Translate

domingo, 29 de outubro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / ALEGRAI-VOS NO SENHOR! - Lição: 05

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 29 – 10 – 2017.     
  Titulo da Lição:         ALEGRAI-VOS NO SENHOR!       
  Lição: 05
  Texto Áureo:  “O fruto do justo é árvore de vida” (Pr. 11: 30).   
                                                 65  –  103 - HC
Leitura Bíblica em Classe:                                      (Is. 26: 1 a  17).

1 – NAQUELE dia se entoará este cântico na terra de Judá: Uma forte cidade temos, a que Deus pôs a salvação por muros e antemuros.
2 – Abri as portas, para que entre nela a nação justa, que observa a verdade.
3 – Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.
4 – Confiai no Senhor perpetuamente porque o Senhor Deus é uma rocha eterna.
5 – Porque ele abate os que habitam em lugares sublimes; a cidade exaltada humilhará até ao chão, e a derribará até ao pó.
6 – O pé a pisará: os pés dos aflitos, e os passos dos doentes.
7 – O caminho do justo é todo plano: tu retamente pesas o andar do justo.
8 – Até no caminho dos teus juízos, Senhor, te esperamos; no teu nome e na tua memória está o desejo da nossa alma.
9 – Com minha alma te desejei de noite, e com o meu espírito, que está dentro de mim, madrugarei a buscar-te; porque, havendo os teus juízos na terra, os moradores do mundo aprendem a justiça.
10 – Ainda que se mostre favor ao ímpio, nem por isso aprende a justiça; até na terra da retidão ele pratica a iniquidade, e não atenta para a majestade do Senhor.
11 – Senhor, a tua mão está exaltada, mas nem por isso a veem: vê-la-ão, porém, e confundir-se-ão por causa do zelo que tens do teu povo; e o fogo consumirá os teus adversários.
12 – Senhor, tu nos dará a paz, porque tu és o que fizeste em nós todas as nossas obras.
13 – Ó Senhor Deus nosso, outros senhores têm tido domínio sobre nós; mas, por ti só, nos lembramos do teu nome.
14 – Morrendo eles, não tornarão a viver; falecendo, não ressuscitarão; por isso os visitaste e destruíste, e apagaste toda a sua memória.
15 – Tu, Senhor, aumentaste esta gente, tu aumentaste esta gente, fizeste-te glorioso; mas longe os lançaste, para todos os fins da terra.
16 – Senhor, no aperto te visitaram; vindo sobre eles a tua correção, derramaram a sua oração secreta.
17 – como a mulher grávida, quando está próxima a sua hora, tem dores de parto, e dá gritos nas suas dores, assim fomos nós por causa da tua face, ó Senhor.

Título da Lição: ALEGRAI-VOS NO SENHOR!

DefiniçãoVamos nesta manhã nos alegrar com o texto áureo e até podemos completá-lo, pois é parte do versículo que se encontra no Livro de Provérbios no cap. 11 que diz: “O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas sábio é”. (Pv. 11: 30). Hoje estaremos meditando sobre o segundo Galardão, ou Coroa como bem se expressava o Apóstolo Paulo em sua carta aos filipenses, e esta segunda Coroa, é chamada de; Coroa de alegria, vejamos: “PORTANTO, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados.” (Fl. 4: 1). Poderíamos até encerrar a lição por aqui, pois bastariam estas duas referências para termos uma ampla compreensão sobre este Galardão. Às vezes é difícil compreender a expressão; ganhar almas para Jesus, mas esta foi a ordem imperativa dada por Jesus, pouco antes de ser recebido nos Céus, podemos muito bem lembrar de suas últimas orientações: “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda a criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum;  e porão as mãos sobre os enfermos e os curarão.” (Mc. 16: 15 a 16). Por ventura todas essas ocorrências no trabalho da evangelização não trazem grandes alegrias? Não basta apenas entregar folhetos prontos, o trabalho é muito mais do que isto, é preciso que haja os Sinais, mas como haverá? Se ainda não houve Maravilhas na vida de alguns dos “mensageiros”. Bem podemos ver no Evangelho do Apóstolo Lucas uma boa advertência: “E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, até os demônios se nos sujeitam”. (Lc. 10:17), mas logo em seguida Jesus os respondeu dizendo; “Mas não vos alegreis por que se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.” Mas voltando ao segundo Galardão que é denominado como: Coroa de Alegria, pelo trabalho prestado na evangelização, através da transmissão do Evangelho ou seja, As Boas novas de salvação, mas como se poderá realizar este trabalho sem o conhecimento das Sagradas Escrituras? Sem estar salvo em Jesus Cristo? Quando paramos para pensar nesta questão, começamos a entender a razão pelo qual o Senhor Jesus quando estava para ser recebido nos Céus após a sua Ressurreição,  levou seus discípulos ao Monte das Oliveiras, e os orientou ali a ficarem em Jerusalém até que do alto fossem revestidos de Poder do Espírito Santo, pois o Senhor sabia que eles estavam firmes na Palavra, isto podemos crer, pois do contrário nunca teriam recebido o Poder do Espírito Santo em suas vidas. E ali em Jerusalém, foi aberto o primeiro Templo para que eles se reunissem, para que? Para organizar os trabalhos da Casa do Senhor, E foi ali no Cenáculo (sala de jantar), o primeiro ponto de pregação, e  houve ali o Derramamento do Espírito Santo sobre todos os discípulos, porque, havia muito conhecimento das Sagradas Escrituras no espírito, e na alma de cada um deles, e isto podemos provar, pois imediatamente a efusão do Espírito, o primeiro a manifestar sua alegria foi Pedro o pescador rude, mas ali ele tomou posse da Palavra. Vejamos: “Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: varões judeus, e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras. Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo a terceira hora do dia. Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel: E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne: e...”. (At. 2: 14 a 17). Aí está o sinal evidente de um homem rude no sentido de sua escolaridade, mas que; ouvia e guardava a Palavra de Deus, vemos que ele fez citação do profeta Joel, e ali discursou para aqueles que estavam zombando daquele movimento estranho para os que não entendem as coisas do Espírito Santo. E este capítulo 2 de Atos, vai relatando a Maravilha daquela manhã ali em Jerusalém, na casa de Maria mãe de Marcos, um jovem convertido que deu a sua vida pela Palavra do Senhor. Vejamos então a referência alusiva à Coroa da Alegria: “Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de gloria? Porventura não sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda? Na verdade vós sois  a nossa glória e gozo.” (I Ts. 2: 19, 20). A Palavra se refere aos que de bom grado recebiam a Jesus por intermédio da Palavra ensinada com firmeza, com testemunho, com sinais, o povo precisa ver os Sinais, na verdade a evangelização no passado, principalmente no tempo em que Jesus por aqui andou e depois os discípulos seguiram realizando do modo em que aprenderam, ou seja; era de casa em casa, temos muitos exemplos na Igreja primitiva. No Livro que relata os Atos dos Apóstolos, nos fala muito expressivamente das primeiras conversões, foi ali mesmo no cenáculo, ou seja na casa de Maria mãe de Marcos, diz o texto que após o discurso de Pedro, o povo que ali estava fez uma pergunta a Pedro, vejamos as últimas palavras de Pedro: “Saiba pois com certeza toda a casa d’Israel que a este Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo. E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, varões irmãos? E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.” (At. 2:36 a 39). E diz o texto que Pedro continuou ali a pregar Jesus Ressuscitado, e ali agregaram muitos, passando pelas águas, quase três mil almas. Mas vamos falar sobre como foi a morte de Marcos o hospedeiro da primeira Igreja: Ele foi martirizado na cidade de Alexandria, em plena atividade evangelística. Por ocasião da Páscoa. Teve seu corpo arrastado pelas ruas por uma parelha de cavalos, até morrer. 54 anos.

sábado, 28 de outubro de 2017

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR: A ENTRADA TRIUNFAL DE JESUS EM JERUSALÉM

Rio de Janeiro, 28 de Outubro 2017.
 E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR
     E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
                                      
 A ENTRADA TRIUNFAL DE JESUS EM JERUSALÉM. (Mt. 21: 1 a 13)

1 – E QUANDO se aproximaram de Jerusalém, e chegaram a Betfagé, ao monte das Oliveiras, enviou então Jesus dois discipulos, dizendo-lhes;
2 – Ide à aldeia que está defronte d evós, e logo encontrareis um ajumento presa, e um jumentinho com ela; desprendei-a, e trazei-mos.
3 – E, se alguemvos disser alguma coisa, direis que o Senhor os há de mister: e logo os enviará.
4 – Ora tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta, que diz:
5 – Dizei à filha de sião: Eis que o teu Rei aí vem, manso, e assentado sobre uma jumenta, e sobre um jumentinho, filho de animal de carga.
6 – E, indo os discipulos, e fazendo como Jesus lhes ordenara,
7 – Trouxeram a jumenta e o jumentinho, e sobre eles puseram os seus vestidos e fizeram-no assentar em cima.
8 – E muitissima gente estendia os seus vestidos pelo caminho, e outros cortavam ramos de árvores e os espalhavam pelo caminho.
9 – E a multidão ia adiante, e a que seguia, clamava, dizendo: Hosana ao filho de davi, bendirto o que vem em nome do Senhor. hosana nas alturas.
10 – E, entrando ele em Jerusalém, toda a cidade se alvoroçou, dizendo: quem é este?
11 – E a multidão dizia: Este é Jesus, o Profeta de Nazaré da Galileia.
12 – E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.

13 – E disse-lhes: Esta escrito: A minha casa será chamada casa de oração – mas vós a tendes convertido em covil de ladrões.
Realmente foi triunfal a entrada de Jesus naquela cidade de Jerusalém, mas Jesus ao entrar no templo de Deus encontrou uma enorme comércio,  dentro da casa do Senhor. diz o texto no verso 5 diz que Jesus segundo  a profecia vinha manso, entrando em Jerusalém como Rei, assentado sobre uma jumenta e um jumentinho, porém ao se deparar com as compras e vendas no templo, foi logo expulsando os vendilhões, virando mesas e etc.
      Nesta mensagem da Palavra de Deus, é sabido que por toda a parte esta mesma situação está ocorrendo, nos chamados “templos”, desde que teve inicio a apostasia (falta de Fé). Nos evangélicos. O Senhor Jesus pouco antes de ser crucificado, deixou uma advertência para nós que desejamos manter a nossa fé, e também para você se porventura ainda não se firmou no caminho de Jesus, justamente por ver tão heresia e blasfêmias nos lugares que chamam de casa do Senhor. Mas vamos ver o que Jesus disse na sua advertência: “E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.” (Mt. 24: 11, 12). E esta é a situação nos tempos atuais. Mas, uma coisa queremos deixar escrito para sua meditação; ainda há, ou seja, ainda é possível encontrar um templo em que pregue o verdadeiro Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, porque Deus é Deus zeloso, e tem Poder de sondar os corações, sabe onde está a sua necessidade espiritual. Crê no Senhor Jesus e será salvo tu e a tua casa.

domingo, 22 de outubro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / EIS QUE VENHO SEM DEMORA! - Lição: 04

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 22 – 10 – 2017.     
  Titulo da Lição:         EIS QUE VENHO SEM DEMORA!       
  Lição: 04
  Texto Áureo: “Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” (Ap. 2: 10).   
                                                 50  –  625 - HC
Leitura Bíblica em Classe:                                      (Tg. 1: 1 a 20).

1 – TIAGO, servo de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, ás doze tribos que andam dispersas, saúde.
2 – Meus irmãos, tende grande gozo quando cairdes em várias tentações:
3 – Sabendo que a prova da vossa fé obra a paciência.
4 – Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.
5 – E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.
6 – Peça-a, porém com fé, não duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento e lançada de uma para outra parte.
7 – Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa.
8 – O homem de coração dobre é inconstante em todos os seus caminhos.
9 – Mas glorie-se o irmão abatido na sua exaltação,
10 – E o rico em seu abatimento; porque ele passará como a flor da erva.
11 – Porque sai o sol com ardor; e a erva seca, e a sua flor cai, e a formosa aparência do seu aspecto perece: assim se murchará o rico em seus caminhos.
12 – Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.
13 – Ninguém, sendo tentado; diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
14 – Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência.
15 – Depois havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
16 – Não erreis meus amados irmãos.
17 – Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.
18 – Segundo a sua vontade, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fossemos como primícias das suas criaturas,
19 – Sabeis isto, meus amados irmãos; mas todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar; tardio para se irar.
20 – Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.

Título da Lição: EIS QUE VENHO SEM DEMORA!

Definição: Guarda o que tens para que ninguém tome a tua coroa! (Ap. 3: 11). Eis aí o complemento do título de nossa lição nesta manhã: Guardar sempre, e para sempre, do contrário não se chegará lá. Onde? Nos Céus, como poderá alguém desenvolver em sua vida cotidiana o que está escrito no Livro de Apocalipse Cap. 22: 12? “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.” É muito bom prestar muito bem atenção em toda a Escritura, pois só serão felizes os que ouvem a Palavra de Deus e guardam na alma, e no espírito, pois se o povo que diz ser salvo em Jesus Cristo, não consegue responder a nenhum questionamento que se faz dentro das Escrituras, de que maneira poderá chegar lá? Afinal, o que, e a que, Jesus se refere? Penso que Ele está se referindo à sua Palavra, ou não? Se os Escritos Sagrados não forem armazenados, guardados no profundo da alma, de que maneira poderá alguém cumprir os Mandamentos? Nestes dias que se seguem, estará sendo desenvolvido um estudo excelente, pois se trata de uma Promessa de Jesus, pois é desejo Dele, fazer dos seus salvos, Reis e Sacerdotes, assim está escrito numa das Epístolas do Apostolo Pedro. Vejamos: “Pelo que também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido. E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas para os rebeldes, a pedra que os edificadores reprovaram essa foi a principal da esquina: è uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados. Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” (I Pd. 2: 6 a 9). Atentaram bem para o final do texto? Qual a principal finalidade da salvação em Cristo Jesus? A propagação das virtudes daquele que deu a Vida por nós. Se a partir desta manhã, estaremos recebendo do Senhor os ricos ensinamentos sobre os Galardões, ou seja, as Coroas que já estão preparadas, cada uma delas representa a recompensa de uma vida santificada aqui na terra, uma vida consagrada, e de trabalhos prestados, com alegria na causa do Senhor. Mas como desenvolver? Pois escrito está que, a obra de cada um será provada pelo fogo. Vejamos: “A obra de cada um se manifestará: na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão.” (I Co. 3: 13, 14). Entendeu? A Bíblia faz alusão a cinco Coroas preparadas e guardadas com Jesus. Esta promessa faz alusão ao numero de cinco, isto nos faz entender que o trabalho que se deve ter com a alma, prepara-la para receber o conjunto composto de cinco, pois um galardão depende do outro. Portanto, é buscar a perfeição cada minuto de vida aqui na terra, mesmo assim é impossível alcançar aqui nesta terra a perfeição, porém podemos contar com o Conceito do Senhor, mediante o empenho de cada um na busca de uma santificação. Nunca esquecer que a obra de cada um será provada com fogo. Mas vamos conhecer mais de perto o primeiro Galardão ou Coroa: 1ª - Coroa da Vida: “Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam” (Tg. 1: 12). Esta Coroa é dada àqueles que perseveram na tribulação, que sabem muito bem distinguir o que são provas e o que são tribulações, ela está destinada àqueles que não se intimidam, não se misturam com o mundo, e não cedem as pressões do presente século, os que levam uma vida Cristocêntrica, que serão fieis até a morte, que fazem parte do corpo de Cristo, que busca a Paz, que passa pelas provas cantando, fartando-se de afrontas, que são muitas vezes levados a tribunais sendo acusados do que não fez, mas continua cantando e louvando a Deus. Muitos exemplos, temos na vida dos Apóstolos, todos foram sacrificados por amor a Cristo, nenhum deles morreu de moléstias, muito menos de raiva como cão danado. Nunca esquecer que o Galardão ou Coroa da Vida é dado com base nas obras, isto vem além da salvação, não basta dizer que está salvo, aliás, é até perigoso estar se achando salvo, pois escrito está que: “Aquele pois que cuida estar em pé, olhe que não caia.” (I Co. 10: 12). Mas voltando a Coroa da Vida, como já foi dito, este premio está vinculado à fidelidade nas tribulações. Aos que suportam nesta vida as provas sem murmuração. Algo muito interessante, encontramos nas Sagradas Escrituras, o Livro da Revelação é Magnífico! Pois retrata para nós o que se faz nos Céus, João viu, será que nós veremos? Só depende de nós. Quem já leu no livro da Revelação que lá nos Céus os animais louvam ao Senhor? Vejamos: “E, quando os animais davam gloria, e honra, e ações de graças ao que estava assentado sobre o trono, ao que vive para todo o sempre, Os vinte e quatro anciões prostravam-se diante do que estava assentado sobre o trono, e adoravam o que vive para todo o sempre; e lançavam as suas coroas diante do trono, dizendo: Digno és, Senhor, de receber gloria, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” (Ap. 4: 9 a 11). João viu, assistiu este ato tanto dos animais que estão nos Céus, como dos vinte e quatro anciões, e qual foi a atitude deles. Diz o texto que lançavam as suas coroas, isto nos diz claramente que receberam todas as cinco, pois aqui na terra fizeram por merecer recebê-las. Certamente pela ordem; a primeira Coroa é a Coroa da Vida, pois deram suas vidas cada um de uma maneira mais cruel. Nestas lições mencionaremos a morte física de cada um, a começar pelo Apóstolo que teve o privilégio de contemplar todas as belezas contidas nos Céus, João. Muitas vezes temos mencionado a causa morte deste Apóstolo; ele foi mergulhado num tonel de óleo fervente e desterrado na Ilha de Patmos. E foi desta maneira, arrebatado em espírito para contemplar e escrever o Livro da Revelação às coisas que estão por vir.

sábado, 21 de outubro de 2017

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR: TOME POSSE DAS PROMESSAS DE JESUS. (Salmo 92)

Rio de Janeiro, 21 de Outubro 2017.
 E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR
     E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
                                      
 ( TOME POSSE DAS PROMESSAS DE JESUS. (Salmo 92)
1 – BOM é louvar ao Senhor, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo.
2 – Para de manhã anunciar a tua benignidade, e todas as as noites a tua fidelidade:
3 – Sobre um instrumento de dez cordas, e sobre um saltério: sobre a harpa com som solene.
4 – Pois tu Senhor me alegraste com os teus feitos: exultarei nas obras das tuas mãos.
5 – Quão grandes são, Senhor, as tuas obras! mui profundos são os teus penasamentos.
6 – O homem brutal nada sabe, e o louco não entende isto.
7 – Brotam os ímpios como a erva, e florescem todos os que praticam a iniquidade, mas para serem destruidos para sempre.
8 – Mas tu, Senhor, és o Altissimo para sempre
9 – Pois eis que teus inimigos, Senhor, eis que os teus inimigos perecerão; serão dispersos todos os que praticam a iniquidade.
10 – Mas tu exaltarás o meu poder, como o do unicórinio: serei ungido com óleo fresco.
11 – Os meus olhos verão cumprido o meu desejo sobre os meus inimigos, e os meus ouvidos dele se certificarão quanto aos malfeitores que se levantam contra mim.
12 – O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no líbano.
13 – Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus.
14 – Na velhice ainda darão frutos: serão viçosos e florescentes;
15 – Para anunciarem que o Senhor é reto: ele é a minha rocha, e nele não há injustiça.                 
 

      Prezado leitor, nesta oportunidade trazemos uma mensagem contida no Salmo 92, pois, o salmista louva a Deus pelo amor, justiça e graça contida na mensagem, e faz promessas ao Senhor Deus de toda a terra de louva-lo em quanto viver.
     O Salmo também faz alusão aos que rejeitam a Palavra do Senhor, e neste Salmo podemos com toda clareza observar que, vida feliz somente se for pautada nos Escritos Sagrados, pois, somente no livro chamado Bíblia,  Sagrada, poderemos encontrar o Caminho, a Verdade e a Vida! Jesus Cristo.
      E vida de verdade! Atentemos para os versos 12, 13, 14 e 15 do Salmo, diz que:  O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do Senhor ainda na velhice darão frutos, serão viçosos e florescentes.” 
     Portanto estar plantado na Casa do Senhor significa, ter recebido Jesus como único e suficiente Salvador. Não pregamos religião, mas sim a Palavra que salva, cura e liberta, dando vida nova! 
      Estar plantado na Casa do Senhor  é ter vida longa com saúde para que?
Para anunciar aos tristes, doentes, sem paz e sem salvação que Jesus é bom! Pense nisto. 

domingo, 15 de outubro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / PRÓXIMO ESTÁ O REINO DO MESSIAS! - Lição: 3

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 15 – 10 – 2017.     
  Titulo da Lição:   PRÓXIMO ESTÁ O REINO DO MESSIAS!       
  Lição: 3
  Texto Áureo: “ ” (SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Sl. 15: 1 a).   
                                                 – 442 – HC - 590 HC
Leitura Bíblica em Classe:                                      (Is. 33: 13 a 24; 34: 1, 2).

13 – Ouvi, vós os que estais longe, o que tenho feito: e vós que estais vizinhos, conhecei o meu poder.
14 – Os pecadores de Sião se assombraram, o tremor surpreendeu os hipócritas. Quem dentre nós habitará com o fogo consumidor? quem dentre nós habitará com as labaredas eternas?
15 – O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que arremessa para longe de si o ganho de opressões; o que sacode de suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de sangue, e fecha os seus olhos para não ver o mal.
16 – Este habitará nas alturas: as fortalezas das rochas será o seu alto refugio, o seu pão lhe será dado, as suas águas serão certas.
17 – Os teus olhos verão o Rei na sua formosura, e verão a terra que está longe.
18 – O teu coração considerará em assombro, dizendo: Onde o escrivão, onde o pagador? Onde o que conta as torres?
19 – Não verás  mais aquele povo cruel, povo de fala tão profunda, que não se pode perceber, e de língua tão estranha que não se pode entender.
20 – Olha para Sião, a cidade das nossas solenidades: os teus olhos verão a Jerusalém, habitação quieta, tenda que não será derribada, cujas estacas nunca serão arrancadas, e das suas cordas nenhuma se quebrará.
21 – Mas o Senhor ali nos será grandioso, lugar de rios e correntes largas; barco nenhum de remo passará por eles, nem navio grande navegará por eles.
22 – Porque o Senhor é o nosso Juiz; o Senhor é o nosso Legislador; o Senhor é o nosso Rei: ele nos salvará.
23 – As tuas cordas estão frouxas, não puderam ter firme o seu mastro, e vela não estenderam: então a presa de abundantes despojos se repartirá; e até os coxos roubarão a presa.
24 – E morador nenhum dirá: Enfermo  estou; porque o povo que habitar nela será absolvido da sua iniquidade.
1 – CHEGAI-VOS, nações, para ouvir, e vós povos, escutai: ouça a terra, e a sua plenitude, o mundo, e tudo quanto produz.
2 – Porque a indignação do Senhor está sobre todas as nações, e o seu furor sobre todo o exército delas: ele as destruiu totalmente, entregou-as à matança. 

Título da Lição: PRÓXIMO ESTÁ O REINO DO MESSIAS!
Definição: Podemos muito bem dar inicio a esta lição de Escola Dominical, com a pergunta feita pelo salmista e Rei Davi: “SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? quem morará no teu santo monte? Esta indagação nos faz lembrar sobre as Promessas Maravilhosas que vem caindo sobre os que olham para Sião. O verso 20, de nossa: Leitura Bíblica em Classe, é o ponto Alto desta lição, do contrário estaremos todos perdendo tempo em caminhar para a Casa do Senhor que é a Embaixada dos Céus, e os filhos de Deus alcançados por Jesus Cristo são os Embaixadores aqui na terra. Vejamos a profundidade deste verso 20 da LBC: “Olha para Sião, a cidade das nossas solenidades: os teus olhos verão a Jerusalém, habitação quieta, tenda que não será derribada, cujas estacas nunca serão arrancadas, e das suas cordas nenhuma se quebrará.” Aí está a dissertação desta Mensagem vinda diretamente do coração do Senhor. Olhar para Sião é avistar o Céu, é avistar a Cidade Santa que está preparada no Céu, olhar para Sião é olhar a Casa do Senhor, o Templo onde vamos para cumprir duas alegrias que recebemos no dia em que Jesus nos tirou do lamaçal do pecado, e nos direcionou à sua Casa aqui na terra. Estas duas primeiras de tantas e tantas alegrias que vamos recebendo pela vida afora são: chegar à Casa do Senhor para: 1º - Contemplar a formosura do Senhor; 2º - Aprender no seu Templo. Esta expressão do salmista Davi, diz com toda clareza, vejamos: “Uma cousa pedi ao Senhor e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e aprender no seu templo.” Sl. 27: 4). Mas voltando a questão, ou seja: Olha para Sião, a cidade das nossas solenidades; isto é muito representativo pois, é da Casa do Senhor, através dos ensinamentos recebidos, e a conversão que é constante, é que vamos aprendendo qual será a Cidade, ou melhor, o Monte em que a Cidade Santa trazendo a Noiva de Cristo pousará para sempre? É claro que será no Monte das Oliveiras, em Jerusalém! E será linda, esta descida ali, Jesus na frente com sua Noiva a Igreja, acompanhada por um cortejo de Anjos,  Arcanjos e Querubins! Daí o aconselhamento do Senhor; “Olha para Sião a cidade das nossas solenidades”. Mas para que este Evento prometido aconteça, é preciso desemborcar o vaso e deixar a Semente da Palavra de Deus cair em boa terra, porque se a terra do coração (vaso), estiver contaminada pelo pecado, cheio de amargura, escorpiões, certamente a Semente não germinará, mas morrerá. Vemos na história do povo hebreu, aquele povo escolhido por Deus para receber tudo de bom e de melhor, porém rejeitaram, simplesmente por não quererem obedecer aos Mandamentos Divinos. Sendo assim, foram morrendo pelo deserto, cheios de pragas, doenças incuráveis, e etc. mas voltando a Cidade de Sião, vemos pela história, que em Israel haviam muitas cidades e aldeias, porém era um privilégio morar em Jerusalém, pois esta cidade era também conhecida pelos escritos do Senhor Como, Monte de Sião. Jerusalém esta edificada sobre as montanhas da Judeia, portanto é alta esta Cidade. Por esta razão observamos a pergunta contida no Salmo 15: SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? quem morará no teu santo monte? Esta dupla pergunta nos faz refletir a questão: primeiro o salmista se refere ao tabernáculo (Casa), daí já podemos refletir se na verdade estamos habitando na Casa do Senhor? Ou simplesmente vindo aos Cultos? Há uma grande diferença. Temos muitas vezes aprendido sobre dois tipos de pessoas que veem a Casa do Senhor; os salvos e os  não salvos. Os salvos são aqueles que dão bons frutos, pois estão plantados na Casa do Senhor: “Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos: serão viçosos e florescentes.” (Sl. 92: 13, 14). E qual será a situação dos que não estão plantados na Casa do Senhor,  ou seja, os ímpios? “Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha. Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.” Aí está a situação triste dos ímpios. Muitas vezes  o Apóstolo Paulo se angustiava por conta dos que deturpavam a Palavra do Senhor, por mais que ele ensinasse as Sagradas Escrituras, sempre haviam as rebeliões dentro dos Templos. Vejamos um lindo relato na Epístola aos Filipenses: “Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam. Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja gloria é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas. Mas a nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas.” (Fl. 3: 17 a 21). O final deste texto faz jus ao verso 20 da LBC, que diz: Olha para Sião! Ali voltamos a dizer, literalmente a Cidade Santa que vai descer dos Céus para o Juízo final lá em Jerusalém, e pousará no monte Sião, é Promessa. Uma observação também importante é o que a história dos hebreus conta acerca de Israel, ali haviam muitas cidades e aldeias, entretanto era para aquele povo um privilégio morar em Jerusalém que eles já conheciam como monte Sião, eles também o chamavam de Cidade dos príncipes. Temos relatado no livro de Neemias que, somente um de dez foi separado para habitar em Jerusalém: “E OS príncipes do povo habitaram em Jerusalém, mas o resto do povo lançou sortes, para tirar um de dez, que habitasse na santa cidade de Jerusalém, e as nove partes nas outras cidades.” (Ne. 11: 1). Vemos que Jerusalém já era mencionada como santa cidade. Portanto, é bom estarmos bem preparados, passando com boas notas nas provas de cada dia com o Senhor, e com alegria, não olhando nem para a direita, nem para a esquerda, mas sim olhando para Sião a Cidade das nossas solenidades. Próximo está o Reino do Messias!  

sábado, 14 de outubro de 2017

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR: JESUS PERDOOU E SALVOU O LADRÃO DA CRUZ

Rio de Janeiro, 14 de Outubro 2017.
 E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR
     E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
                                      
 ( JESUS PERDOOU E SALVOU O LADRÃO DA CRUZ. Lc 23: 33 a 44.  )

33 – E, quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda.
34 – E diszia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem. E reparindo os seus vestidos lançaram sortes.
35 – E o povo estava olhando. E também os principes zombavam dele, dizendo: aos outros salvou, salve-se a si mesmo, se este é o Cristo, o escolhido d eDeus.
36 – E também os soldados o escarneciam chegando-se a ele, e apresentando-lhe vinagre,
37 – E dizendo: Se tu és o Rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.
38 – E também por cima dele estava um titulo, escrito em letras gregas, romanos e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS.
39 – E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós.
40 – Respondendo, porém o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação?
41 – E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos merciam; mas este nenhum mal fez.
42 – E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu nreino,
43 – E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso.
44 – E era já quase a hora sexta, e houve trevas em toda a terra até a hora nona,  
  
      É por demais emocionante e significativo o grande Amor Divino para com a humanidade. Vemos nesta mensagem a prova deste Amor através da reação de Jesus ali naquela agonia, mas foi justamente esta missão que Ele se submeteu a realizar desde os tempos mais remotos que se possa imaginar.
    Esta promessa de Salvação foi feita lá no Jardim do Éden, quando aquele casal ali pecou.
     E a salvação viria através do derramamento do Sangue de Jesus, esta foi a mais importante de todas as Promessas que se possa encontrar nas Sagradas Escrituras (Bíblia Sagrada), por quê? Por que não pode haver felicidade na vida de alguém que rejeita a Jesus, que não faz a sua entrega total ao Senhor, assim como aquele ladrão, aquele malfeitor pregado na cruz ao lado do Salvador.
  Muitas vezes as pessoas vão até a Casa do Senhor a fim de, alcançar alguma benção material, mas na hora em que se faz o apelo para que se receba a Jesus como Salvador de sua alma, rejeita e dizendo que ainda não.
    É verdade que Ele não nega benção alguma a quem o pede, porém, a única benção que tem poder de levar ao Paraíso, aos Céus para sempre habitar com Jesus, é quando você espontaneamente faz como o ladrão da cruz.
     O mundo chegou a um caos total, não há mais quem faça o bem, como está escrito no Livro Santo o profeta Oséias deixou explicitamente escrito em seu livro a situação deste mundo, veja:“Só prevalecem o perjurar, e o mentir, e o matar, e o furtar, e o adulterar, e há homicídios sobre homicídios. Por isso a terra se lamentará, e qualquer que morar nela desfalecerá como os animais do campo e com as aves dos céus;” (Os. 4: 2, 3). Pense nisto, felicidade só em Jesus Cristo.

domingo, 8 de outubro de 2017

LIÇÕES BÍBLICAS / JESUS VEM! - Lição: 2

LIÇÕES BÍBLICAS
  Classe: “Ovelhas do Bom Pastor”.
  Data: - 08 – 10 – 2017.     
  Titulo da Lição:                  JESUS VEM!       
  Lição: 2
  Texto Áureo: “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo” (Ap. 22: 12 a).   
                                                300 – 442 – HC
Leitura Bíblica em Classe:                                      (Ap. 22: 6 a 20).

6 – E disse-me: Estas palavras são fieis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve Hão de acontecer.
7 – Eis que presto venho: Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.
8 – E eu, João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E, havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava para o adorar.
9 – E disse-me: Olha não faças tal; porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.
10 – E disse-me: Não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo.
11 – Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, suje-se ainda; e quem é justo, faça justiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.
12 – E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.
13 – Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, o primeiro e o derradeiro.
14 – Bem-aventurado aqueles que lavam suas vestiduras no Sangue do Cordeiro, para que tenham direito á árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.
15 – Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.
16 – Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas: eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã.
17 – E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida.
18 – Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
19 – E, se alguém tirar quais quer palavra do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, e da cidade santa, que estão escritas neste livro.
20 – Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amem. Ora vem, Senhor Jesus.

Título da Lição: JESUS VEM!

Definição: É certo que Cristo vem, mas quando e para quem? Esta é uma boa pergunta. É chegado o tempo em que o profeta Joel que já dorme no Senhor disse: “Lançai a foice, porque já está madura a seara: vinde, descei, porque o lagar está cheio, os vasos dos lagares transbordam; porquanto a sua malicia é grande.” (Jl. 3: 13). Mas o interessante é que, antes desta fala, no verso anterior o 11, o profeta rogou ao Senhor que em meio aquela tão grande multidão Ele fizesse descer àquele vale, os seus fortes, ou seja os que de verdade seguiam ao Senhor em espírito. Vejamos: “Ajuntai-vos, e vinde, todos os povos em redor, e congregai-vos, (ó Senhor, faze descer ali os teus fortes!); (Jl. 3: 11). Podemos sentir pelo Santo Espírito do Senhor, a forma, a maneira com que o profeta Joel fala com o Senhor, colocando em parênteses, dando um sentido de ter falado bem baixinho, só para o Senhor ouvir, pois ali a maioria estava naquele vale de maneira indecisa, vacilantes, fracos. Vale da decisão contendo multidões indecisas que vão à casa do Senhor passar alguns momentos diferente. Na verdade o Senhor Deus Pai esperava que, após o grandíssimo Sacrifício na cruz, toda humanidade recebesse em suas vidas Seu Filho Amado, e não mais houvesse o vale da decisão. Ainda hoje encontramos nas Escrituras o seguinte: “Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a benção de Deus; mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada. Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores, e coisas que acompanham a salvação, ainda que assim falamos.” (Hb. 6: 7 a 9). Esta fala do Senhor na Pessoa de Jesus Cristo é deveras emocionante, pois, toca no profundo da alma regenerada, não é possível ficar insensível ante uma declaração de Amor Divino desse porte. A não ser que estejamos todos no vale da decisão. Mas onde estão os fortes? Hoje, ou seja, a 1984 anos Jesus deixou nesta terra instituída a sua Igreja, abrigada num Templo. Alguém sabe dizer o local, e o nome desse Primeiro Templo? Para que não houvesse necessidade de seu povo ficar pulando como cabritos pelos montes, pois, ovelhas não sobem montes, assim nos diz o Salmo 23: “O SENHOR é meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranquilas.” (Sl. 23: 1, 2). Este é o nosso Senhor! mas voltando ao vale da decisão, podemos dizer que; para muitos, este vale ainda existe, vale é sinônimo de abismo, para os que caem dos montes, certamente se acharão num vale profundo. Este vale da decisão é para aqueles que ainda praticam  as obras da carne. Mais uma vez vamos mencionar o profeta Joel na sua santidade, mostrando amor por aqueles que indecisos, por conta das misturas foram parar naquele vale. Joel rogou que ali pudesse o Senhor detectar os fortes. Fortes são os que hoje resistem ao pecado que afasta a criatura formada pelas Mãos do Criador, para perverte-la ante novos escritos que andam chamando de bíblia, sim pois atualmente fizeram reescreveram um tal livro que estão chamando de “bíblia atualizada” cuidado com ela! Toda modificada, adulterada. Existem por toda a parte grandes multidões caindo dos montes no vale da decisão, como ovelhas perdidas. Perdidas por que querem. Mas porque falamos assim? Vejamos:“Cousa espantosa e horrenda se anda fazendo na terra, e os sacerdotes dominam pelas mãos deles, e o meu povo assim o deseja; e que fareis no fim disto? Vale da decisão.  O povo se ilude com multidões. lá naquele vale descrito pelo profeta Joel era grande a multidão, e é grande a multidão que hoje anda desordenada, cooperando com os vendilhões dos “templos” assim chamam essas casas de venda. E as pessoas que não querem nada com a Verdade, vão atrás desses tais. Mas vamos nos voltar para nós que somos bem poucos aqui em nossa Congregação. Devemos estar atentos quanto as obras da carne, causadora de tantos desvarios, rebeliões contra a Palavra do Senhor. As obras da carne provém de nós mesmos quando estamos no vale da decisão ou seja, quando ainda não houve uma entrega total ao Senhor usando aquela frase que tem poder; Eu só quero em minha vida, o que tu quiseres Senhor! Quando assim procedemos fazemos uma abertura maravilhosa, para que o Senhor trabalhe espiritualmente em nosso interior, pois Ele não é invasor, ele é Salvador! Mas para sair do vale da decisão é preciso: “Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro: para que não façais o que quereis. Mas se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: Prostituição, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gl. 5: 16 a 21). Aí está a carta Magna para que se alcance o Reino. Não basta receber a Palavra muitas vezes explanada, chega momentaneamente aos nossos ouvidos, e até nos emociona, nos alegramos, porém momentaneamente. Mas quando ouvimos a Palavra, e guardamos na alma e depois vamos conversar com nossa alma, ministrando a ela o que os ouvidos ouviram, passando para o nosso espírito que o nosso pensar, e este pensar transmitiu à alma aí sim, passamos a sentir, e a viver os bons resultados produzidos em nós. Isto é sair do vale da decisão. Quantos estão há anos nesse vale, e ainda não tomou nenhuma decisão plausível, ou seja agradável ao Senhor Dono dos Céus e da terra? A alma muitas vezes quer o que a cabeça não quer, ela, insiste e muitas vezes vence, pois é fonte de emoções, eis aí o perigo. No vale da decisão só estão as almas penadas, almas que vagueiam; mulas sem cabeça, elas existem, vejamos: “Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não tem entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio, para que se não atirem a ti.” (Sl. 32: 9).

sábado, 7 de outubro de 2017

E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR: Ó OVELHA FUGIDA, É TEMPO DE VOLTAR AO REDIL!

Rio de Janeiro, 07 de Outubro 2017.
 E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR
     E O SEMEADOR SAIU A SEMEAR:
                                      
 Ó OVELHA FUGIDA, É TEMPO DE VOLTAR AO REDIL! (Lc. 15: 11 a 22)
11 – E disse: Um certo homemtinha dois filhos;
12 – E o mais moço deles disse ao pai: Pai, da-me a parte da fazenda que me pertence. E ele repartiu por ele a fazenda.
13 – E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua e ali desperdiçou a sua fazenda, vivendo dissolutamente.
14 – E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grand efome, e começou a padecer necessidades.
15 – E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou para os seus campos a apascentar porcos.
16 – E desejava encher o seu estomago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguem lhe dava nada.
17 – E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai tem abundancia de pão, e eu aqui pereço de fome!
18 – Levantar-me-ei e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;
19 – Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.
20 – E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu d eintima compaixão, e, correndo, lançou-ce-lhe ao pescoço e o beijou.
21 – E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.
22 – Mas o pai disse aos seus servos: trazei depressa o melhor vestido, e vestilho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés.
                   
Esta história que acabamos de ler sobre o filho pródigo é muito emocionante, pois, retrata a mesma situação de muitas pessoas que deixam o Caminho do Senhor, ou seja, se desviam deixando os Conselhos antigos do Senhor, contidos num Livro chamado Bíblia Sagrada.
    Esta é uma parábola contada por Jesus aos seus discípulos e retrata exatamente o que acontece ao filho que deixa a casa do Pai, e sai pelo mundo se enveredando por caminhos tortuosos. Muitas vezes sente vontade de voltar, mas forças estranhas, contrárias aos Preceitos Divinos os impede de retornar ao aconchego do Pai Amoroso que está sempre esperando de braços abertos.
    Quem sabe, você que hoje está recebendo esta mensagem e que um dia também se distanciou do caminho da salvação. Comparando a sua vida com a do moço da parábola, quem sabe você também sente vontade de voltar ao Caminho. Se sentes esta vontade, então Volte! Não há mais tempo a perder, Jesus está para voltar a qualquer momento, será num abrir e fechar de olhos, assim está escrito: “Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” (I Cor. 15: 52).
Portanto, deixamos esta pequena Mensagem para você amigo leitor ou leitora deste folheto.
Neste folheto você encontrará o endereço, o e-mail, telefone de nossa Congregação, nos dê a alegria da sua presença em um de nossos Cultos Ok?