Translate

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Lei Moral de Deus ou costumes da Assembléia de Deus?

Para principio de conversa não existe mais Igreja Assembléia de Deus, e para continuidade da conversa, na extinta Assembléia de Deus nunca existiu costumes próprios. Os antigos ensinadores da Palavra de Deus, aqueles homens que eram chamados ao Santo Ministério (pastores) tinham o cuidado sempre de transmitir com veracidade e com grande responsabilidade, à Igreja, as Doutrinas Bíblicas. Para quem não sabe Doutrina é Mandamento, aliás, a Bíblia é de Genesis a Apocalipse Mandamentos. (Is. 28: 10). Os incautos que hoje estão à frente de congregações, (não de Igrejas), pois Igreja é todo aquele que segue obedecendo aos Mandamentos da Lei Moral de Deus bem como as regras, os costumes contidos nas Sagradas Letras. Portanto os costumes Antigos todos confirmados no Novo Testamento (1 Cor. capitulos: 10 e 11, são para serem cumpridos. É fácil de entender, pois, foi o próprio Jesus Cristo quem disse: “Sobre esta pedra edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mat. 16: 18). Mas mediante tudo isto, quero abordar um assunto que para os que são apenas crentes, ainda não chegaram a ser Igreja de Jesus trás grandes revoltas, e até se aborrecem, é a questão que está escrita em Deuteronômio 22: 5: “ traje de homem em mulheres e traje de mulher em homens”, que, aliás, é um Mandamento da Lei Moral de Deus que vem acompanhado de uma palavra muito significativa que é: ABOMINAÇÃO a todo aquele que não obedecer a este Mandamento. Penso que quando nos deparamos com esta expressão, ou seja, com esta palavra: abominação deve-se ter muito Temor, e tremor, pois, tudo quanto Deus abomina, Ele quer longe dele. O que é abominar? É sentir horror, detestar, certamente o Senhor Jesus jamais levará ao Céu no dia do arrebatamento alguém que esteja praticando, ou melhor, em plena desobediência a qualquer um dos Mandamentos da Lei Moral de Deus principalmente se este Mandamento conter nele inserido a palavra ABOMINAÇÃO. As mulheres que dizem ter recebido em suas vidas o Santo Evangelho e diz que o segue, não pode de forma alguma ignorar este precioso Mandamento contido em Deuteronômio 22: 5, é coisa muito séria o cuidado do Senhor para com a reputação, a moral, a dignidade, e acima de tudo, a plena felicidade da mulher que faz profissão de seguir o puro Evangelho. Portanto toda mulher deve andar segundo a ordenança de Deus. Ele não pede, nem aceita opiniões, Ele ordena, e ainda diz: obedecer é melhor do que o sacrificar (1 Sam. 15: 22). De nada adianta a mulher se sacrificar em jejuns e orações, aliás, como gostam de orar! Como orar? Se estão em plena desobediência à Palavra de Deus, de que maneira se pode orar? Para que uma oração seja respondida por Deus, é preciso que a pessoa esteja em plena obediência aos Mandamentos da Lei de Deus, e para ser obediente é preciso conhecer e praticar TODOS os Escritos Sagrados, e não andar ouvindo e praticando os ensinamentos desses falsos pregoeiros que andam por aí nas esquinas, na televisão, nas emissoras de rádio, abolindo o Precioso Antigo Testamento, os falsos pregoeiros só querem a lã e a gordura das ovelhas, (muito dinheiro nos bolsos) quanto ás suas almas que se danem, é assim que eles pensam e agem, pois são MERCENÁRIOS, portanto mulheres cuidado, o Senhor trará tudo a juízo e não se omitirá nem um jota ou um til da Lei Moral de Deus (Mat. 5: 17, 18). Estejam atentas: “Não haverá trajo de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher: porque qualquer que faz isto abominação é ao Senhor teu Deus”. Deut. 22: 5. Obs. toda a Palavra de Deus foi deixada para toda a HUMANIDADE. "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que enviou o seu único filho, para que todo aquele que nele crê, não pereça mas tenha a vida eterna" (João 3: 16.)

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Sem a Lei Moral de Deus a Igreja cresce ou incha?

Esta é uma boa pergunta. Atualmente o chamado “povo de Deus” por conta da apostasia que campeia por toda parte não sabe mais discernir absolutamente nada que se refira ao trabalho evangélico, as Congregações, as atribuições do verdadeiro pastor, em fim, todos estão completamente ignorantes no que diz respeito à conduta de uma pessoa que se decide a seguir o Santo Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Então nos seus ajuntamentos, nos seus shows gospel, nas suas reuniões e etc., ao término, todos saem muito entusiasmados dizendo para quem lá não estava que: foi uma benção! Coitados, para estes tais seguidores de Baal, benção é ter muita gente, benção é muitos pulos, muitas danças, muitas marchas, muitos gritos, é isso que eles chamam de benção. Mas para os que são estudantes da Bíblia Sagrada, não da bíblia da batalha espiritual e vitória financeira (essa não), estou falando dos verdadeiros Escritos Sagrados e de um povo bem aventurado que medita na Lei do Senhor dia e noite e não anda segundo o conselho dos ímpios, não se assenta na roda dos escarnecedores e nem se detém no caminho dos pecadores. (Sl 1: 1, 2)
Os bem aventurados (felizes) não estão preocupados com quantidades de pessoas que possam estar aqui ou ali, importante é a seriedade que trás santidade na vida do salvo em Jesus, Ele mesmo diz: “Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome aí estarei” (Mt. 18: 20), deve-se aprender também que a Casa do Senhor Jeová é Casa de oração e não covil de ladrões (Mt. 21: 13), na Bíblia Sagrada se aprende ainda que, santidade convém à Casa do Senhor ( Sl. 93: 5), mas o que acontece hoje é que tudo isto, só está na Bíblia Sagrada, como não estão mais preocupados com os Escritos Sagrados, mas sim com o que o homem ou a mulher fantasiados de pastores dizem, “ensinam” tendo o grande cuidado de “ensinarem” apenas, ou melhor, tudo que o povo quer e gosta de ouvir, sendo assim a congregação vai inchando de gente, não importa se de qualquer maneira importante é casa cheia, para se ter a ilusão de que está uma benção!
Mas a pergunta acima é a seguinte: sem a Lei Moral de Deus a Igreja cresce ou incha? O verdadeiro crescimento da Igreja não se mede pelo tamanho da congregação (área, metros quadrados) o crescimento de uma Igreja deve ser totalmente espiritual, nesse caso não importa a quantidade em números de pessoas, e sim na aprovação do Espírito Santo por conta da obediência à Lei Moral de Deus, do contrário não será crescimento, mas sim inchação (edema) e todo edema trás sinais de doença e é justamente o que está acontecendo, os “templos estão inchados de gente na maioria fora dos parâmetros bíblicos, cada “pastor” com sua doutrina, na verdade estão desdoutrinando, a mulherada de qualquer maneira, com seu exterior (vestes) mostrando claramente como vai o interior, ou melhor, se vestem sem nenhum pudor, são os decotes bem ousados, são as maquiagens, os cortes de cabelo, sem se falar nas malditas calças de homem, as bermudas, os shorts, e etc., etc. A coisa mais abominável que se pode ver é uma mulher vestida de homem indo ou vindo da Casa de Deus com a Bíblia na mão. Tudo isto está acontecendo porque na cabeça dessa gente Deus mudou. A Sã Doutrina da Palavra de Deus não tem mais nenhum valor, estão até escrevendo outras bíblias para todos os gostos, não verdade? Eis a razão de tantas doenças, tudo começa na alma, é da alma que procede os sinais de doença, inchação (edema) é um grande sinal de doença.
Não se iludam, Deus não se deixa escarnecer, Jesus disse que o caminho para o Céu é estreito, poucos são os que vão por ele. (Mt. 7: 14).

segunda-feira, 3 de maio de 2010

A Lei Moral de Deus ou trinta dinheiros?


Acima a ganância, abaixo a Lei Moral de Deus, e também a Lei Moral da terra, juntando toda e qualquer tipo de lei Moral fica muito abaixo da ganância, sendo assim desaparece o brio, a dignidade, de qualquer cidadão, principalmente quando este “cidadão” se diz ministro da Palavra de Deus. Que tristeza ver o estado em que se encontra a saudosa Assembléia de Deus que hoje é dirigida, ou melhor, manipulada por MERCENÁRIOS da pior espécie que já houve em toda a história da humanidade. Nem Judas Iscariotes foi tão canalha ao trair Jesus vendendo-o por trinta dinheiros interessado num cargo político no império, pois rapidamente houve nele um arrependimento, embora fosse covarde ao ponto de se matar. A situação hoje é sem medida, pois, hoje os que comandam, manipulam o povo néscio se dizendo pastores da Assembléia de Deus estão sob o comando de um personagem bem pior que o infeliz Judas Iscariotes, este personagem chama-se: Barrabás. Barrabás está solto, é aquele bandido da pior espécie que soltaram no lugar de Jesus a pedido do povo, aquele mesmo povo que aclamou a Jesus Cristo como Rei dos judeus, aquele mesmo povo pediu, ou melhor, exigiu que soltassem Barrabás. Hoje além da “doutrina ensinada por Judas acerca dos trinta dinheiros que, aliás, os falsos pastores da Assembléia de Deus aderiram muito bem. Mas a coisa vai muito além, das terríveis astucias de um bom bandido, marginal como Barrabás. Esses tais falsos pastores da Assembléia de Deus embora acatando firmemente os estratagemas dos Barrabás trazidos lá de fora (estrangeiro) como, por exemplo: ofertas de R$ 1.000,00, com promessas feitas por ELES, pois o Senhor Deus jamais vai compactuar com essas imundícies, eles prometem por conta própria: prosperidade para estes trouxas que os seguem, porem eles não desprezarão jamais a grande dica como costuma dizer o falso profeta da Assembléia de Deus a dica, ou seja, os trinta dinheiros, “doutrina do senhor Judas Iscariotes”, Isto quer dizer o TRÍZIMO, e segundo eles não importa que o sujeito esteja desempregado, tem que trazer o trízimo dos biscates. Isto é realmente o fim dos tempos, penso eu que, nada mais resta acontecer neste mundo podre dos evangélicos da extinta Assembléia de Deus, sim, pois, aquela Assembléia de Deus de 1918 não existe mais, agora temos assembléia para todos os gostos, com sobrenome, sem sobrenome com pastoras, e etc., que acaba sendo a mesma coisa, portanto volto a dizer: nesta extinta denominação é tudo uma farsa, são todos os “líderes” mascarados, fantasiados, liderando este pobre povo, sim completamente empobrecido de tudo desde a vida material, quanto à vida espiritual, essa então está pra lá de pobre, pois, se deixaram levar por um outro evangelho, outro fundamento como está escrito em forma de advertência na Palavra de Deus. (1 Cor. 3: 11.) “Porque ninguém pode por outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.” E o que fizeram e fazem é totalmente o contrario, agora não é mais a Pessoa de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo o Fundador, Aquele que cumpre suas promessas já contidas na Bíblia Sagrada, hoje a bíblia lançada ao empobrecido “povo de Deus” não é mais Sagrada, ela agora tem outro nome: “batalha espiritual e vitória financeira”. Realmente todo este pobre povo que adere a este livro forjado pelos astutos mercenários ficará cada vez mais pobre, vivendo em continua batalha espiritual, e a vitória financeira para onde vai? Vai para os bolsos de Barrabás. Embora sabendo pelas Sagradas Escrituras que no final se levantaria muito falsos profetas (Mt. 7: 15), mas mesmo assim Jesus não deixou de nos advertir sobre todo o engano nos pedindo que acautelássemos para não sermos enganados.