto busquemos conhecimento dentro das Escrituras. b) – A Cortina azul bordada com querubins; representa a entrada nos Céus, nos lugares celestiais, ou mansões celestiais, esta questão é muito séria, pois não será tão fácil assim passar por esta cortina, pelos estudos já feitos a recepção será feita por querubins, eis a razão deles estarem bordados na cortina de entrada. c) O Véu foi rasgado de alto a baixo, quando isto aconteceu? Vejamos: “E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras. E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados; E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.” (Mt. 27: 51 a 53). Portanto no exato momento em que Jesus expirou na cruz a arca subiu, e isto está provado, pois João viu: “E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca do seu concerto foi vista no seu templo: e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.” (Ap. 11: 19). Aí fica esclarecido para nós que fazemos menção da Palavra Santa onde está a Arca? Nos Céus. Portanto esta arca tornou-se para os salvos em Jesus Cristo uma aliança = Presença de Deus. Presença que renova, pela cura interior através de uma vida dedicada a aprender sempre. O Testemunho o qual Moises falou que colocaria dentro da Arca foram: As Tábuas da Lei, o Pote com o Maná e a Vara de Arão que floresceu. A Propiciação de Cristo = Salvos por Ele. O Sumo Sacerdote = Jesus Salvador: “Assim Arão levará os nomes dos filhos de Israel no peitoral do juízo sobre o seu coração, quando entrar no santuário, para memória diante do Senhor continuamente.” (Êx. 28: 29). “Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus Cristo, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão.” (Hb. 4: 14). Portanto o salvo tem em sua alma o Sempre Presente: Jesus Cristo! 

domingo, 24 de dezembro de 2017

CULTO DE NATAL (2017) / “Ele é desde a Eternidade”

“Ele é desde a Eternidade”
CULTO DE NATAL, ÀS 18 HORAS / 24 – 12 – 2017
I – Oração Inicial
II – Hinos: 46, 139, 112.
III – Leitura Bíblica Oficial: “Ele é Desde a Eternidade!” 
(PV. 22:30)
IV – Testemunhos
V – Cânticos Natalinos
VI – Prédica sob o texto do profeta Miqueias (Cap. 5: 2, 4).
VII – Oração final - Tríplice Amém!

LIÇÕES BÍBLICAS / JESUS, LUZ E VIDA! - Lição: 12

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 24 – 12 – 2017.     
  Titulo da Lição:                  JESUS, LUZ E VIDA!   
  Lição: 12
Texto Áureo: “Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.” (Jo. 1: 4).
Leitura Bíblica em Classe:      112 – 72 - HC                        (Êx. 30: 1 a 16).

1 – E FARÁS um altar para queimar o incenso: de madeira de cetim o farás.
2 – O seu cumprimento será dum côvado, e a sua largura dum côvado; será quadrado, e de dois côvados a sua altura; dele mesmo serão as suas pontas.
3 – E com ouro puro o forrarás, o seu tecto e as suas paredes ao redor, e as sua pontas; e lhe farás uma coroa de ouro ao redor.
4 – Também lhe farás duas argolas de ouro debaixo da sua coroa; aos dois lados as farás, de ambas as bandas: e serão para lugares dos varais, com que serão levado.
5 – E os varais farás de madeira de cetim, e os forrarás com ouro.
6 – E o porás diante do véu que está diante da arca do testemunho, diante do propiciatório, que está sobre o testemunho, onde me ajuntarei contigo.
7 – E Arão sobre ele queimará o incenso das especiarias; cada manhã, quando Põe em ordem as lâmpadas, o queimará.
8 – E, acendendo Arão as lâmpadas à tarde, o queimará: este será incenso continuo perante o Senhor pelas vossas gerações.
9 – Não oferecerei sobre ele incenso estranho, nem holocausto, nem oferta: nem tão pouco derramareis sobre ele libações.
10 – E uma vez ao ano Arão fará expiação sobre as pontas do altar com o sangue do sacrifício das expiações: uma vez no ano fará expiação sobre ele pelas vossas gerações: santíssimo é ao Senhor.
11 – Falou mais o Senhor a Moisés dizendo:
12 – Quando tomares soma dos filhos de Israel, conforme à sua conta, cada um deles dará ao Senhor o resgate da sua alma, quando os contares; para que não haja entre eles praga alguma quando os contares.
13 – Isto dará todo aquele que passar ao arrolamento: A metade de um ciclo, segundo o ciclo do santuário (este ciclo é de vinte óbolos): a metade dum ciclo é a oferta ao Senhor:
14 – Qualquer que entrar no arrolamento, de vinte anos e acima, dará a oferta ao Senhor.
15 – O rico não aumentará, e o pobre não diminuirá da metade do ciclo, quando derem a oferta ao Senhor, para fazer expiação por vossas almas.
16 – E Tomarás o dinheiro das expiações dos filhos de Israel, e o darás ao serviço da tenda da congregação; e será para a memória aos filhos de Israel diante do Senhor, para fazer expiação por vossas almas.

Título da Lição: JESUS, LUZ E VIDA!

Definição:  Recapitulando: Quando tiramos a última cobertura do Tabernáculo então vemos um outro nítido retrato do Senhor Jesus. Ele é a Luz e a Vida. Agora parece uma caixa de ouro retangular. Seu tamanho real era de 14 metros x 4,50 metros aproximadamente. Foram usadas 48 tábuas para fazer esta parte do Tabernáculo. Cada tábua era feita de madeira de cetim, árvores que cresciam no deserto. As tábuas eram de madeira bruta. Esta madeira lembra nossas vidas pecaminosas. Por causa de nossos pecados, nós não tínhamos aparência muito bonita diante de Deus. Quando Deus olha bem no fundo do nosso verdadeiro eu, ele vê quando estamos querendo fazer a nossa própria vontade. As tábuas do Tabernáculo estavam todas cobertas de ouro – as partes feias não apareciam. As tábuas eram ligadas por travessas. Podiam ser vistas 4 dessas travessas e uma não, aquela que cruzava pelo lado de dentro. As tábuas ficavam de pé em bases de prata. Nenhum dos filhos de Israel a não ser o sacerdote podia olhar para dentro do Tabernáculo. Essa parte do Tabernáculo feita das 48 tábuas cobertas de ouro era dividida em duas salas: A 1ª e Maior delas: (4, 50 cm. por 9 m.) Era chamada: O Santo Lugar. A Sala menor era chamada: O Lugar Santíssimo. Somente o Sumo sacerdote podia ir do Pátio externo ao Santo Lugar. Antes de entrar ele deveria sacrificar um animal no Altar de Sacrifícios. Então, ele precisava parar junto a Pia de cobre e lavar-se, antes que pudesse penetrar no Santo Lugar e adorar a Deus. Então erguendo a bela porta de cortinas bordadas nas cores; azul, púrpura, e escarlate e branca entrava no Santo Lugar (1ª Sala). Ali havia uma luz brilhante que enchia a Sala, era o Belíssimo Candelabro de ouro puro com seis hastes – três de cada lado, e um no centro. O Candelabro era feito de uma sólida peça de ouro. Cada uma das hastes possuía um recipiente que continha óleo de oliva. Cada recipiente tinha um pavio. Os recipientes sempre estavam cheios de óleo e os pavios eram sempre aparados para que luz fosse clara e brilhante. As hastes do Candelabro sustentavam a Luz. (Jesus é a verdadeira Luz que alumia a todo homem). “Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo o homem que vem ao mundo,” (Jo. 1: 9). Mas, voltando a questão dos pavios do Candelabro, eles, teriam que ser aparados com seus espevitadores “Também lhe farás sete lâmpadas as quais se acenderão para alumiar defronte dele. os seus espevitadores  e os seus apagadores serão de ouro puro.” (Êx. 25: 37, 38). O que são esses espevitadores? São tesouras para aparar as pontas queimadas, empretecidas dos pavios a cada Sete dias. Esse ato nos faz lembrar, dos Cultos Doutrinários, a Escola Dominical, são dois tipos de trabalhos semanais específicos na função de tornar-nos pessoas cada vez mais iluminadas, melhoradas, brilhantes, radiosas. como está escrito; Como a cada amanhecer e como a aurora da vida que vai brilhando, brilhando até ser dia perfeito. Mas voltando a arrumação desta primeira sala chamada de Santo lugar: No lado oposto ao Santo Lugar havia uma mesa de madeira coberta de ouro. Tinha 90 ...Cemt. De Comprimento, 45 de largura e 68 de altura. Ao redor das bordas da mesa havia uma orla que protegia os doze Pães Asmos de caírem. Os doze Pães representavam as doze tribos de Israel. o Sacerdote colocava Pão fresco sobre a mesa uma vez por semana. Depois que os Pães eram retirados serviam de alimento para os sacerdotes. Esta mesa era chamada: A Mesa dos Pães da Proposição. Proposição quer dizer: Proposta, sendo Jesus o Pão da Vida, Ele não nos impõe coisa alguma, mas sim propõe uma vida boa, feliz, sem problemas, porque há uma troca, quando eu recebo a proposta ou a proposição do Senhor Jesus para minha vida; porque escrito esta: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para vossas almas.” (Mt. 11: 28, 29). Então, quando eu tomo conhecimento desta possibilidade de ser feliz, porque recusar? Vamos prosseguindo: Havia também nesta sala o altar de incenso. Era de ouro, tinha 45 centímetros de largura e 90 de altura. Era feito de madeira e coberto de ouro, ficava bem no fundo da sala. Neste Altar de ouro somente se oferecia incenso, era proibido qualquer sacrifício, neste altar havia em cada canto um chifre, uma vez ao ano o sacerdote aplicava um pouco de sangue nos chifres. Para nós isto é uma lembrança do fato que; se Jesus não tivesse morrido na cruz, e ressurgido, e se não estivesse vivo no Céu  e na terra não poderíamos adorar a Deus através de nossas orações, este Altar nos lembra que devemos estar sempre falando com Ele em oração. O ato de se queimar incenso nele, aquela fumaça que subia representa as orações dos salvos. Sim, pois os salvos não tem nada a pedir somente agradecer, então as orações chegam como cheiro suave diante de Deus. Portanto esta primeira Sala representa Jesus como: A Luz e a Vida! Tudo isto que acabamos de ver nesta primeira Sala, muito ou TUDO tem a ver conosco, a começar pelo Candelabro que representa o testemunho do crente no ato de se estar examinando diariamente, conservando os pavios limpos, bem aparados, nossa vida é comparada ao brilho da aurora que vai brilhando, brilhando até ser dia perfeito. Ali havia a Luz, hoje esta Luz está no Templo, não se pode entrar no Templo de qualquer maneira. João viu: “Eu fui arrebatado em espírito no dia do Senhor, e ouvi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia: O que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas da Ásia: a Éfeso, e a Smirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardo, e a Filadelfia, e a Laudicéia. E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro; e no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de um vestido comprido, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro. E a sua cabeça e cabelos eram brancos como a lã branca, como a neve, e os seus olhos como chama de fogo.” (Ap. 1: 11 a 14). João viu Jesus Ressuscitado, seus cabelos embranqueceram na agonia da cruz em três horas. E todas as vezes que nos reunimos no Templo ele aí está. Pense nisto. 

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

28º Aniversário da Congregação Assembléia de Deus do Irajá - Culto em Ação de Graças

Aconteceu dia 21 de dezembro, Culto em Ação de Graças 

pelo 28º Aniversário da Congregação Assembléia de Deus do Irajá.

(Rua da Associação, 21 - Parque Bom Menino), 
fundada em 21 de dezembro de 1989 pelo (saudoso) Pastor Estênio.
O Diácono João de Aquino abriu o Culto em Ação de Graças com uma oração, em seguida toda a igreja cantou os hinos, 21, 146, 42, 169 e 385 da Harpa Cristã.
O mesmo, fez a leitura oficial: Salmo - 122.
Um momento marcante foi o dos testemunhos, onde vários irmãos agradeceram as bênçãos alcançadas nos últimos dias. Veja algumas imagens:
A poesia da Missionária Maria da Gloria
A porta aberta está

Próximo ao final do Culto em Ação de Graças pelo 28º Aniversário da Congregação, a Missionária Maria da Gloria pregou a respeito da Igreja de Filadélfia (Ap - 3: 8).

Em seguida, oração aos visitantes de primeira vez.

domingo, 17 de dezembro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS /JESUS PODEROSO - Lição: 12

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 17 – 12 – 2017.     
  Titulo da Lição:                  JESUS PODEROSO     
  Lição: 11
Texto Áureo: “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: é me dado todo o poder no céu e na terra”.” (Mt. 28: 18).
Leitura Bíblica em Classe:      65 – 312 - HC                        (Ex. 26: 1 a 14).
1 – E O tabernáculo farás de dez cortinas de linho fino torcido, e azul púrpura, e carmesim: com querubins as farás de obra esmerada.
2 – O comprimento de uma cortina será de oito côvados, e a largura de uma cortina de quatro côvados: todas as cortinas serão duma medida.
3 – Cinco cortinas se enlaçarão uma à outra: e as outras cinco cortinas se enlaçarão uma à outra.
4 – E farás laçadas de azul na ponta duma cortina, na extremidade, na juntura: assim também farás na ponta da extremidade da outra, na segunda juntura.
5 – Cinquenta laçadas farás numa cortina, e outras cinquenta laçadas farás na extremidade da cortina que está na segunda juntura: as laçadas estarão travadas uma com a outra.
6 – Farás também cinquenta colchetes de ouro, e ajuntarás com estes colchetes as cortinas, uma com a outra, e será um tabernáculo.
7 – Farás também cortinas de pelos de cabras por tenda sobre o tabernáculo: de onze cortinas as farás.
8 – O comprimento duma cortina será de trinta côvados, e a largura da mesma cortina de quatro côvados; estas onze cortinas serão duma medida.
9 – E ajuntarás cinco destas cortinas pó si, e as outras seis cortinas também por si: e dobrarás a sexta cortina diante da tenda.
10 – E farás cinquenta laçadas na borda duma cortina, na extremidade, na juntura, e outras cinquenta laçadas na borda da outra cortina, na segunda juntura.
11 – Farás também cinquenta colchetes de cobre, e meterás os colchetes nas laçadas, e assim ajuntarás a tenda, para que seja uma.
12 – E o resto que sobejar das cortinas da tenda, a metade da cortina que sobejar, penderá sobre as costas do tabernáculo.
13 – E um côvado duma banda, e outro côvado da outra, que sobejará no comprimento das cortinas da tenda, penderá de sobejo aos lados do tabernáculo duma e doutra banda, para cobri-lo.
14 – Farás também à tenda uma coberta de carneiro, tintas de vermelho, e outra coberta de peles de texugo em cima.
15 – Farás também as tábuas para o  tabernáculo de madeira de cetim, que estarão levantadas.
16 – O comprimento duma tábua será de dez côvados, e a largura de cada tabua será dum côvado e meio.
Título da Lição: JESUS PODEROSO
Definição:  Já vimos dois retratos do Senhor Jesus no álbum de Deus que é a Bíblia. O vimos na bonita Cerca que rodeia o Pátio como o: JUSTO. No Altar de bronze lugar do Sacrifício e na Pia de cobre, nós vimos Jesus como o PURIFICADOR. Agora temos nesta manhã um terceiro retrato de Jesus como o: PODEROSO. Quando os filhos de Israel paravam um pouco mais longe ou de alguma altura, olhando acima da Cerca branca, podiam ver uma coisa opaca e nada atraente, era a Cobertura do Tabernáculo. O Tabernáculo era duas vezes mais alto do que a Cerca branca (4 metros e 60 centímetros), a cobertura do Tabernáculo não era bonita, mas era importante, ela protegia do sol, do vento e das tempestades de areia do deserto. Vejamos a quem ela se refere: “Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz duma terra seca; não tinha parecer nem formosura; e, olhando nós para ele, nenhuma beleza víamos, para que o desejássemos.” (Is. 53: 2). Daqui, vamos continuando na compreensão de que toda aquela Construção do Tabernáculo, naquele deserto, representa o nosso Amado Salvador Jesus Cristo. Então, avançando nesta 3ª  Etapa da construção, veremos agora; AS TÁBUAS Que formaram as paredes do Tabernáculo. O Tabernáculo era retangular, estas tábuas como está escrito no verso 15 de nossa LBC; eram madeira de cetim que foram levantadas. Vejamos passo a passo: 1º -Tiradas da floresta = madeira bruta = o pecador antes de conhecer Jesus. “Entre os quais todos nós andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também.” (Ef. 2: 3). 2º passo: Despojadas = limpeza: “No qual estais circuncidados  com a circuncisão não feita  por mão no despojo do corpo da carne: a circuncisão de Cristo.” (Col. 2: 11). 3º - passo: Elas eram; Cobertas de ouro = Beleza de Cristo: “Eis aqui o meu servo, a quem sustenho, o meu Eleito, em quem se compraz a minha alma; pus o meu espírito sobre ele; juízo produzirá entre os gentios.” (Is. 42: 1). 4º - passo: Duas bases de prata = Obra Redentora de Cristo, que é a Palavra de Deus: “Acautelai-vos, porém dos falsos profetas, que vem até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.” (Mt. 7: 15). Isto significa que após receber Jesus como Salvador, surgirão muitos falsos profetas com oferendas tais como por exemplo; modificando, adulterando a Palavra de Deus. 5º - passo: Todos iguais = Não há acepção de pessoas: “Onde não há grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos.” (Col. 3: 11). “Porque, para com Deus não há acepção de pessoas.” (Rm. 2: 11). Vejamos as medidas de cada tábua: 10 côvados de comprimento e 1 côvado e meio de largura. 6º- passo: Varas = União, quatro varas exteriores = Templo local, organização, Igreja invisível, e o Espírito Santo. “Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros, mas quando vedes que se vai aproximando aproximando aquele dia.” (Hb. 10: 25). Portanto, tudo foi deixado escrito para que hoje ninguém tivesse nenhuma dúvida quanto ao cuidado do Senhor em deixar registrado no Livro dos livros a respeito de Jesus o Todo Poderoso! Veremos agora: AS COBERTAS DO TEBERNÁCULO: São quatro as cobertas. A primeira coberta colocada sobre as paredes de madeira. Ela foi Tecida com quatro cores, aquelas cores que representa os quatro Evangelhos, e bordada com querubins, obra esmerada pelos artífices, predominando a cor azul, representando Cristo, O Todo Poderoso  nos lugares Celestiais. Obras das mãos de Bezalel e Aoliabe. Vejamos: “Eis que eu tenho chamado por nome a Bazalel, o filho de Uri, filho de Ur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência, em todo o artifício, Para inventar invenções, e trabalhar em ouro, em prata, e em cobre, E em lavramento de pedras para engastar, e em artifício de madeira, para obrarem em todo o lavor.”  (Êx. 31: 1 a 5). Aí está o Todo Poderoso! Então nesta primeira coberta a ser colocada sobre as paredes de madeira estava toda a plenitude da divindade: “Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade.” (Cl. 2: 9). A segunda coberta que vem por cima da primeira foi feita de peles da cabras = Perfeição de Cristo em nós: Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus. (II Co. 5: 21). Esta segunda coberta feita de peles de cabra branca, como vimos na primeira lição deste estudo representa o Evangelho segundo Lucas que aperfeiçoou os escritos dos Evangelhos aplicando a perfeição de Deus Pai em seu Filho Jesus. A terceira coberta foi feita de peles de carneiro tingidos de vermelho = Sangue de Cristo, nosso substituto: “No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” (Jo. 1: 29). Vemos aí João cheio do Espírito Santo, apresentando ao povo Jesus como o Cordeiro imaculado. Mas agora vamos colocar a quarta e última coberta do Tabernáculo que confeccionada de texugo, peles de animais marinhos feio e forte, para servir de proteção como já temos ouvido; contra as tempestades de areia naquele deserto. Voltando a referência que está no livro de Isaias cap. 53: 2. Mas avançando um pouco mais no texto a partir do verso 4 diz que; Ele veio a este mundo nascido de mulher para cumprir tudo isto que estamos aprendendo nesta lições sobre o Tabernáculo no deserto. “Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões, e moído pelas nossas iniquidades: o castigo que nos trás a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Is. 53: 4, 5). Qual mortal suportaria o que Ele suportou? É bom não esquecer que ele veio, nasceu nascido de mulher como nós, mas, o que o fez suportar tantas dores, tantos escárnios, humilhações e etc? Uma coisa chamada AMOR! Como está escrito, o amor tudo suporta. Mas hoje e para sempre temos Jesus como: O PODEROSO!

sábado, 16 de dezembro de 2017

Sábado foi dia de Batismo na Igreja Assembleia de Deus

A Igreja Assembleia de Deus (Rua da Associação, 21 – Irajá – RJ), viveu um momento realmente de grande festa.

Sábado, 16/12/2017, foi o dia do batismo das irmãs Sueli Figueiredo e Maria José.

O evento aconteceu na Cachoeira da Taquara (Duque de Caxias) e o celebrante foi o Pastor Marcelino Pereira da Igreja Assembleia de Deus – Ministério Ágape – Parque Paulista – Duque de Caxias.

Após o batismo uma bela confraternização entre os irmãos da Congregação de Irajá e os irmãos da Igreja do Parque Paulista.
Bastante emocionadas, as irmãs (Maria José e Sueli Figueiredo), eram a mais perfeita tradução de alegria e felicidade!
Podemos dizer que desta forma a Igreja Assembleia de Deus de Irajá fechou o ano de 2017 com chave de ouro, veja algumas imagens:



                         
As fotos abaixo foram enviadas pela irmã Vera Lúcia do Pq. Paulista