PARTICIPE DO NOSSO BLOG

DÊ A SUA OPINIÃO
O QUE VOCÊ ESTÁ ACHANDO DO NOSSO BLOG?
ENVIE FOTOS, VÍDEOS, ARTIGOS...

CLIQUE AQUI E ENVIE A SUA MENSAGEM
projetovindemeninos@gmail.com





quinta-feira, 25 de julho de 2013

NO DIA EM QUE OS BOIS TROPEÇARAM

 É muito comum ouvir certo povo que se diz crente em Jesus dizer que Deus é fiel!  E falam sempre de uma maneira tão entusiasta que até soa como afronta, sim por que esse tal povo que anda por aí pra baixo e pra cima subindo e descendo montes, e por essa razão não têm tempo de sequer ler a Bíblia, quanto mais estudá-la. Por isso estão sempre tropeçando. A fidelidade de Deus é real, mas acontece que o tal povinho ainda não pode compreender que toda moeda tem dois lados e ambos os lados são valorosos. Mas para que se possa entender o que quero me referir nesse texto, é que o Senhor Deus é Fiel em todas as suas Promessas, todas estão contidas na Bíblia Sagrada. Porem o que envolve as promessas boas nela contida são as condições, ou seja, os MANDAMENTOS, as Leis Morais, os requerimentos, as Doutrinas, que também são maravilhosas Promessas que se cumprem, pois Deus é fiel.  “Quando Ele diz, por exemplo: Adão, de todas as árvores que estão no jardim podeis comer, mas a que está no meio do jardim não comereis, pois o dia em que dela comeres certamente morrerás.” (Gn. 2: 16, 17). Acontece que essa parte MORRERÁS  os “seguidores do Evangelho” que andam por ai não intentaram para isso, pois como já disse, eles não tem tempo para meditar na Palavra vinda da parte do Senhor.  Portanto eis aí uma promessa do Senhor que se cumpriu, pois no mesmo dia em que desobedeceram a Voz que soava no jardim morreram espiritualmente, para Deus essa é a pior morte, aliás a única morte. Continuaram Adão e Eva vivos materialmente, mas se não fosse a Promessa imediata de um Salvador, e o sinal maravilhoso foi as  vestes  de pele de Cordeiros, imolados pelo próprio Senhor (Gn. 3: 21), eles nunca teriam tido oportunidade de se salvar. É preciso ter muita atenção quando se trata das Promessas vindas da parte do Senhor. Ele é implacável, não se iludam com os que são mercenários, e andam por aí fantasiados de pastores, dizendo que  estamos no tempo da graça. Para eles o que vale é: dinheiro, poder e fama. Dinheiro  que  os trouxas  depositam  para eles engordando cada dia mais as suas contas bancárias. Mas por que os bois tropeçaram? Dentre as promessas do Senhor, está escrito no livro de Números cap. 4: 15 que ao edificar a Tabernáculo no deserto, o Senhor orientou cada peça, cada utensílios do Tabernáculo, dentre eles  a Arca da aliança que o Senhor também chamou de Santo dos Santos, ou Santuário. E a ordem era não tocar neste Santuário, ou Arca, pois representava a Presença  do Senhor. Passaram-se muitos anos e a Arca nos tempos do mau rei Saul ficou escondida numa casa em Quiriate-Jearim  (1 Cron. 13: 6). Mas Davi apesar de nessa ocasião ser o rei de Israel e muito temente a Deus, não atentou, ou se esqueceu da Promessa do Senhor  que vimos no livro de Nu. 4: 15, foi  então consultar,  ou tomar conselho entre os maiorais do povo,  e o conselho foi que trouxessem a Arca do Senhor em carros de bois muito bem enfeitados carro de primeira qualidade e etc. mas a ordem do Senhor estava em escrito em (Êx. 25: 13, 14), ou seja, a Arca tem que ser conduzida , ou carregada por homens a pé com as varas nas argolas da Arca  nos ombros e não em carro de bois, pois, ninguém podia tocar na Arca se não morreria. Essa era a Promessa do Senhor  então vejamos o triste acontecimento daquele dia que deveria ser de festa, por ter sido encontrada a Arca,  porem foi um dia de tristeza  vejam o que aconteceu (1 Cron. 13: 7 a 10).  A Promessa era: aquele que tocar na Arca certamente morrerá, e aquele homem chamado Uzá que aliás era um bom homem, tocou para que a Arca não caísse, por isso morreu.  Hoje vemos que o chamado "povo de  Deus" que anda por ai seguindo esses  mercenários, já tropeçou, pois confiam nas promessas dos  mercenário, principalmente os que estão nos canais de TV. Cuidado, eles já até alteram os escrito Bíblicos para que você continue tropeçando até Jesus voltar.