A PORTA ABERTA ESTÁ

A PORTA ABERTA ESTÁ
Culto de Doutrina - terças às 18:30 / Culto de Consagração - quartas às 09:00 / Culto de Libertação - quintas às 15:00 / Evangelização e Culto ao Ar Livre - sábados às 19:00 / Escola Dominical às 09:00 / Culto Público aos domingos às 18:00

Postagem em destaque

Tens certeza que o Senhor é o dono do ouro e da prata?

De que maneira muitos estão se expressando acerca deste versículo que se encontra no Livro do profeta Ageu cap. 2: 8? É sempre bom atentarmo...

Pesquisar este blog

Vídeos

Falsidade Ideológica nas Igrejas Assembléia de Deus

Assista aos vídeos do Programa / Há sempre um oásis no deserto sobre o tema Falsidade ideológica nas igrejas Assembléia de Deus.
Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4

Clique na imagem

PARTICIPE DO NOSSO BLOG

DÊ A SUA OPINIÃO
O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DO NOSSO BLOG?
ENVIE FOTOS, VÍDEOS, ARTIGOS...

CLIQUE AQUI E ENVIE A SUA MENSAGEM
projetovindemeninos@gmail.com





domingo, 19 de fevereiro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / NO CÉU NÃO ENTRA O COXEAR! - Lição: 8


LIÇÕES BÍBLICAS
Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
Data: - 19 – 02 – 2017.       
Titulo da Lição:        NO CÉU NÃO ENTRA O COXEAR!
Lição: 8
 Texto Áureo: “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.” (Ef. 6: 11).
                                                372  -  212 – HC.
Leitura Bíblica em Classe:                                   (Gl. 2: 1 a 14).
2 – E subi por uma revelação, e lhes expus o evangelho, que prego entre os gentios, e particularmente aos que estavam em estima; para que de maneira alguma não corresse ou não tivesse corrido em vão.
3 – Mas nem ainda Tito, que estava comigo, sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se;
4 – E isto por causa dos falsos irmãos que se tinham entremetido, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão;
5 – Aos quais nem ainda por uma hora cedemos com sujeição, para que a verdade do evangelho permanecesse entre vós.
6 – E, quanto àqueles que pareciam ser alguma coisa (quais tenham sido noutro tempo, não se me dá; Deus não aceita a aparência do homem), esses, digo, que pareciam ser alguma coisa, nada me comunicaram;
7 – Antes, pelo contrário, quando viram que o evangelho da incircuncisão me estava confiado, como a Pedro o da circuncisão
8 – (Porque aquele que operou eficazmente em Pedro para o apostolado da circuncisão esse operou também em mim com eficácia para com os gentios),
9 – E conhecendo Tiago, Cefas e João, que eram considerados como as colunas, a graça que se me havia dado, deram-nos as destras, em comunhão comigo e com Barnabé, para que nós fôssemos aos gentios, e eles a circuncisão;
10 – Recomendando-nos somente que nos lembrássemos dos pobres: o que também procurei fazer com diligencia.
11 – E, chegando Pedro á Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível.
12 – Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas depois que chegaram, se foi retirando, e, se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão.
13 – E os outros judeus também dissimulavam com ele, de maneira que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação.
14 – mas, quando vi que não andavam bem e diretamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: se tu sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem com judeus?

Título da Lição:  NO CÉU NÃO ENTRA O COXEAR!

Definição: A quem os demônios podem oprimir? Á aqueles que andam coxeando entre, dois pensamentos, os de duplo ânimo, pois esta situação está muito ligada a mentira, a falsidade, talvez um pouco pior que a mentira, são pessoas que se dizendo salvas em Jesus, são hesitantes, significa também crentes mancos, não andam direito nem para a direita nem para a esquerda, não tem firmeza, estão sempre em dúvida  principalmente quando se trata da Palavra do Senhor. As vezes se fazendo de trouxas, pensando que podem enganar os salvos, se esquecendo que o Senhor está muito Vivo no Templo. Infelizmente, a grande maioria dos crentes está manquejando, capengando, cambaleando em relação à fé. Encontramos várias vezes nas Sagradas Escrituras o Senhor repreendendo a duplicidade. Mas vamos hoje meditar um pouco na prova que o Apóstolo Paulo passou em Antioquia com Pedro, pois já tomamos conhecimento que Pedro, ainda não estava liberto da opressão maligna, por essa razão Ele coxeava entre dois pensamentos, ou seja, ele manquejava na fé, não conseguia se libertar deste ânimo dobre (duas caras). Então, ali Pedro na ausência de Paulo e de Tiago agia de maneira diferente, ou seja, comia com os gentios, se relacionava bem com todos, mas na presença dos Apóstolos se afastava dos gentios novos convertidos ao evangelho, com medo dos que eram da circuncisão. Para ficar mais clara esta situação, é o seguinte: Pedro queria que os gentios (os não judeus) se circuncidassem conforme a Lei dos judeus, Paulo ensinava que não, pois há diferença entre Leis de Israel e Estatutos de Israel. As Leis Divinas todos devem obedecer, pois, é para todas as nações que recebe a Jesus como Salvador, mas os Estatutos é lei de Estado, por exemplo: A guarda do sábado: é uma Lei somente para Israel, ou seja: para o judeu guardar. Vejamos: “Guardarão, pois, o sábado os filhos de Israel, celebrando o sábado nas suas gerações por concerto perpétuo. Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre.” (Ex. 31: 16, 17). Lei de Estado (Estatuto). Portanto era isto que o Apóstolo Paulo ensinava aos novos convertidos ao Evangelho da Antioquia, mas na ausência de Paulo, Pedro pregava a circuncisão aos gregos, que ali se convertiam. Então houve aquela repreensão de Paulo na presença de todos. Diz o verso 13; LBC que até Barnabé se deixou levar pela dissimulação de Pedro. É certo que não podemos atribuir todo este mal somente aos demônios, grande culpa parte de nós quando fazemos questão de não assimilar as Escrituras, os demônios nada podem fazer se não encontrar em nós lugar, você conhece aquele lamento do Senhor escrito no livro de Ezequiel? Vejamos: “Ao povo da terra oprimem gravemente, e andam roubando, e fazem violência ao aflito e ao necessitado, e ao estrangeiro oprimem sem razão. E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro, e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei.” (Ez. 22: 30). Aí está o lamento do Senhor, atualíssimo, quem define a proximidade entre nós e Deus somos nós mesmos. Para que nosso relacionamento com Ele fique quase perfeito é preciso que tenhamos duas atitudes: 1ª - “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a  A vós. 2ª - “Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.” (Tg. 4: 8.). Limpar as mãos é sinal de santidade, jamais será feliz aquele ou aquela que usar de falsidade ante o Senhor, ter a mente dividida, querer estar bem com todos não discernindo o mal, certa vez o profeta Elias fez uma pergunta ao povo que seguia ao deus Baal: até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus. segue-o se é Baal, segui-o, porém o povo nada respondeu. Mal sinal. Portanto os demônios só se aproximam dos fracos na Fé, e o fraco é aquele que aprende, aprende, aprende, mas nunca chega ao conhecimento. Conhecer é praticar o que aprendeu. Portanto é na prática, na execução da Palavra que as potestades do ar vão se afastando: “Sujeitai-vos, pois a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” (Tg. 4: 7). Vamos agora dar inicio a uma meditação  muito importante: É sobre o número 666, este número em si já é significativo. O número 6 é um a menos que o número Perfeito 7 que é Deus Pai. E como o homem foi formado no sexto dia, e por ter sido formado com material extraído da terra (Pó), portanto da natureza criada por Deus que é uma Trindade, um corpo perfeito para nunca adoecer, muito menos morrer, pois esse homem herdou a Imagem de Deus e a imortalidade (semelhança). (Gn. 1: 26, 27). Mas tendo consumado o pecado lá no Jardim, a imagem e a semelhança Divina que o faria viver eternamente caiu por terra, pois por conta disto a terra também foi amaldiçoada. Vejamos o que diz em Apocalipse 13: 18: “Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o numero de um homem, e o seu numero é seiscentos e sessenta e seis.” Já temos aprendido que, há sempre uma trindade, pois é consequência da divindade do Senhor: A Santíssima Trindade; Pai, Filho e Espírito Santo. A trindade satânica: O dragão, a besta e o falso profeta. O homem feitura das Mãos da Santíssima Trindade: Alma, corpo e espírito. No número 666, estão inseridos a trindade satânica. Ao pecar o homem imediatamente perdeu todos os privilégios desde o Jardim, sendo criado no 6º dia permanece como homem natural, aguardando o cumprimento da Promessa da vinda do Salvador feita imediatamente após o pecado. Mas, enquanto o Salvador não nasceu, o Senhor enviou além de Moisés, como um tipo de Cristo, que recebeu  a tão grande missão de conduzir aquele povo rebelde pelo deserto com as Leis esculpidas pelo Dedo de Deus em pedras, sem se falar nos vários profetas, ensinando a àquele povo tudo quanto era necessário para que eles se convertessem ao Deus de Israel, mas tudo foi em vão. Vamos agora discernir o número da besta: Deus Pai: nº 7 Homem Perfeito. A segunda Pessoa da Trindade: Jesus Cristo: Ressuscitou no oitavo dia. Cristo não foi somente Perfeito, Ele é mais: Ele é a Ressurreição e a Vida! Seu numero é 8. O primeiro dia da semana é também o oitavo. Satanás espalhou a noticia por toda a terra que o numero 7 é conta de mentiroso, mas quando se recebe a Jesus como seu Único e Suficiente Salvador aprendemos que 7 é a perfeição de Deus. No Novo Testamento Oito nomes de Jesus, sendo utilizados. Vejam: Senhor, Jesus, Cristo, Senhor Jesus, Jesus Cristo, Cristo Jesus, Cristo o Senhor, Senhor Jesus Cristo. Noé e sua família passaram pelo dilúvio. Eram oito pessoas, e tornaram-se os fundadores de uma nova geração. (2 Pd. 2: 5). Noé foi um tipo de Cristo. Daremos continuidade ao estudo sobre a besta do apocalipse.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Imagens da Evangelização na Praça Ipupiara (Irajá)

Igreja Assembléia de Deus - Congregação - Irajá - Rua da Associação, 21.
Trabalho de evangelização realizado dia 11 de Fevereiro de 2017 na Praça Ipupiara no bairro do Irajá.
Esse trabalho tem como tema "O Semeador saiu a semear"...
Clique nas imagens:

 

Imagens da Evangelização na Praça Mato Grosso (Irajá)

Igreja Assembléia de Deus - Congregação - Irajá - Rua da Associação, 21.
Trabalho de evangelização realizado dia 04 de Fevereiro de 2017 na Praça Mato Grosso no bairro do Irajá.
Esse trabalho tem como tema "O Semeador saiu a semear"...
Clique nas imagens:

 
 
 

Imagens da Evangelização na Praça Albor (Irajá)

Igreja Assembléia de Deus - Congregação - Irajá - Rua da Associação, 21.
Trabalho de evangelização realizado dia 28 de Janeiro de 2017 na Praça Albor Spartaco Artese no bairro do Irajá.
Esse trabalho tem como tema "O Semeador saiu a semear"...
Clique nas imagens:
     
 

domingo, 12 de fevereiro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / AME AO SENHOR, E RECEBERÁS A COROA DA VIDA! - Lição: 7

 LIÇÕES BÍBLICAS
Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
Data: - 12 – 02 – 2017.       
Titulo da Lição: AME AO SENHOR, E RECEBERÁS A COROA DA VIDA!
Lição: 7
Texto Áureo: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. (Jo. 8: 32).
                                                165  -  96 – HC.
Leitura Bíblica em Classe:                                   (Tg. 1: 1 a 19).
1 – TIAGO, servo de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que andam dispersas, saúde.
2 – Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações:
3 – Sabendo que a prova da vossa fé obra a paciência.
4 – Tenha, porem, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.
5 – E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.
6 – Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.
7 – Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa.
8 – O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos.
9 – Mas glorie-se o irmão abatido na sua exaltação,
10 – E o rico em seu abatimento; porque ele passará como a flor da erva.
11 – Porque sai o sol com ardor, e a erva seca, e a sua flor cai, e a formosa aparência do seu aspecto perece: assim se murchará também o rico em seus caminhos.
12 – Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porquê; quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o senhor tem prometido aos que o amam.
13 – Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
14 – Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.
15 – Depois havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
16 – Não erreis, meus amados irmãos.
17 – Toda boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.
18 – Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fossemos como primícias das suas criaturas.
19 – Sabeis isto, meus amados irmãos; mas todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.

Título:     AME AO SENHOR, E RECEBERÁS A COROA DA VIDA!
Definição: Opressão = Estar, sob pressão.  Possessão = Controle total. Atualmente pode-se dizer que, a grande parte dos crentes estão sob pressão dos demônios, por quê? Qual a razão? Simplesmente por não dar ouvidos, as Escrituras Santas. Isto vem desde o principio de tudo, ou melhor, desde o Jardim. Nunca poderemos esquecer o grande amor de Deus para com a humanidade, Ele nunca a deixou só, mas é preciso ter não somente os ouvidos atentos, mas todos os sentidos. As coisas ruins em termos espirituais, vem de longe, dos tempos antigos, como de longe vem a Palavra do Senhor advertindo a toda humanidade, pois Ele não faz acepção de pessoas. O Senhor sempre trabalhando, levantando homens de valor para trabalhar em prol da libertação de seu povo, dos demônios desde o Antigo Testamento, para que ficássemos em alerta contra as astutas ciladas dos demônios, o mínimo estado de opressão já causa um dano sem limites. Vejamos o que o Senhor diz: “Desde o dia em que vossos pais saíram da terra do Egito, até hoje enviei-vos todos os meus servos, os profetas, todos os dias madrugando e enviando-vos; Mas não me deram ouvidos, nem inclinaram os seus ouvidos, mas endureceram a sua cerviz, e fizeram pior do que seus pais.” (Jr. 7: 25, 26). Nestas lições dominicais estaremos sempre mencionando o Amor do Senhor, e consequentemente o Zelo que Ele teve para com a nossa terra chamada Brasil. Mas recordando ainda o estado lamentável do povo que estava escravizado no Egito, a pior questão ali não eram os trabalhos pesados, mas sim o estado espiritual daquela gente que foi escolhida pelo Senhor, a pior situação ali era a opressão demoníaca em que viviam, os demônios são maus, eles escravizam e atormentam e destrói as pessoas por dentro e por fora, a pior situação de um ser humano é estar oprimido, pois o oprimido sente e sabe que está contrariando o Senhor em seu comportamento, mas não tem forças para reagir, perde as forças, por conta dos maus obreiros que, por sua vez já não estão somente oprimidos, mas possuídos pelo diabo.  Mas, voltando ao estado de opressão, começam a surgir enfermidades no corpo, consequência de um estado d’alma, são os conflitos na alma. Isto é muito sério, muitas vezes as pessoas dizem; eu sei que teria que reagir a essa ou aquela situação, mas não consigo. Os demônios são orientados pelo seu mestre que é Satanás, nunca esqueçam que os demônios também tem uma trindade que os rege: O dragão, a besta e o falso profeta, são três em um. Satanás na qualidade de falso profeta começou o seu trabalho desde a antiguidade, tentando os homens que foram chamados para o Sacerdócio, para ministrar no Altar, e ser responsável pelo povo de Deus. Vejamos um bom exemplo disso: Então aquele tão numeroso povo saiu do Egito através da Mão forte do Senhor, mas acontece que o Egito nunca saiu deles, e eles trouxeram todas as práticas de feitiçarias, idolatrias, enfim, continuaram a adorar os deuses de ouro, prata e pedra, e etc. Bom, até aí os demônios já os oprimia a séculos lá no Egito. Quando o Senhor ordenou a Moisés que fosse ao monte para lá receber os Mandamentos, vejamos o que aconteceu: “MAS vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte, ajuntou-se o povo a Arão, e disseram-lhe:Levanta-te, faze-nos deuses, que vão adiante de nós: porque quanto a este Moisés, a este homem que nos tirou da terra do Egito, não sabemos o que lhe sucedeu. E Arão lhes disse: arrancai os pendentes de ouro, que estão nas orelhas de vossas mulheres, e de vossos filhos, e de vossas filhas, e trazei-mos. Então todo o povo arrancou os pendentes de ouro, que estavam nas suas orelhas, e os trouxeram a Arão, e ele os tomou das suas mãos, e formou o ouro com um buril, e fez dele um bezerro de fundição. Então disseram: Estes são teus deuses, ó Israel, que te tiraram da terra do Egito.” (Ex. 32: 1 a 4). E Arão transgrediu muito mais, edificou um altar ao bezerro e apregoou para o dia seguinte uma bela festa ao senhor bezerro. E assim sucedeu, houve a grande e abominável festa, mas imediatamente o Senhor avisou a Moisés lá no monte: “Então disse o Senhor a Moisés: Vai, desce; porque o teu povo, que fizeste subir do Egito, se tem corrompido.” (Ex. 32:7). Vemos que, imediatamente o Senhor já não os considerava mais como SEU povo, este é um sinal de alerta, pois quantos pensando que está tudo bem e o seu nome já há muito está riscado do Livro da Vida? O final desta história já sabemos, Moisés desceu e ainda estavam em festa, acendeu-se o furor em Moisés e ele quebra as Tabuas da Lei, como está escrito, essas Tábuas foram esculpidas com Dedo de Deus (Ex.31: 18). Neste episódio tão terrível cometido pelo povo escolhido por Deus, para ser um povo santo, separado de toda a imundície, vemos a ação e o poderio do povo, o povo quis assim, e o homem chamado Arão, que ficou com a responsabilidade de dirigir aquele povo na ausência de seu irmão Moisés, fez o que o povo queria, transgredir, a Lei Divina, e Arão imediatamente cedeu descaradamente, pois também era um dos oprimidos. Arão fez o que muitos dos líderes atuais estão fazendo, pediu ao povo que arrancassem de suas orelhas os pendentes de ouro e trouxessem a ele para fazer o bezerro, hoje não estão fazendo o mesmo? O povo da atualidade não está mais esperando a volta de Jesus, nem se prega mais isto por aí, o coração do povo está voltado para os deuses deste século, que são os “grandes” lideres com apelido de pastores, apóstolos, e etc. que lhes arrancam os pendentes de ouro, prata e tudo mais que tiverem a base das falsas teologias repletas de heresias, pregam o amorzinho, essas são as sutilezas dos demônios, o Livro Santo, a Bíblia Sagrada está fechada, a cantilena é “vamos orar’, nos montes, onde estão os sátiros. Não se iluda, sem a correção da Palavra de Deus, todos cairão no abismo, lago de fogo preparado para Satanás e seus demônios, ali haverá choro e ranger de dentes. O bezerro de ouro é a demonstração muito atual deste falso evangelho pregado por ai. Mais uma vez devemos refletir sobre o grande Amor de Deus para com o Brasil, Ele, o Senhor desejou nos livrar das coisas contrárias que já existiam nessa terra, antes de chegar até nós, algo muito forte que é o Poder do Alto. As primeiras denominações surgidas após a Reforma Protestante. No século XIX veio ao Brasil duas denominações: Batista e Presbiteriana, estas, desde a Escócia é de origem maçônica, a situação em todo o mundo era caótica em relação a fé. Mas como os olhos do Senhor procuram os fies da terra, procurou e achou, preparou e trouxe lá da Suécia, a Obra Pentecostal com todas as armas necessárias para resistir ao diabo e todos os seus demônios.