Translate

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Subir a montes? Por que e para quê?

Por incrível que pareça ainda existem crentes que andam subindo montes, entrando em matas, e não se sabe o que andam buscando nesses lugares. Geralmente são apenas crentes desordenados, desorientados, néscios, em fim desobedientes a Palavra de Deus ou sem nenhum conhecimento da mesma. A pessoa quando se decide a seguir o Evangelho de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo fazendo assim a entrega total de sua vida ao Senhor, consequentemente essa pessoa de imediato passa a sentir fome e sede de conhecer a Palavra de Deus, ela aprende logo o caminho da Escola Dominical, dos Cultos de Doutrina, daí passa ser automaticamente cumpridora dos Mandamentos, ou seja, da doutrina recebida. Aprendendo o texto que ensina acerca dos Dez Mandamentos da Lei divina (Êx. 20: 1 a 17), o novo convertido logo aprende de que maneira tremenda Moisés recebeu ali no monte de Sinai as palavras que deveria transmitir ao povo (Êx. 19: 1 a 25). E sempre que necessário Moisés era chamado verdadeiramente pelo Senhor Jeová para que subisse ao monte, tudo estava em formação, tudo se faria novo e belo para aquele povo rebelde e contumaz que havia saído pela mão forte do Senhor, tirando-os da escravidão do Egito, portanto era, volto eu então a repetir: necessário que apenas Moisés subisse àquele monte, pois, era ele o líder daquele povo.Vindo a plenitude dos tempos, nasce Jesus, enviado como Salvador, pois todos os esforços, toda a dedicação de Moisés e seus sucessores não foram suficientes para transformar aquele “povo de Deus” saído da escravidão do Egito, mataram os profetas, transgrediram o quanto puderam as Leis determinadas e escritas pelo próprio Dedo de Deus lá no Monte de Sinai (Êx. 31: 18), igualzinho ao nosso “povo de Deus” da atualidade, nada é diferente, nada mudou estão negando a Pessoa de Jesus, e tudo que Ele realizou e ensinou, são possuídos pelo mesmo espírito daquele povo, ou seja, povo de dura cerviz. Já até escreveram outra bíblia e colocaram um nome bem atribulado, (BATALHA ESPIRITUAL E VITÓRIA FINANCEIRA) esta é a bíblia na medida para os crentes atribulados deste século 21, e são muitos os que estão batalhando e buscando vitória financeira além de buscarem nos montes e matas, eles também estão passando pelas grutas e quem sabe pelas grotas. Mas voltando a questão “monte’, vemos que Jesus bem no inicio de seu Ministério terreno também subiu ao Monte das Oliveiras, e dali junto a seus discípulos, pois, a multidão vista por Ele não subiu, e abrindo a sua boca, os ensinava dizendo:... (Mt. 5: 1, 2). Dali Ele deu toda a instrução necessária, pois, este chamado Sermão da Montanha abrangeu três capítulos do Evangelho de Mateus. Ele então falou-lhes ensinando tudo de mais importante e necessário para uma vida reta, integra, digna, santa, de qualquer cristão, incluindo ainda a Oração Modelo (Pai Nosso). Todo este cuidado, todo este esmero Ele teve para que ninguém tenha nenhum motivo para dizer “eu não sabia”, e para completar, Ele deu a sua vida em resgate de todos, morrendo pendurado numa cruz. E suas últimas Palavras foram: “Está consumado” (Jo. 19: 30). Portanto não há como entender tanta falta de ensinamentos a estes pobres crentes desorientados que andam por ai subindo e descendo montes, passando por grutas, entrando em matas. Vejam o que diz o texto de Hebreus 8: 5. “Os quais servem de exemplar e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou.” Vejam bem, se atentarmos bem para a parte final deste texto veremos a veracidade da ordem: “Faze tudo conforme no monte se te mostrou”. Isto deixe muito claro que o dever daquele que se diz crente em Jesus não é subir montes, e sim obedecer tudo quanto já foi mostrado e ensinado pelo próprio Cristo no Monte. Portanto todos os que ainda estão subindo em montes estão completamente fora dos parâmetros divinos, ou seja, sem nenhum conhecimento, sem paz, oprimidos e sem salvação. Nunca conheceram a Verdade, não estão no Caminho por isto estão sem Vida. Quando conheceram a Verdade (Escritos Sagrados) então esta Verdade os libertará. (Jo. 8: 32.) e nunca mais subirão em MONTES.

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Preceitos morais ou preservativos? Sexo só depois do casamento ou abaixo as famílias? Ser conservador ou isto é o que está na Bíblia?

Raça de víboras! É o que diria João Batista se ainda existisse neste terrível estado de coisas em que toda a humanidade está mergulhada, ou seja, uma imoralidade generalizada onde os maiores contribuintes dessa devassa são os que receberam responsabilidades de “cuidar” da “criança e da juventude”, e com estes tais vão a reboque os pais inconsequentes, professores, médicos, psicólogos, pastores evangélicos, etc., etc.
Não há realmente mais palavras ante a imoralidade generalizada. É asqueroso ouvir dia a dia os noticiários acerca de estupros, gestação na adolescência, meninas de apenas doze anos fazendo uso dos abomináveis anticonseptivos, altamente condenáveis por Deus, filhos menores agredindo seus pais. Quer queiram ou não Deus é o Criador de todas as coisas e principalmente na feitura do corpo humano, e tudo quanto Ele fez, Ele viu que era bom, portanto cabe a cada ser humano seguir suas orientações independentes desta coisa que inventaram chamada religião, pois na verdade religião nunca existiu; o que sempre existiu e existirá é o Deus Criador e Soberano - e até quando o entendimento deste povo que enche todo o mundo ficará desta maneira? Quando será que vão abrir os olhos para ver e sentir como seres humanos o tamanho da irresponsabilidade dos que assumiram o cargo, a responsabilidade de orientar, proteger principalmente os menores de idade? Será mesmo que estes tais conselheiros tutelares acham que da maneira em que as coisas estão se encaminhando poderá a família subsistir? - E o que falar dos tais "pastores" que estão ocupando mau os canais de televisão somente na intenção de arrumarem parceiros que os ajude a encher os bolsos? Se os preceitos morais da família começam a cair e as consequências começam rapidamente serem desastrosas, pois, pais de família atualmente estão sendo terrivelmente confrontados até mesmo pelas “Escolas de Ensino Fundamental”, pois, as Escolas deixaram seus verdadeiros objetivos e entraram por um caminho totalmente oposto ao que sempre se propôs. Exemplo: educação sexual, fazendo apologia a preservativos, e outras coisas que não dizem respeito a ensinos escolares. E qual tem sido o resultado destas modernidades, destas inovações? O resultado tem sido o pior possível, nunca se houve tantas meninas grávidas muito antes da adolescência, por conta de pessoas inescrupulosas que se entremetem nas funções e obrigações que sempre pertenceram aos pais, ou seja, educar seus filhos. A Escola de Ensino Fundamental deve procurar cumprir o seu papel, ou seja, seguir o seu programa de ensino escolar, educação moral é função que sempre pertenceu unicamente aos pais sem intromissão de quem quer que seja. Mas quanto à questão, ou seja, uma pergunta que faço acima acerca da subsistência da família é claro que nunca por mais que tentem os opositores à moral e aos bons costumes esta instituição DIVINA que se chama família, sempre vai existir, pois, tudo que de pior possa existir, ou todos que atualmente conspiram contra o bem maior que é DEUS, passarão, murcharão como a relva, como a erva daninha, porém a Palavra deixada pelo Criador para toda a humanidade nunca há de passar! Passam leis as mais estapafúrdias que se possa imaginar, tentam tirar toda a autoridade de pais, dizem que as crianças podem ficar soltas pelas ruas cheirando cola, fumando crak se prostituindo, etc.
Soubemos há pouco tempo que as mães não podem mais pedir as filhinhas para lavar uma louça, ordens do Conselho Tutelar, nas Escolas os professores não podem mais escrever as notas baixas com caneta vermelha para não chocar as crianças, em fim um verdadeiro absurdo! Tudo contra os pais que ainda gostariam de ministrar uma educação firme, com limites e muros da moral e dos bons costumes, estão a cada dia perdendo aquela autoridade dada por Deus acerca de uma educação cristã.
Há bem poucos dias todos se revoltaram contra as sábias palavras do Papa Bento XVI acerca das abomináveis camisinhas, por quê? Porque quando se trata da moral e dos bons costumes a conversa não agrada. Ele falou o que é puramente Bíblico, não importa se a Bíblia já foi jogada fora pela grande mídia criminosa e até mesmo por muitos crentes, o que importa é que chegará o dia em que todos chegarão ante o Tribunal de Cristo e darão conta de seus atos imorais (2 Cor. 5: 10).