A PORTA ABERTA ESTÁ

A PORTA ABERTA ESTÁ
Culto de Doutrina - terças às 18:30 / Culto de Consagração - quartas às 09:00 / Culto de Libertação - quintas às 15:00 / Evangelização e Culto ao Ar Livre - sábados às 17:00 / Escola Dominical às 09:00 / Culto Público aos domingos às 18:00

Translate

terça-feira, 31 de julho de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR (Textos)
E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
 É muito bom crer nas Promessas Divinas!  (Sl. 121: 1 a 8) 

1 – ELEVO os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro?
2 – O meu socorro vem do Senhor que fez o Céu e a terra.
3 – Não deixará vacilar o teu pé: aquele que te guarda não tosquenejará.
4 – Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
5 – O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.
6 – O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.
7 – O Senhor te guardará de todo o mal: ele guardará a tua alma.
8 – O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.
É muito bom crer nas Promessas Divinas!  (Sl. 121: 1 a 8).
Você que nesta noite passa,  ás vezes até correndo para chegar mais cedo, leve esta pequena mensagem contendo promessas que só o Criador de todas as coisas poderia nos fazer.
Em todo o tempo sempre houve dias difíceis, mas nestes tempos atuais, quando mais se aproxima a vinda de Jesus para arrebatar um pequeno rebanho que ainda crê nas Divinas Promessas.
Percebe-se uma maior confusão na face de toda a terra.  Jesus quando por aqui andou, disse que seria assim, quando fosse se aproximando o Grande dia, isto é o resultado da multiplicação do pecado na face de toda a terra. “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.” (Mt. 24: 12).
É o que estamos presenciando, o desamor entre as pessoas, são filhos contra seus pais, são pais contra filhos, só prevalecem o matar, roubar, estuprar, sem se falar dos vícios malditos.
Mas quando elevamos nossos olhos para os montes como salmista fez, certamente o socorro virá. E tudo mais escrito neste Salmo se cumprirá, busque esta Fé no Salvador Jesus.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

LIÇÕES BÍBLICAS / SÓ O SENHOR É REI, DO CÉU E DA TERRA! - Lição: 06

LIÇÕES BÍBLICAS
Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
Data: - 05 – 08 – 2018.     
Titulo da Lição:   SÓ O SENHOR É REI, DO CÉU E DA TERRA! 
Lição: 06
Texto Áureo: “ Bem-Aventurada é a nação cujo o Deus é o Senhor”.
                                        
Leitura Bíblica em Classe:         75 – 175  - HC               (I Cor. 10: 1 a 13).

1 – ORA, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram debaixo da nuvem, e todos passaram pelo mar.
2 – E todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar.
3 – E todos comeram dum mesmo manjar espiritual,
4 – E beberam todos duma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia, e a pedra era Cristo.
5 – Mas Deus não se agradou da maior parte deles, pelo que foram prostrados no deserto.
6 – E estas coisas foram-nos feitas em figuras, para que não cobicemos as coisas más, como eles cobiçaram.
7 – Não vos façais, pois idólatras, como alguns deles, conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber, e levantou-se para folgar.
8 – E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram; e caíram num dia vinte e três mil.
9 – E não tentemos a Cristo, como alguns deles também tentaram, e pereceram pelas serpentes.
10 – E não murmureis, como também alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor.
11 – Ora tudo isto lhes sobreveio como figuras, e estão escritas para aviso nosso, para quem já são chegados os fins dos séculos.
12 – Aquele pois que cuida estar em pé, olhe não caia.
13 – Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. 

Título da Lição:
SÓ O SENHOR É REI, DO CÉU E DA TERRA! 
Definição:  Dando prosseguimento a triste história de um povo que rejeitou Deus, por esta razão nunca tiveram paz, passaram quarenta anos girando pelo deserto e não entraram em Canaã. Vivendo sem Paz e sem Salvação. Assim foi por rejeitarem o Senhor. Então estando o povo largado pelo rei, e afastado do Senhor, logo se aproxima o tal Naás, agindo exatamente como agem os demônios na vida dos que transgridem contra o Senhor, ou seja, os que rejeitam a Deus, Naás já chegou sitiando, cercando, este é o forte dos demônios; cercar, invadir, deixar a pessoa sem saída, assim aconteceu lá naquela cidade, mas podemos sentir que até aí o povo nem estava se atentando para aquela situação tão terrível,  o chamado povinho de Deus não se importa muito com o perigo, na verdade o povinho crente gosta mesmo é de misturas, vão se entregando a qualquer um, não medem as consequências, e depois quando tudo começa a dar errado, dizem que foram forçados pelas circunstancias. Vemos imediatamente que o povo não pensou duas vezes, logo se ofereceram, pediram a Naás que fizesse aliança com eles. Igualzinho os dias atuais, hoje vemos várias congregações se dizendo evangélicas fazendo aliança com maçonaria, tráfico de qualquer coisa e etc.. Mas ante a proposta feita por Naás, o povo começa a chorar, casualmente o rei elegido pelo povo vem passando por ali tangendo seus bois, e vê o povo chorando e cinicamente pergunta; por que o povo chora? Bem, naquele momento, após Saul tomar conhecimento da proposta medonha de Naás, houve uma manifestação do Senhor em Saul; vejamos: “Então, o espírito de Deus se apoderou de Saul, ouvindo estas palavras: e acendeu-se em grande maneira a sua ira. E tomou um par de bois, e cortou-os em pedaços, e os enviou a todos os termos de Israel pelas mãos dos mensageiros, dizendo: Qualquer que não sair atrás de Saul e atrás de Samuel, assim se fará aos seus bois. Então caiu o temor do Senhor sobre o povo, e saíram como um só homem.” (I Sam. 11: 6, 7). Vamos meditar um pouco aqui: Vejam que; O Espírito Santo não usou a Saul como Ele usa aos santos, Ele se apoderou de Saul, é diferente, e ali, através do Espírito do Senhor um par de bois foi cortado em pedaços e enviado aos termos de Israel pelos mensageiros com uma ordem: “Qualquer que não sair atrás de Saul e atrás de Samuel, assim se fará aos seus bois. Então caiu temor do Senhor sobre o povo, e saíram como um só homem.” (I Sam. 11: 7b). Então, vemos aí a ação direta do Espírito Santo, não daquele “rei Saul”. Mas o que nos chama muito a atenção é a obstinação do povo, realmente nunca houve Temor ao Senhor da parte daquele povo, só se lembravam do Senhor nos apertos, não demorou muito, podemos crer que no mesmo dia, voltaram a afrontar a Samuel, vejamos: “Então disse o povo a Samuel: Quem é aquele que dizia que Saul não reinaria sobre nós? Dai cá aqueles homens, e os mataremos. Porém Saul disse: Hoje não morrerá nenhum, pois hoje tem obrado o Senhor um livramento em Israel.” (I Sam. 11: 12, 13). Sendo assim, Samuel faz perante o povo, um relato de tudo quanto o Senhor realizou, estando ele no Caminho com o Senhor, e perante aquele povo durante uma vida inteira de dedicação. A partir do verso 7 do cap. 12, vemos as considerações de Samuel acerca de tudo que Jeová realizou em prol daquele povo, desde o Egito. E para completar, Samuel disse: “Pode-vos também agora aqui, e vede esta grande cousa que o senhor vai fazer diante de vossos olhos. Não é hoje a sega dos trigos? Clamarei ao Senhor, e dará trovões e chuva; e sabereis e vereis que é grande a vossa maldade que tendes feito perante o Senhor, pedindo para vós um rei. Então invocou Samuel ao Senhor, e o Senhor deu trovões e chuva naquele dia; pelo que todo o povo temeu em grande maneira ao Senhor e a Samuel.” (I Sam. 12: 16 a 18). Ali o povo temeu, mas como sempre o temor do povo era só num momento, só quando viam o perigo de perto, ali pediram a Samuel que não deixasse de rogar a Deus por eles. Desde o principio foi assim, o povo nunca guardou a Palavra do Senhor, me lembro que ao saírem do Egito houve uma linda promessa que o povo não guardou: “E SERÁ que, se ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os mandamentos que eu te ordeno hoje, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra.” (Dt. 28: 10. Portanto é preciso ser obediente As Escrituras, para não haver pecado diante do Senhor. E ali Samuel se despediu do povo dizendo: “Tão somente temei ao Senhor, e servi-o fielmente com todo o vosso coração: porque vede quão grandiosas cousas vos fez. Porém, se perseverardes em fazer mal, perecereis, assim vós como o vosso rei.” (I Sam. 12: 24, 25). Entrando nós no capítulo 13 de I Samuel, vemos que Saul continuou no mesmo estado de perturbação. Vejamos: No primeiro ano de seu reinado ele se ausentou indo cuidar de seus bois, neste segundo ano ele se propôs a liderar, mas ao modo dele, desordenadamente tal qual o povo. Aquele povo por falta de Fé, pois não adoravam ao Senhor, todos os que não adoram ao Senhor jamais terão Fé, então por essa razão desejavam um rei mas que fosse de uma forma militar, pois a grande ameaça daquela época eram os filisteus, eles colocavam postos militares por todos os lados. Mas isto nunca foi plano do Senhor, o Reino do Senhor é Pacifico, aquele povo seria vencedor na Gestão de Samuel, pois tendo o Senhor Deus todo Poderoso junto a Samuel homem preparado, Profeta, de que mais aquele povo necessitava? Mas voltando às atitudes de Saul, no verso 5 do cap. 13 vemos que os filisteus se ajuntaram para pelejar contra Israel. Saul foi para Gilgal e esperou os sete dias, mas Samuel demorou. Então Saul fez o que nunca poderia ter feito; oferecer holocausto. Mas acabando ele de oferecer, Samuel chega e diz: “Então disse Samuel: Que fizeste? Disse Saul: Porquanto via que o povo se espalhava de mim, e tu não vinhas nos dias aprazados...” (I Sm. 13: 11). Neste momento há uma declaração: “Porém agora não subsistirá o teu reino: já tem buscado o Senhor para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o Senhor, que seja chefe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou.” (I Sm.13: 14). Isto prova que o Senhor não esperava mais nada de Saul. É muito triste quando o Senhor se cansa de esperar por nós.

quarta-feira, 25 de julho de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR / Deus abençoa a todos os que são perdoados!

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR (Textos)
E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
                       Deus abençoa a todos os que são perdoados!  (Sl. 5: 1 a 8). 

1 – DÁ ouvidos às minhas palavras, ó Senhor, atende à minha meditação.
2 – Atende à voz do meu clamor, Rei meu e Deus meu, pois a ti orarei.
3 – Pela manhã ouvirás a minha voz, ó Senhor; pela manhã me apresentarei a ti, e vigiarei.
4 – Porque tu não és um Deus que tenha prazer na iniquidade, nem contigo habitará o mal.
5 – Os loucos não pararão à tua vista; aborreces a todos os que praticam a maldade.
6 – Destruirás àqueles que proferem mentira; o Senhor aborrecerá o homem sanguinário e fraudulento.
7 – Mas eu entrarei em tua casa pela grandeza da tua benignidade; e em teu temor me inclinarei para o teu santo templo.
8 – Senhor, guia-me na tua justiça, por causa dos meus inimigos; aplana diante de mim o teu caminho.
      Sinta hoje a alegria do perdão!  (Sl. 5: 1 a 8). 
               Mais uma vez nos propomos a trazer até você uma mensagem de Fé e de amor.  Falando um pouco, mas muito pouco de tudo quanto o Senhor Deus dos Céus e da terra tem feito em nossas vidas, nós que trazemos a cada semana uma mensagem da parte de Jesus Cristo.
       É preciso que haja perdão de pecados, mas antes é necessário que reconheçamos que somos pecadores  e confessemos os tais pecados diante do Senhor, a Ele só, e receba o perdão e com o perdão  a Paz, e a Alegria de viver! 
       Desde os antigos tempos foi profetizado que nasceria um Menino para mudar o mundo, pois todo o principado estaria sobre os seus ombros, e o seu Nome seria: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz!  
       E este Menino já nasceu, e foi lá numa tosca Manjedoura, e a grande maioria da humanidade não fez, e nem faz caso disto, continuam mergulhados no pecado que destrói a alma, o corpo e o espírito, a humanidade de modo geral vive triste por não valorizar o Menino que nasceu em Belém. 
         Mas se hoje você que recebeu este folheto, e ainda não teve uma experiência com Jesus, abra seu coração  ainda hoje, agora e verás o bem que Ele lhe fará. Receba-o como seu Salvador!

terça-feira, 24 de julho de 2018

LIÇÕES BÍBLICAS / FELIZ AQUELE A QUEM DEUS ESCOLHE! - Lição: 05

   LIÇÕES BÍBLICAS
Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
Data: - 29 – 07 – 2018.     
Titulo da Lição:     FELIZ AQUELE A QUEM DEUS ESCOLHE!   
Lição: 05
Texto Áureo: “Os meus olhos procurarão os fieis da terra.” (Sl. 101: 6).
                                        
Leitura Bíblica em Classe:         
600 – 176  -HC    (I Sam. 10: 17 a 27).

17 – Convocou pois Samuel o povo ao Senhor em Mispa.
18 – E disse aos filhos de Israel: Assim disse o Senhor Deus de Israel: Eu fiz subir a Israel do Egito, e livrei-vos da mão do Egito, e livrei-vos da mão dos egípcios e da mão de todos os reinos que vos oprimiam.
19 – Mas vós tendes rejeitado hoje a vosso Deus, que vos livrou de todos os vossos males e trabalhos, e lhe tendes dito: Põe um rei sobre nós: agora, pois, ponde-vos perante o Senhor, pelas vossas tribos e pelos vossos milhares.
20 – Fazendo pois chegar Samuel todas as tribos, tomou-se a tribo de Benjamim.
21 – E, fazendo chegar a tribo de Benjamim pelas suas famílias, tomou-se a família de Matri: e dela se tomou Saul, filho de Quis; e o buscaram, porém não se achou.
22 – Então tornaram a perguntar ao Senhor se aquele homem ainda viria ali. E disse o Senhor: Eis que se escondeu entre a bagagem.
23 – E correram, e o tomaram dali, e pôs-se no meio do povo: e era mais alto do que todo o povo desde o ombro para cima.
24 – Então disse Samuel a todo o povo: Vedes já a quem o Senhor tem elegido? Pois em todo o povo não há nenhum semelhante a ele. Então jubilou todo o povo  e disseram: Viva o rei!
25 – E declarou Samuel ao povo o direito do reino, e escreveu-o num livro, e pô-lo perante o Senhor: então enviou Samuel a todo o povo, cada um para sua casa.
26 – E foi também Saul para sua casa, a Gibeá: e foram com ele do exército aqueles cujos corações Deus tocara.
27 – Mas os filhos de Belial disseram: é este o que nos há de livrar? E o desprezaram, e não lhe trouxeram presentes: porém ele se fez como surdo. 


Título da Lição
FELIZ AQUELE A QUEM DEUS ESCOLHE!

Definição: Na LBC - Mais uma vez o Senhor expõe ao povo o relato desde a saída do Egito, ou seja, as condições em que o povo foi tirado de lá, através de clamor ardente:“E aconteceu depois de muitos dias, morrendo o rei do Egito, que os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram: e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão. E ouviu Deus o seu gemido, e lembrou-se Deus do seu concerto com Abraão, com Isaque,  e com Jacó; E atentou Deus para os filhos de Israel, e conheceu-os Deus.” (Êx. 2: 23 a 25). Este texto nos afirma não só o grande Amor de Deus, mas a sua Fidelidade para com as Promessas, passe o tempo que passar. Para nosso Senhor a palavra concerto significa Promessa, Ele jamais se esquece. Mas voltemos a triste situação daquele a qual o Senhor indicou para ser rei diante daquele povo obstinado, Saul sempre foi um homem perturbado, pois ao saber que seria rei de Israel disse:“Porventura não sou eu filho de Benjamim, da menor das tribos de Israel? (1 Samuel 9: 21). Ali ele faz uma conjectura de humildade, mas já havia sido ungido como rei, ele era fisicamente a gosto do povo; alto, belo com pinta de rei. Portanto a Unção já havia acontecido. Sendo assim o profeta Samuel convocou todo o Israel para que se reunisse em Mispa, para apresentá-lo como rei de Israel ao povo, o primeiro rei, mas cadê o homem? O homem havia se escondido, vejamos: “Então tornaram a perguntar ao Senhor se aquele homem ainda viria ali. E disse o Senhor: Eis que se escondeu entre a bagagem. E correram e o tomaram dali, e pôs-se no meio do povo: e era mais alto do que todo o povo desde o ombro para cima”. (1 Sam. 10: 22, 23). Que situação! Mas, muito interessante foi a pergunta de Samuel ao povo, depois desteespetáculo deprimente“Então disse Samuel a todo o povo: Vedes já a quem o Senhor tem elegido? Pois em todo o povo não há nenhum semelhante a ele.” (1 Sam. 10: 24). Samuel ali deu um toque muito forte, porém o povo nem quis saber, nem prestou a devida atenção ao toque de Samuel, Saul para eles estava na medida, era alto, e bonito. Mas vamos meditar um pouco na questão; esconder-se: temos em nossa Bíblia Sagrada vários exemplos dos que se escondem, principalmente se tratando das Cousas do Senhor, o primeiro homem confeccionado pelas Mãos Divinas foi o primeiro a se esconder quando pecou. Há sempre um motivo para se esconder, porém a razão de todos eles, ou seja os motivos desagradam ao Senhor. Vejamos mais alguns: Elias escondeu-se numa caverna por medo de uma mulher, depois de ter vencido 450 profetas. Jonas se escondeu pois não havia compreendido ainda o grande Amor de Deus para com as almas perdidas. Mas o Senhor nosso Deus tem um esconderijo Maravilhoso para cada um: “AQUELE que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do onipotente descansará.” (Sl. 91: 10. E quem está descansado está animado para louvar a Deus, para testemunhar do Senhor, para levar a Palavra do Senhor aos perdidos pecadores, e principalmente para Reinar com Cristo lá na Gloria! E.. Depois, descer com Cristo no Monte de Jerusalém! “E destes profetizou Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos; Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.” (Jd. 1: 14, 15). Aí está a promessa maravilhosa para os que estão se preparando para aquele Grande Dia, o Dia da Vinda do Senhor. Mas voltando a lição desta manhã, quando estamos meditando sobre o personagem que se tornou rei de Israel a pedido do povo. O povo nunca foi iludido com coisa alguma, desde que o pecado entrou no mundo, a tendência é má, é cruel, na questão se esconder do Senhor é impossível, mas em compensação o Senhor encontrou e ainda encontra pessoas em que possa confiar, Ele encontrou Noé para construir a arca, Ele encontrou um homem que foi denominado o homem mais manso da terra para tirar um povo brabo do Egito,“E era o varão Moisés mui manso, mais de que todos os homens que havia sobre a terra.” (Nu. 12: 3). E o mais importante; Ele, o Senhor na pessoa do Santo Espírito encontrou uma Virgem para conceber em seu ventre o Filho de Deus. Mas voltando à lição sobre aquele que se escondeu covardemente em meio a bagagem, e hoje onde estão escondidos os que só querem bênçãos do Senhor, não se apresentam para fazer nada no templo do Senhor, e nem fora do Templo, onde estarão escondidos, atrás de que? no meio de que? Mas chegamos ao capitulo 13 de 1 Sam. Ali havia se passado um ano do reinado de Saul. Para esclarecimento; Saul tinha trinta anos quando começou a “reinar” em Israel, na verdade houve certas coisas confusas no reinado de Saul, voltemos no capitulo 10; verso 25, 26: “E declarou Samuel ao povo o direito do reino, e escreveu-o num livro, e pô-lo perante o Senhor: então enviou Samuel a todo o povo, cada um para sua casa. E foi também Saul para sua casa, a Gibeá: e foram com ele do exército aqueles cujos corações Deus tocara.” O que podemos claramente entender aqui; é que Samuel após lavrar tudo em Livro, e após todo Cerimonial, Samuel e o povo foram para casa, Saul foi também para sua casa em Gibeá e por lá ficou levando a sua vidinha normal. O povo ficou a deriva, sendo assim, vejamos o que aconteceu: Se levanta Naás, amonita e sitiou a Jabes-Giliade; vejamos: “ENTÂO subiu Naás, amonita, e sitiou a Jabes-Giliade: e disseram todos os homens de Jabes a Naás: Faze aliança conosco, e te serviremos. Porém Naás, amonita, lhes disse: Com esta condição farei aliança convosco: que a todos vos arranque o olho direito, e assim ponha esta afronta sobre todo o Israel.” (1 Sam. 11: 1, 2). Estamos fazendo este retrospecto para entender que estando o povo largado do rei, não de Samuel, pois Samuel continuou Ministrando o Altar, afinal de contas o povo o havia rejeitado assim como rejeitaram ao Senhor, mas voltamos a perguntar: cadê o homem que o povo elegeu? Não demorou chegou o tal Naás, e já chegou sitiando, tomando posse, pois o povo estava sem rei. Ante a proposta de Naás de ser arrancado o olho direito houve temor e o povo chora, em quanto isto Saul estava cuidando de seus bois: “E eis que Saul vinha do campo, atrás dos bois; e disse Saul: que tem o povo, que chora? E contaram-lhe as palavras dos homens de Jabes.” (11: 5).

quarta-feira, 18 de julho de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR / É preciso sentir Alegria na Alma! - (Salmos 103: 1 a 10)

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR (Textos)
E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
                       É preciso sentir Alegria na Alma!  (Salmos 103: 1 a 10). 

01 - BENDIZE, ó minha alma, ao Senhor, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome.
02 – Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios.
03 – É ele que perdoa todas as tuas iniquidades, e sara todas as tuas enfermidades;
04 – Quem redime a tua vida da perdição, e te coroa de benignidade e de misericórdia.
05 – Quem enche a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como águia.
06 – O Senhor faz justiça e juízo a todos os oprimidos.
07 – Fez notórios os seus caminhos a Moisés, e os seus feitos aos filhos de Israel.
08 – Misericordioso e piedoso é o Senhor; longânimo e grande em benignidade.
09 – Não repreenderá perpetuamente, nem para sempre conservará a sua ira.
10 – Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos retribuiu segundo as nossas iniquidades.
 
É preciso sentir Alegria na Alma!      

              Hoje estamos trazendo até você uma mensagem de puro amor da parte de Jesus Cristo o Salvador.
       Na verdade é um convite a vir participar das Bênçãos que o Senhor tem para dar ao que se chega a Ele. Jesus quando por aqui andou disse:“Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.” ( Mt. 11: 28, 29). 
      Este tem sido nosso propósito, trazer até você, que correndo passa  uma mensagem de esperança, nossa alma é o centro da vida, é na alma que vai sendo armazenadas as tristezas, desesperanças, as revoltas e etc. tudo isto proveniente do afastamento das coisas Celestiais onde Cristo está, e de lá Ele contempla toda a aflição do povo na face da terra. 
         Mas Ele Jesus, nos deixou uma incumbência; a de trazer até você esta mensagem de Fé, de Amor, pois um dia nós que hoje pregamos o Evangelho da Salvação pelas Praças da Cidade, também andávamos desgarrados, longe do Caminho que é Jesus, tristes, mas ao encontrá-lo houve mudança, passamos a ter alegria através da Esperança nas Promessas que não falham. 
         Receba hoje no profundo de sua alma todas as Palavras contidas na Bíblia Sagrada, pois falam a História de Jesus Salvador, e sejas verdadeiramente FELIZ!

LIÇÕES BÍBLICAS / SIÃO CELESTE, REPOUSO DOS SANTOS! - Lição: 04

LIÇÕES BÍBLICAS
 Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
 Data: - 22 – 07 – 2018.     
Titulo da Lição:       SIÃO CELESTE, REPOUSO DOS SANTOS!   
 Lição: 04
Texto Áureo: “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor .” (Sl. 33: 12.)
                                        
Leitura Bíblica em Classe:       142 – 378  - HC                   (I Sm. 8: 11 a  24).

09 – Agora, pois, ouve a sua voz, porém protesta-lhes solenemente, e declara-lhes qual será o costume do rei que houver de reinar sobre eles.
10 – E falou Samuel todos as palavras do Senhor ao povo, que lhe pedia um rei.
11 – E disse: Este será o costume do rei que houver de reinar sobre vós: ele tomará os vossos filhos, e os empregará para os seus carros, e para seus cavaleiros, para que corram adiante dos seus carros.
12 – E os porá por príncipes de milhares e por cinquentenários; e para que lavrem a sua lavoura, e seguem a sua sega, e façam as suas armas de guerra e os petrechos de seus carros.
13 – E tomará as vossas filhas para perfumistas, cozinheiras, e padeiras.
14 – E tomará o melhor das vossas terras, e das vossas vinhas, e dos vossos olivais, e os dará aos seus criados.
15 – E as vossas sementes, e as vossas vinhas dizimará, para dar aos seus eunucos e aos seus criados.
16 – Também os vossos criados, e as vossas criadas, e os vossos melhores mancebos, e os vossos jumentos tomará, e os empregará no seu trabalho.
17 – Dizimará o vosso rebanho, e vos lhes servireis de criados.
18 – Então naquele dia clamareis por causa do vosso rei, que vos houverdes escolhido, mas o Senhor não vos ouvirá naquele dia.
19 – Porém o povo não quis ouvir a voz de Samuel; e disseram: Não, mas haverá sobre nós um rei.
20 – E nós também seremos como todas as outras nações; e o nosso rei nos julgará, e sairá adiante de nós, e fará as nossas guerras.
21 – Ouvindo pois, Samuel todas as palavras do povo, as falou perante os ouvidos do Senhor.
22 – Então o Senhor disse a Samuel: Dá ouvidos à sua voz, e constitui-lhes rei. Então Samuel disse aos filhos de Israel: Vá-se cada um à sua cidade. 

Título da Lição: SIÃO CELESTE, REPOUSO DOS SANTOS!

Definição: Na lição de hoje estaremos dando continuidade a história de um homem que desde seu nascimento, foi levado e entregue por sua própria mãe ao Templo do Senhor, aos cuidados do sacerdote Eli. Samuel, um exemplo de dedicação, de santificação, entregue a total vontade do Senhor. Criou os filhos no Temor e na admoestação do Senhor. Podemos imaginar que para Samuel foi de grande surpresa o comportamento daqueles filhos ao receberem o cargo de Juiz da nação do Senhor. Como dissemos na lição passada; eles não demonstravam nenhuma sordidez, do contrário Samuel homem santificado jamais os levaria a juízes do Senhor. Mas vamos continuar meditando sobre a tristeza não só do profeta Samuel, muito mais do Senhor Deus de Israel. E disse o Senhor: “Ouve a voz do povo em tudo quanto te disserem, pois não te têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado para eu não reinar sobre eles. Conforme a todas as obras que fizeram desde o dia em que os tirei do Egito até ao dia de hoje, pois a mim me deixaram, e a outros deuses serviram, assim também te fizeram a ti.” (I Sam.8: 7, 8). Assim o Senhor procurou consolar a Samuel acerca do desprezo daquele povo obstinado. O Senhor também pediu a Samuel que declarasse ao povo qual seria o costume do rei que eles escolheriam para reinar sobre eles. E assim foi feito, Samuel foi passando para o povo o costume do rei que eles escolhessem. Então temos a partir dos versos 11 a 18 de I Samuel cap. 8. Ali o Senhor deixou bem claro tudo quanto iria acontecer àquele povo, mesmo assim o povo preferiu um rei terreno. E assim como vimos na Leitura Bíblica em Classe, foi bem esclarecido o tipo que reinaria sobre Israel, perfeitamente ao gosto do povo. Na verdade sabemos que este mesmo povo foi o que clamou desde o Egito que o Senhor os tirasse de lá, não para segui-lo, mas sim para se livrarem da escravidão, dos trabalhos pesados. Fica aí uma dúvida que bem podemos esclarecer; é o seguinte: Será que o Senhor se iludiu com o choro do povo quando clamava desde o Egito pela libertação? Penso que não, pois o Senhor é oniciente, onipresente e onipotente, Ele é sabedor de todas as coisas muito antes delas acontecerem, o Senhor bem conhecia aquele povo, a razão de estarem vivendo como escravos no Egito estavam apenas colhendo o que seus antepassados plantaram, vejamos: “Então Judá disse aos seus irmãos: Que proveito haverá em que matemos a nosso irmão, e escondamos a sua morte? Vinde, e vendemo-lo a estes ismaelitas, e não seja nossa mão sobre ele: porque ele é nosso irmão, nossa carne. E seus irmãos obedeceram. Passando pois os mercadores midianitas, tiraram e alçaram a José da cova, e venderam José por vinte moedas de prata aos ismaelitas, os quais levaram //José ao Egito.” (Gn. 37: 26 a 28). Aí está a Lei da colheita. Mas voltando a situação, ou seja, a obstinação daquele povo, que é o  mesmo povo dos dias atuais se dizendo crentes em Jesus, porém correndo sempre atrás das misturas, dos interesses materiais, e o que é pior; se possível entremetem-se na famigerada política tornando-se pessoas totalmente indignas e porque não dizer, criminosas. Mas voltando a obstinação  daquele povo ante Samuel, ali no verso 20 do cap. 8 o povo declara mesmo o desejo de estar em meio a mistura mundana vejam: “E nós também seremos como todas as nações; e o nosso rei nos julgará, e sairá adiante de nós, e fará as nossas guerras.” (I Sam. 8: 20). Esta foi a declaração que mais nos faz meditar sobre o que estamos presenciando nestes últimos dias na face da terra, acerca da situação espiritual dos crentes, eis a razão das misturas com o mundanismo pecaminoso, os travestidos de pastores e agora temos as desocupadas mulheres se intitulando pastoras, verdadeira abominação ao Senhor, trazendo todo e qualquer tipo de abominação para dentro dos “templos”, uma verdadeira devassa! Pegaram uma palavra que eles nem sabem o significado; é o tal gospel e assim tudo se tornou gospel. Mas voltemos a lição sobre o que tristemente o Senhor ali dando todo apoio a Samuel disse: “Então o Senhor disse a Samuel: Dá ouvidos à sua voz, e constiui-lhes rei. Então Samuel disse aos filhos de Israel: Vá-se cada qual à sua cidade.” (I Sm. 8: 22). Dali certamente Samuel volta para casa, e o Senhor com certeza já havia visualizado um homem para ser rei em Israel. diz a história no cap. 9 que: “Havia um homem de Benjamim, cujo nome era Quis, filho de Abiel, filho de Zeror, filho de Becorate, filho de Afias, filho dum homem de Benjamim: varão alentado em força. Este tinha um filho, cujo nome era Saul, mancebo, e tão belo que entre os filhos de Israel não havia outro homem mais belo do que ele; desde os ombros para cima sobressaia a todo o povo.” (I Sm. 9: 1, 2). Aí estava o homem não escolhido, mas simplesmente indicado pelo Senhor, uma coisa é ser escolhido, outra é ser indicado pelo Senhor, Ele o Senhor indicou segundo a vontade do povo, pois geralmente as coisas belas são atraentes, mas nem sempre prudentes. E diz a história que Saul saiu a procurar umas jumentas que haviam se perdido, que conscidência, o povo também estava perdido, pois rejeitaram o Senhor, mas as jumentas do pai de Saul estavam perdidas e ele saiu a procurá-las, e ali procuraram por vários lugares, passando por muitas terras, sentiu Saul de voltar para que seu pai não se perturbasse pela sua ausência. Então o Senhor vai conduzindo Saul ao encontro de Samuel, pois já havia um plano da parte do Senhor, e o pretexto era jumentas perdidas. Nunca esqueçamos que Deus está sempre no controle. No verso 6 do cap. 9 diz que o moço que estava com Saul disse: “Porém ele lhe disse: Eis que há nesta cidade um homem de Deus, e homem honrado é: tudo quanto diz, sucede assim infalivelmente: vamo-nos agora lá; porventura nos mostrará o caminho que devemos seguir.” (I Sam. 9: 6). E assim o Senhor já estava encaminhando Saul para ter um encontro com Profeta Samuel. Então Saul e seu moço subindo da cidade acharam umas moças que saíram a tirar água, informaram a Saul que Samuel estava ali bem perto deles. Porém o Senhor já havia dantes avisado a Samuel por revelação. Ali o Senhor estava no controle de tudo, mas sendo Saul descendência da tribo de Benjamim, o Senhor por incrível que pareça teve uma remota esperança em Saul. Podemos sentir através do encontro de Samuel com Saul. Vejamos o verso: 24 do cap. 9...

sábado, 14 de julho de 2018

E o semeador saiu a semear / Fotos

Trabalho de evangelização realizado pelos membros da Igreja Assembléia de Deus, dia 14 de julho de 2018, na Estação do Metrô, Irajá (RJ).

quinta-feira, 12 de julho de 2018

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR / Um Novo Nascimento! (João. 3: 1 a 12)

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
 Um Novo Nascimento!  (João. 3: 1 a 12).

1 – E HAVIA entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus.
2 – Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus: porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele.
3 – Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.
4 – Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer?
5 – Jesus respondeu: Na verdade, na verdade, te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.
6 – O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
7 – Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.
8 – O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz; mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.
9 – Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso?
10 – Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto?
11 – Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho.
12 – Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?
   Um novo Nascimento! (Jo. 3: 1 a 12).
         O texto Bíblico nos fala de um homem chamado Nicodemos, como Jesus bem declarou, este homem era um Mestre, ou seja, entendido acerca das Escrituras que faziam menção do Messias, que Deus já a muito havia prometido. Acontece que a expectativa daquele povo é que seria de procedência real, um príncipe filho de rei e etc. Acontece que este Messias nasceu num pasto, e foi colocado num coxo chamado manjedoura.
      Então de repente surge uma figura que vem pregando no deserto anunciando o Messias Prometido, João Batista cheio do Espírito Santo, anunciando a Salvação através do arrependimento dos pecados.
       O povo de então estava terrivelmente mergulhado no pecado, grande parte do povo em completa rebeldia, não havia mais pregador da Palavra de Deus, por conta dos terríveis pecados, o Senhor Deus havia feito 400 anos de silêncio na terra, por essa razão vem João Batista gritando deserto a fora, denominando,  àquele povo de raça de víboras!
       Nos dias atuais que precedem a vinda de Jesus, não está muito diferente, em todo o mundo o pecado tem tomado conta das pessoas, não há Paz na terra, não é verdade? Só prevalecem:  O mentir, o roubar, o matar, estuprar, e a mocidade mergulhada  nas drogas, é traficância na sua porta, em fim, e Jesus o Salvador sendo rejeitado por um povo o qual Ele deu a sua Vida numa cruz.
       Mas se HOJE  você ouvir a sua Voz, não o rejeite, receba-o como seu Salvador, pois está escrito que Jesus vem, não sabemos o dia nem a hora, será de repente, pode ser hoje! PENSE NISTO.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

LIÇÕES BÍBLICAS / TREME TERRA DIANTE DO SENHOR! - Lição: 03

 LIÇÕES BÍBLICAS
 Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 15 – 07 – 2018.     
Titulo da LiçãoTREME TERRA DIANTE DO SENHOR!   
 Lição: 03
Texto Áureo:   (Hb. 3: 7).
                                        
Leitura Bíblica em Classe: 
378 – 355  -HC (Sl. 106: 1 a  22).

1 – LOUVAI ao Senhor. Louvai ao Senhor, porque ele é bom, porque a sua benignidade é para sempre.
2 – Quem pode referir as obras poderosas do Senhor? Quem anunciará os seus louvores?
3 – Bem-aventurados os que observam o direito, o que pratica a justiça em todos os tempos.
4 – Lembra-te de mim Senhor, segundo a tua boa vontade para com o teu povo: visita-me com a tua salvação;
5 – Para que eu veja os bens de teus escolhidos, para que eu me alegre com a alegria do teu povo, para que me regozije com a tua herança.
6 – Nós pecamos e os nossos pais; cometemos a iniquidade, andamos perversamente.
7 – Nossos pais não atentaram para as tuas maravilhas no Egito; não se lembraram da multidão das tuas misericórdias; antes foram rebeldes junto ao mar, sim, o Mar Vermelho.
8 – Não obstante, ele os salvou por amor do seu nome, para fazer conhecido o seu poder.
9 – Repreendeu o Mar Vermelho e este se secou, e os fez caminhar pelos abismos como pelo deserto.
10 – E livrou-os da mão daquele que os aborrecia, e remi-os da mão do inimigo.
11 – E as águas cobriram os seus adversários: nem um só deles ficou.
12 – Então creram nas suas palavras, e cantaram os seus louvores.
13 – Cedo, porém, se esqueceram das suas obras; não esperaram o seu conselho:
14 – Mas deixaram-se levar da cobiça no deserto, e tentaram a Deus na solidão.
15 – E ele satisfez-lhes o desejo, mas fez definhar as suas almas.
16 – E tiveram inveja de Moisés no acampamento, e de Arão; o santo do Senhor.
17 – Abriu-se a terra, e engoliu a Datã, e cobriu a gente de Abirão.
18 – E lavrou um fogo na sua gente: a chama abrasou os ímpios.
19 – Fizeram um bezerro em Horebe, e adoraram a imagem fundida.
20 – E converteram a sua gloria na figura de um boi que come erva.
21 – Esqueceram-se de Deus, seu Salvador, que fizera grandes cousas no Egito.
22 – Maravilhas na terra de Cam, cousas tremendas no Mar vermelho.

Título da Lição: TREME TERRA DIANTE DO SENHOR!

Definição: Este Salmo da Leitura Bíblica em Classe verdadeiramente vai discorrendo toda trajetória de um povo que clamou ao Senhor desde o Egito que os livrasse da escravidão, e o Senhor os tirou de lá com mão forte em meio a grandes Maravilhas, porém a obstinação deste povo nunca se afastou deles, pois por mais que o Senhor os amasse e os orientasse e manifestasse no meio deles suas Maravilhas, não conseguiu um retorno satisfatório da parte deste povo, pois continuavam obstinados. A esperança do Senhor Jeová era o nascimento de seu Filho Jesus que viria como o Messias que significa o Ungido do Senhor. mas vamos dando continuidade a esta história triste do período em que o povo de Deus por ser obstinado sofreu vinte anos nas garras dos filisteus. Finalmente os filisteus são vencidos na guerra que se levantou quando souberam que os filhos de Israel estavam congregados em Mispa, escolheram os maiorais para entrar em guerra contra os filhos de Israel. Israel temeu e disseram a Samuel que não cessasse de clamar ao senhor por eles, é interessante como o tal povo de Deus confia na Oração dos justos quando estão em aperto, é o mesmo povinho dos dias atuais, infelizmente temos que estar sempre fazendo estas advertências, pois o povo que se diz povo de Deus em toda face da terra é o mesmo; ou seja, crê na oração dos irmãos, mas não se rende ao arrependimento dos pecados, nunca reconhece que o pecado na forma de desobediência aos Mandamentos (Doutrinas) tem sido a causa de todas as desgraças no mundo, sim os que se dizem evangélicos são os responsáveis do que está acontecendo no mundo atual, por conta da mistura que sempre o Senhor abominou. Atualmente os que se dizem lideres do povo de Deus estão envolvidos com as coisas abomináveis ao Senhor, quantos “pastores” envolvidos na famigerada política, abandonam o rebanho do Senhor para se entremeter na milícia do capeta, “Sofre, pois, comigo, as aflições como bom soldado de Jesus Cristo. Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.” (II Tm. 4: 3, 4). Aí está a ordenança do Senhor para os que fazem voto de seguir e servir ao Senhor, a Palavra deixada escrita pelo Senhor é para ser examinada e obedecida, do contrário será choro e ranger de dentes. Voltando a história no período em que Samuel durante toda a sua vida dedicou-se ao amor a Deus, na obediência ao sem mandato. E diz o texto que o povo clamou a Samuel que não parasse de clamar ao Senhor, então vamos ver qual a atitude de Samuel: “Então tomou Samuel um cordeiro de mama, e sacrificou-o inteiro em holocausto ao Senhor : e clamou Samuel ao Senhor por Israel, e o Senhor lhe deu ouvidos. E sucedeu que , estando Samuel sacrificando o holocausto, os filisteus chegaram à peleja contra Israel: e trovejou o Senhor aquele dia com grande trovoada sobre os filisteus, e os aterrou de tal modo que foram derrotados diante dos filhos de Israel.” (I Sam. 7: 9, 10). O Senhor recebeu o sacrifício de Samuel, dali o Senhor mudou, Israel saiu em perseguição ao inimigo. Tudo isto o Senhor fez por amor a Samuel, é muito bom estar em estado de Graça com o Senhor, só seremos felizes em todos os sentidos em nossa vida terrena se a Trindade Santa estiver alegre conosco. Samuel tinha tudo com Senhor, então Samuel tomou uma pedra como sempre, e a pôs entre Mispa e Sem, e chamou o seu nome Ebenézer: e disse: Até aqui nos ajudou o Senhor. Assim os filisteus foram abatidos e nunca mais vieram aos termos de Israel todos os dias de Samuel. Que Maravilha! Acontece que passados anos, diz que as cidades que os filisteus tinham tomado de Israel foram restituídas a Israel, e passaram-se muitos anos, e Samuel no comando, criou seus filhos, sempre viajando, rodeando Betel, e a Gilgal, e a Mispa, e julgava a Israel em todos aqueles lugares, em fim incansável no trabalho, uma vida inteira de dedicação ao Senhor e àquele povo, viajando e voltando para a sua casa que estava em Ramá. “E SUCEDEU que, tendo Samuel envelhecido, constituiu a seus filhos por juízes sobre Israel. e era o nome do seu primogênito Joel, e o nome do seu segundo Abias: e foram juízes em Berseba. Porém seus filhos não andaram pelos caminhos dele, antes se inclinaram à avareza, e tomaram presentes, e perverteram o juízo. Então todos os anciãos de Israel se congregaram e vieram a Samuel, a Ramá.” (I Sam. 8; 1 a 4). Aqui já podemos ver a desgraça do desvio daqueles filhos criados à luz da Palavra, mas enquanto não haviam recebido da parte do pai Samuel nenhum cargo, estavam como que incubados, porém ao receberem o cargo aflorou dentro deles a avareza, ganância, em fim houve o que mais o Senhor abomina; a mistura, e o mais triste não respeitaram, não consideraram o Ministério do pai, colocando-o numa situação vexatória, pois o povo é implacável  nesta questão. Vemos no verso seguinte que, todos os anciãos de Israel vieram a Samuel e com palavras ofensivas, demonstrando que não consideravam a Samuel por uma vida inteira de dedicação ao Senhor, consequentemente àquele numeroso povo. Vejamos: “Eis que já estais velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos: constitui-nos pois agora um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações.”  Na fala maldita desses anciãos, nós vemos até que ponto ia o ódio, o desprezo destes tais anciãos, quando a Palavra do Senhor no Antigo Testamento fala em anciãos, isto significa que eles são Ministério da Congregação, então vejamos; estes tais anciãos que foram tão grosseiramente falar com Samuel deixaram bem claro a repulsa, o desamor que sentiam por Samuel, um líder com dedicação de uma vida inteira ao Senhor, a àquele povo obstinado, o dever desses tais anciãos seria ir ao encontro dos filhos de Samuel e os aconselhar, repreende-los mesmo, e nunca massacrar o Profeta Samuel daquela maneira. Podemos imaginar a dor que invadiu o coração de Samuel, ele se viu completamente só.“Porém esta palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos julgue. E Samuel orou ao Senhor.” (I Sam. 8: 6). A mesma dor sentiu o Senhor lá nos Altos Ceús. E o Senhor consolou a Samuel dizendo: “E disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te disserem, pois não têm rejeitado a ti, antes a mim me têm rejeitado para eu não reinar sobre eles.” (I Sam. 8: 7). Continuaremos